Viva o sarro!

Meu amigo Fernando Bedran, uma figuraça!
Nestes momentos de aprofundamento na merda fedorenta e altamente perniciosa, virulenta, contagiosa, contamos com o mergulho fundamental no oceano de criatividades, recheadas de humor ferino e talvez mórbido, com doses quase letais de sarcasmo e ironia, permeados de indignação e inconformidade.


Afloram pérolas da boa sacanagem Brasileira, que apesar de tudo e de ter vários críticos, é fenomenal. É melhor rir de si mesmo do que morrer chorando com pena do eu besta e hipócrita, psicopata e diabético. Viva o sarro!
Fernando Bedran

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*