Val Milhomem gira a roda da vida. Feliz aniversário, poeta do Formigueiro!

Gira a roda da vida neste vigésimo dia de dezembro o compositor, Poeta do Formigueiro, um dos fundadores do Movimento Costa Norte, que fortaleceu a música regional amapaense, ícone da nossa arte, integrante do grupo Senzalas, letrista premiado e um dos maiores da música do Amapá, violonista, cantor, marido da Neth e querido amigo deste jornalista, Val Milhomem.

A música é, com toda certeza, a arte mais sublime, pelos menos para mim. A poesia vem em seguida. Val Milhomem alia esses dois talentos à sua gente bonisse, paideguice, bom humor e total falta de estrelismo (o que admiro muito em um cara foda como ele).

Com mais de 30 anos de carreira e uma trajetória admirável, o artista eleva a cultura do marabaixo e o batuque, sempre com muito brilho e talento. Ele está entre os grandes que o Amapá se orgulha em ter como cancioneiros.

Val é um cara muito pai’égua, pois sempre tratou as pessoas com respeito, educação e gentileza. Com os amigos então, o cara é um parceiro e tanto. Gosto muito dele. Além de fã do cara, tenho o orgulho de dizer que ele é um brother querido.

Val, que tu sigas a cantar as nossas histórias com essa poesia linda que Deus te concedeu. Tu és um cara foda. Que tenhas sempre saúde e ainda mais sucesso.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *