Feliz aniversário, Rebecca Braga! (@rebeccabraga)

Tenho amigos das antigas, do tempo que a gente não tinha noção ou planos. Uma época de doideiras, amanhecidas, diversão e tudo ao mesmo tempo. Uma dessas pessoas gira a roda da vida hoje. Trata-se da filha mais velha do Braga e Filomena, mãe da linda Sofia, esposa do Giancarlo, cantora, compositora, instrumentista, ativista cultural, feminista atuante, cronista, professora de inglês e membro do Duo Musical Malabarista Flor, Rebecca Braga.

Já escrevi alguns textos de aniversário para a Rebecca. E muito escrevi sobre suas apresentações em Macapá, que eu sempre tentava comparecer. Às vezes, até resenhava sobre seus shows. Aliás, sempre foram cheios de boas energias e alegria. A “Bel”, como a chamo, sempre foi artista em sua essência.

Filha dos professores Braga e Filomena, Bel foi criada para pensar e ter olhar crítico do mundo. Assim ela foi moldada, junto à arte e personalidade invejável. Rebecca é inteligente, safa, malandra, bonita, tem atitude e caráter. Tenho orgulho dela. Foi assim que ela criou a Sofi, que se tornou uma moça linda e sabidona.

Rebecca sempre esteve dentro da cena. Podia ser cover, autoral, ganhando ou cantando de graça. Ela sempre correu atrás, puxou a fila, fez acontecer. Ela nunca parou. Foi servidora pública, deu aula, mas a música sempre transbordou de dentro dela. Aí ela se apaixonou pelo professor universitário Giancarlo Frabetti e foi ser feliz em Belém (PA). Como o cara também é músico e “sonhos não envelhecem”, ambos fazem sucesso com o Malabarista Flor.

Já disse e repito: Rebecca é talentosona, inteligente, dramática, amiga, sarcástica, sensível, depressiva, efusiva, nostálgica, questionadora, perspicaz, defensora e porta voz dos malucos. Em certos momentos, é invejavelmente politicamente incorreta, pois é capaz de atos transloucados e das mais nobres atitudes, entre outras tantas coisas legais e uma minoriazinha chata (nenhum de nós é perfeito e os velhos amigos sabem disso. Eu que o diga).

Não lembro quando eu e Bel nos tornamos irmãos. Tá, a gente brigou muito e ficamos putaços um com o outro em vários momentos, mas eu e Rebecca Braga nos amamos. Já vivemos muitas vidas nesta vida e sabemos que, mesmo distantes, um mora no coração do outro.

Rebecca, que tu tenhas sempre saúde, ainda mais sucesso e…“tu saaaaabes, Patinhas…”. Te amo! Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto republicado por motivos de falta de encontros nos últimos anos, mas verdadeiramente de coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *