Um jardim de paz Centro budista oferece atividades como meditação e yoga

Centro budista oferece atividades como meditação e yoga

A correria do dia-a-dia provoca males que vão da depressão ao stress, passando pela ansiedade. Oportunizar um local que em que a pessoa possa encontrar sua paz interior e sua felicidade é o objetivo do Centro Budista Jardim de Lubini. Localizado no bairro Julião Ramos, o local apresenta atividades como yoga, Qi Gong, meditação e estudos budistas.

O Centro Budista Jardim de Lumbini surgiu em 05 de Outubro de 2017. “Sua criação foi fruto do profundo desejo de praticantes budistas, de compreender e levar a todos a mensagem original do Buda, dentre os diferentes ensinamentos e práticas encontradas nas diferentes escolas Mahayanas e Theravadas”, explica Jorge Sergóvia, diretor do centro. “Com o budismo brotando como uma linda flor de Lótus no bairro do Laguinho em Macapá, optou-se por denominar o Centro Budista de Jardim de Lumbini, em homenagem ao local onde nasceu Sidharta Gautama, o Buda (iluminado)”.

Uma das atividades oferecidas pelo centro é a meditação zazen, que acontece às terças-feiras, de 18 às 19:30. “O zazen vem do zen-budismo e é a junção de duas palavras, Za (sentado) e zen (meditação). Ou seja, é meditação sentado”, explica Ivan Carlo, responsável pela prática. “O objetivo do zazen é fazer a pessoa focar no momento presente. Boa parte do sofrimento surge exatamente porque nunca estamos no momento presente: ou estamos no passado ou no futuro. Esse foco no passado gera depressão e o foco no futuro gera ansiedade. Na maioria das vezes não conseguimos usufruir o momento por estarmos preocupados com algo que já passou ou ainda não aconteceu. O zazen estimula esse foco no presente”.

Na quinta-feira, o centro oferece yoga. “O yoga é um conhecimento milenar com origem na Índia, que busca a união entre corpo, mente e o todo que nos cerca, afirma Leila, responsável pela prática. “A tomada de consciência de que não estamos separados de nada e que é possível alcançar um estado de plenitude através dos código de conduta(princípios éticos), prática dos asanas, respiração consciente, o foco no aqui e agora, a meditação levam a um estado de plenitude, de auto-realização que chamamos samadhi, ou nirvana, iluminação como se diz no budismo”.

No sábado são oferecidos estudos budistas e meditação. Também é oferecido Qigong . Qigong ou Chi Kung se refere ao conjunto de exercícios físicos e de respiração, que tem a finalidade de estimular e promover uma boa circulação do fluxo de energia vital (Chi) dentro de nosso corpo, buscando melhorar o controle das trocas de energia entre corpo e mente.

É importante destacar que não é necessário ser budista para participar das atividades do centro. Pessoas das mais variadas vertentes religiosas participam de práticas como yoga e meditação.

Ao contrário do que muitos imaginam, Buda não é um deus. Ele é alguém que alcançou a iluminação, transcendendo o ciclo de sofrimento. Buda significa aquele que despertou. Conta a história que Sidarta Gautama era um príncipe que vivia cercado das mais belas coisas da vida. Na primeira vez que saiu do palácio, viu um homem doente e ficou aterrorizado ao descobrir que também ele ficaria doente. Na segunda vez, viu um homem velho e seu terror foi maior ainda ao descobrir que também ele envelheceria. Na terceira vez, viu um enterro e descobriu que também morreria, assim como todas as pessoas que amava. Atormentado, ele deixou o castelo e iniciou uma jornada que o fez descobrir como lidar com o sofrimento do mundo.

Serviço:

CENTRO BUDISTA JARDIM DE LUBINI
Terça-feira: Meditação Zazen, de 18:30 às 19:30 h
Quinta-feira: Yoga, de 18:30 às 20 h.
Sábado: Estudo de Darma, aula de Qigong e meditação Meta Bhavana
Todas as atividades são gratuitas.

O templo fica na Rua José Serafim 669, entre Av Jose Tupinambas (Nações Unidas) e Av General Osörio. Bairro Laguinho, Macapá. Contato: 981010602

Texto: Ivan Carlo – Jornalista e editor do site: http://ivancarlo.blogspot.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.