Um sábado à noite


Sábado a noite. Tem muita gente em clima de festa e outros tristonhos, preocupados consigo mesmo ou com pessoas que amam. Gente desfilando, outras bebendo e muitos aflitos por um leito de UTI. 

Há encontros frustrados, amizades desfeitas, fins de namoro, encontros e desencontros pela vida, como disse Vinícius. 

Sábado de sexo banalizado, bebedeiras loucas, alegrias, orações e muitas expectativas de melhora. Risos e lágrimas. Noite barulhenta e silenciosa. 

Mães abatidas por filhos irresponsáveis e pais orgulhosos por filhos pegadores. 

Num sábado à noite, as boites bombam e os hospitais também lotam. 

Mais uma festa, mais um prato cheio para efusivos, insatisfeitos, insanos e até pessoas normais, carregadas de responsabilidade. 

Desejos, promessas, arrependimentos, resignação e diversão. Um sábado a noite festivo para muitos e dramático para nós, desolados e preocupados com um ente querido. 

Enquanto você curte ou reclama da vida, tem gente lutando por ela. Tudo isso num sábado à noite. Depende de que lado da balança você está. 

Elton Tavares
  • Como disse Lulu santos: “Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite . Bem no fundo todo o mundo quer zoar. Todo mundo sonha em ter
    Uma vida boa, sSábado à noite tudo pode mudar”.

  • Caramba, Eltão…tudo literalmente perfeito, cada linha com sua palavra. Estamos eu, vc e muitos outros no aguardo de uma resposta que só vem com o tempo. Desejando que seu primo consiga, que meu sogro – que teve q ir pra Recife – consiga, q os jovens que se aventuraram de madrugada e viveram aquela acidente em Santana consigam…
    Só acho duro ter q entender, que para aprendermos que a vida é preciosa e delicada tem que ser dessa forma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.