Vereador Ruzivan Pontes pede cumprimento da Lei que cria o Programa “Macapá Jovem”

Secretário Pedro Lourenço – Essa foto é do Jaciguara Cruz / Ascom /CMM

Em Sessão Ordinária, realizada na última terça-feira (17), na Câmara de Vereadores de Macapá, o secretário de Estado de Políticas Públicas para Juventude, Pedro Lourenço da Costa Neto, prestou esclarecimentos sobre a atuação do programa “Amapá Jovem”, que atende cerca de dez mil jovens em todo o estado, entre 15 e 29 anos – a maioria em risco social.

O secretário lembrou aos vereadores presentes que o programa não se restringe apenas em distribuir as bolsas no valor de R$ 120,00 (cento e vinte reais por mês). O programa é uma alternativa para a capacitação e preparação dos jovens para o mercado de trabalho. E chamou a atenção dos parlamentares macapaenses para a necessidade de elaboração de políticas públicas voltadas aos jovens da cidade de Macapá.

O município de Macapá, onde está concentrada a maior parte da população jovem do estado, precisa tratar de forma diferenciada esta questão”, disse o secretário.

Durante seu pronunciamento, o vereador Ruzivan Pontes (SD), agradeceu ao convidado e lembrou aos presentes da importância de políticas públicas que beneficiem o jovem de maneira geral.

Vereador Ruzivan Pontes – Foto: Marcelo Guido

“Investir em entretenimento, educação e cultura ainda é a melhor saída no combate contra a marginalização do jovem em nossa cidade, tirar esse jovem da área de risco na nossa sociedade é a função desses projetos” informou o vereador.

Durante a seção, Ruzivan fez referência a Lei 1998/ 2012, de sua autoria, que foi aprovada pelo parlamento, mas que infelizmente não vem sendo efetivada. A Lei em questão criou o programa “Macapá Jovem” e o portal “Macapá Jovem” em todo o âmbito do município de Macapá.

“Aprovamos muitas leis dentro da Câmara de Vereadores, mas vejo que falta vontade dos gestores em tirar do papel, e com essa lei não é diferente”, falou Pontes.

O vereador falou sobre a dificuldade em regulamentar a lei na atual gestão: “Venho, desde o meu segundo mandato, tentando implementar o programa que inicialmente iria beneficiar mil jovens na cidade de Macapá. Não sei informar se falta interesse por parte da Prefeitura, mas eu estou aqui para cobrar e irei fazer o que a população da cidade espera de mim. O compromisso com o jovem é uma bandeira do nosso mandato”, concluiu.

O que diz a Lei:

A Lei 1998/2012 autorizou o Poder Executivo Municipal a criação do programa “Macapá Jovem” e do portal “Macapá Jovem” em todo âmbito do município de Macapá.

O programa teria como finalidade a criação de agenda para melhoria das políticas públicas voltadas para juventude, como cursos profissionalizantes e eventos culturais. O portal prestaria informações para o público alvo.

Marcelo Guido
Assessoria de comunicação do vereador Ruzivan Pontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *