Unifap ofertará curso de graduação para o Amapá, Calçoene e Pracuúba

Por meio do ‘Programa Norte de Interiorização’, criado em 1999, a Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) continua ampliando a oferta de cursos por todo o Estado. Com novo acordo firmado neste mês, serão disponibilizadas 50 vagas no curso de Licenciatura em Geografia, para a população dos municípios do Amapá, Calçoene e Pracuúba.

O reitor da UNIFAP, prof. Dr. Júlio Sá, anunciou oficialmente o curso, na sexta-feira, 16 de agosto, em cerimônia na Câmara de Vereadores do Amapá. O evento contou com presença da comunidade local, de vereadores e dos prefeitos Carlos Sampaio (Amapá), Belize Ramos (Pracuúba) e Júlio Sete Ilhas (Calçoene).

FORMANDO PROFISSIONAIS

A oferta da graduação em Geografia, além de atender os estudantes oriundos do ensino médio, também oportunizará a população do interior o acesso ao ensino superior, sendo uma das metas da Universidade. O Programa de Interiorização tem por objetivo instalar os cursos nos municípios do interior do Estado, com a mesma estrutura e qualidade das graduações existentes em Macapá e Santana. Inicialmente, a proposta atenderia apenas o município de Amapá. Porém, o acordo firmado entre as prefeituras e a reitoria da UNIFAP ampliou o curso, também, para Pracuúba e Calçoene.

Ainda para este ano, a UNIFAP levará cursos de graduação para outras regiões como Laranjal do Jari, Itaubal e ao arquipélago do Bailique, a 180 km de Macapá. A previsão para 2020 é atender os municípios de Ferreira Gomes e Porto Grande, por meio do Programa de Interiorização.

Na foto, o reitor da UNIFAP, prof. Dr. Júlio Sá, com os prefeitos Carlos Sampaio (Amapá), Belize Ramos (Pracuúba) e Júlio Sete Ilhas (Calçoene). Foto: Silvio Sousa / AsCom UNIFAP.

O processo de seleção – Para garantir o acesso de estudantes da região, a Universidade realizará um processo seletivo especial, ao invés de usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A prova constituirá de questões objetivas e específicas, e será aplicada no próprio município de Amapá, com previsão para a segunda quinzena do mês de setembro. Não haverá taxa de inscrição para a prova.

METAS DE INTERIORIZAÇÃO

Em 1999, o foi criado pela Universidade Federal do Amapá, o 1º Projeto Norte de Interiorização, com a proposta de ofertar cursos de graduação à população do interior. Com apoio das prefeituras e do Governo do Estado, no mesmo ano, foi realizado o primeiro programa de interiorização em regime modular, com sistema intensivo de aulas. A partir da crescente demanda, o projeto foi ampliado para formação de professores das redes estadual e municipal, além de atender estudantes do ensino médio que desejam ingressar no curso superior.

Recursos financeiros – Atualmente, o Projeto de Interiorização da UNIFAP conta com recursos federais obtidos com empenho do deputado federal, Camilo Capiberibe (PSB) e do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre. A UNIFAP também possui parcerias firmadas com as prefeituras dos municípios contemplados pelo programa.

Assessoria de comunicação da Unifap

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *