Carnavalesco Milton Cunha ministrará palestra em Macapá

A Prefeitura de Macapá promoverá palestra e roda de conversa “Carnaval – Gestão de escola de samba e a força dos artistas populares”, nesta quinta-feira, 17, às 16h, no auditório do bloco “A Banda”. O momento contará com a brilhante participação do carnavalesco Dr. Milton Cunha.

A roda de conversa debaterá sobre a gestão de escolas de samba, a sociedade do espetáculo, criação da Liesa e mercado de trabalho.

Perfil do palestrante

Nascido em Belém do Pará e residente no Rio de Janeiro, Milton Cunha é carnavalesco, cenógrafo e comentarista de carnaval. Sua carreira iniciou como carnavalesco da Beija-Flor de Nilópolis, com o enredo Margareth Mee, a Dona das Bromélias, em 1994. Nos desfiles do Rio de Janeiro, passou ainda por União da Ilha do Governador, Unidos da Tijuca, São Clemente, Unidos do Porto da Pedra, Unidos do Viradouro e Acadêmicos do Cubango. Em São Paulo, passou pela Leandro de Itaquera.

A carreira internacional teve início em 2007, no Brazilian Ball do Canadá, em Toronto, onde esteve até a última edição do baile, em setembro de 2012. Em 2010, tornou-se carnavalesco da primeira escolar de samba de São Luiz (Argentina): a Sierra del Carnaval, realizando os desfiles. Nos últimos cinco anos, vem empreendendo trabalhos relacionados ao carnaval em Estocolmo (Suécia), Londres (Inglaterra), Lausanne (Suiça) e Johannesburgo (África do Sul). Trabalhou ainda como cenógrafo de shows em Angola e no Brasil para artistas como Luan Santana, Ney Matogrosso e Dudu Nobre.

Desde 2007, é diretor artístico da Cidade do Samba do Rio de Janeiro. O trabalho na TV inclui atuações como âncora de quadros no telejornal RJTV, comentarista de desfiles do carnaval e Festival Folclórico de Parintins, jurado do programa Go Talent Brasil e até uma participação na novela Balacobaco.

Serviço:

Data: 17/10 (quinta-feira)
Hora: 16h
Local: auditório do bloco “A Banda”
Endereço: Avenida Ernestino Borges, nº 252, Centro

Cássia Lima
Assessor de comunicação/Fumcult
Contato: 98104-9455

Animação audiovisual: Meu primeiro curta-metragem, no Sesc/AP

Viabilizando produções audiovisuais e ações educativas, o Sesc Amapá promove no período de 21 a 25 de outubro, a capacitação audiovisual “ANIMAÇÃO AUDIOVISUAL: MEU PRIMEIRO CURTA-METRAGEM”, ministrado por Ricardo Pereira de Sousa Filho no Sesc Araxá. A capacitação será realizada no horário de 14h às 18h, na Sala de Audiovisual do Sesc Araxá. Serão ofertadas apenas 20 vagas.

A oficina ANIMAÇÃO AUDIOVISUAL “Meu Primeiro Curta-Metragem” oferece informações para que os participantes aprendam tudo o que é necessário para criar histórias e produzirem seus próprios filmes. Os alunos têm oportunidade de experimentarem diversas técnicas, como desenho animado e a animação stop-motion. Ainda ficam por dentro das funções de um set de filmagens e de todas as etapas de produção de um filme de curta-metragem.

O Projeto Capacitação Audiovisual garante capacitações contextualizadas que subsidiem conhecimentos sobre como desenvolver competências de modo a permitir que no cumprimento das suas funções estejam contempladas as dimensões técnicas, para a ampliação de conhecimentos dos produtores independentes e assim, estimular a produção de filmes, que são igualmente importantes e imprescindíveis ao desenvolvimento e fortalecimento da linguagem audiovisual.

Informações: SESC Araxá, Setor de Cultura – Rua Jovino Dinoá, 4311 – Beirol – Tel. 3241-4440, Ramal 239.

Fonte: Sesc/AP

Ifap oferta 725 vagas em cursos técnicos integrados ao ensino médio

Reitora Marialva Almeida, no lançamento do PS 2020.1: “Venham ser vitoriosos no Ifap”. Foto: Breno Menezes (Deice/Ifap)

O Instituto Federal do Amapá (Ifap) lançou, no dia 19 de setembro, o Processo Seletivo para Cursos Técnicos Integrados ao ensino médio, na modalidade presencial, ofertados nos campi Laranjal do Jari, Macapá, Porto Grande e Santana, para ingresso no primeiro semestre de 2020. São ofertadas 725 vagas em 17 cursos destinados a estudantes que concluíram o ensino fundamental em idade regular, ou seja, estão terminando agora em 2019 o último ano ou última série do ensino fundamental. As inscrições serão realizadas no período de 21 de setembro a 20 de outubro, no sistema on-line. Para se inscrever ou saber mais, clique aqui.

O PS Técnico Integrado 2020.1 ocorrerá pela classificação do estudante por meio do desempenho (notas/conceitos) nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, do 6º ano (antiga 5ª série), 7º ano (antiga 6ª série) e 8° ano (antiga 7ª série) do ensino fundamental, conforme detalhado no edital. As notas são informadas no momento da inscrição e deverão ser comprovadas com a apresentação do histórico escolar durante a matrícula na instituição.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar a página do processo seletivo <http://processoseletivo.ifap.edu.br/>, entrar no “Sistema de Seleção do Ifap”, clicar em “Entrar/Acompanhar”, criar uma conta e incluir os dados solicitados. Depois de escolher o curso e o respectivo campus, deve preencher todos os dados e, em seguida, clicar em “Imprimir Guia de Recolhimento da União (GRU Simples)” ou “Requerimento de Isenção de Taxa de Inscrição”. O valor da taxa de inscrição é de R$ 10.

Conforme a legislação de cotas, 50% das vagas de cada curso são reservadas aos candidatos que estudaram, integralmente, em instituições públicas de ensino, identificados mediante as informações descritas no formulário de inscrição. Dessas 50%, a metade é reservada aos estudantes oriundos de famílias com renda per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita e superior a 1,5 salário mínimo per capita, para as cotas de autodeclarados pretos, pardos e Indígenas e de pessoas com deficiência.

Vitórias

Durante o lançamento do PS Técnico Integrado 2020.1, no hall do auditório do Campus Macapá, com a presença de equipes da Imprensa, convidados e servidores do Ifap, a reitora, Marialva Almeida, afirmou que a instituição está preparada para receber os 725 novos alunos nos cursos técnicos integrados, em 2020, graças ao trabalho coletivo que vem sendo desenvolvido e cada vez mais aprimorado ao longo dos anos. “Venham ser vitoriosos no Ifap”, declarou.

O pró-reitor de Ensino, Romaro Silva, destacou que este processo seletivo é exclusivo para os cursos técnicos integrados porque coincide com o calendário do ensino fundamental. “São cursos na forma integral onde as turmas têm tanto a formação técnica como a formação regular do ensino médio. E nossos alunos demonstram que saem tanto profissionais prontos para o mercado como preparados para ingressar nos cursos superiores”, disse.

Por Suely Leitão, jornalista da Reitoria
Departamento de Informação, Comunicação e Eventos – Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: [email protected]

Curso de inclusão digital do Facebook oferta 100 vagas no Amapá

Por Rafael Aleixo

O Facebook, em parceria com o Governo Amapá e a ONG Recode, oferta 100 vagas para jovens amapaenses no curso de inclusão digital da empresa, o Conectando seu Futuro. Podem concorrer às vagas pessoas entre 15 e 29 anos em estado de vulnerabilidade social.

As aulas, que iniciam no próximo dia 23 deste mês e vão até 20 de dezembro, serão realizadas em laboratórios da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Universidade do Estado do Amapá (Ueap).

Serão quatro turmas, sendo três na Unifap e uma na Ueap. As inscrições estão disponíveis até o dia 20 deste mês, no site da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Setec): www.setec.ap.gov.br.

O objetivo é oferecer a jovens em situação de vulnerabilidade social um itinerário formativo que atenda às demandas de uma nova sociedade pautada na 4ª Revolução Industrial, de forma que estimule o empreendedorismo social, cívico e de impacto, promovendo a transformação social proporcionada pelo uso das tecnologias.

Serão 80 horas de curso de formação, utilizando recursos tecnológicos necessários para o desenvolvimento dos participantes, além de visitas monitoradas e mentorias com a participação de voluntários da empresa.

Para o secretário da Setec, Rafael Pontes, a formação dos jovens é fundamental na preparação para entrada no mercado de trabalho. “O curso é importante, pois dá aos alunos noções essenciais sobre o uso de tecnologias digitais. Isso proporciona um domínio sobre novas tendências mercadológicas. Para este processo, também envolvemos as instituições de ensino superior para que pudessem ser participantes, através de suas estruturas físicas de laboratórios de informática”, destacou o gestor.

O curso inclui a criação de um protótipo de um aplicativo que tenha potencial para impactar positivamente a comunidade local dos alunos. As primeiras cidades com o Conectando seu Futuro são Canela (RS), Itapissuma (PE), Planaltina de Goiás (GO), São Paulo (SP) e Macapá (AP).

O que é o Projeto?

Lançado em 2019, o Conectando seu Futuro consiste na formação distribuída em três eixos: domínio dos programas digitais mais usados atualmente e uso consciente da tecnologia e da internet; conceitos de tecnologias exponenciais, incluindo inteligência artificial, realidade aumentada e internet das coisas; e módulo focado no desenvolvimento individual do jovem (concentrado em autoconhecimento, definição de metas pessoais e aprimoramento de habilidades socioemocionais) e na preparação para entrada no mercado de trabalho, demonstrando as tendências tecnológicas que afetam o mercado e trazendo atividades práticas de estruturação de currículo, de treinamento para entrevista de emprego e para estimular atitude empreendedora e a proatividade.

Capacitação Audiovisual Fotografia para Cinema, com Nildo Costa

O Sistema Fecomércio, através do Sesc Amapá, promoverá, no período de 23 a 27 de setembro, na unidade Sesc Araxá, a capacitação audiovisual “Fotografia para Cinema”. Entre as técnicas que serão ministradas estão: “Teoria e Prática”, “Noções de Direção de Fotografia” e “Introdução a linguagem filmica”. A qualificação será proferida por Francinildo Costa de Souza. Serão abertas (duas turmas), um turma das 8 às 12h e outra turma das 14h às 12h.  As inscrições, com vagas limitadas, estão abertas no setor de Cultura do Sesc. O investimento é 1kg de alimento não perecível.

A direção de fotografia é de suma importância no processo de construção de um filme, ele deve pensar quais momentos registrar a fim de alcançar o telespectador, mesmo de maneira inconscientemente, despertar o seu lado criativo e imaginário.

A oficina se propõe a discutir sobre todos os aspectos da fotografia de um filme como a iluminação, a escolha de lentes, câmera específicas, posicionamento de atores, movimentos de câmara, objetos em cena, ângulos e enquadramentos.

Francinildo Costa de Souza

Começou sua carreira na cidade de Macapá (AP) no ano de 2002 na empresa ALTV, onde trabalhou como cinegrafista e executou dois documentários: Junior Achiviement (SEBRAE) em Macapá (AP) e “CADAM CELULOSE” em Monte Dourado – PA. Tem vasta experiência em direção de fotografia. Através da empresa “Five Produções”. Foi diretor de fotografia dos documentários: “Prático do Amapá”, “Aquarela de Ensino á Distância” e documentário que representou o Amapá, no Congresso de Educação da UNESCO, recentemente em 2017. Participou como Diretor de Fotografia na série “Mad Scientist” do diretor Célio Cavalcante.

Com informações da Assessoria de comunicação do Sesc-AP.

Informações: 96-3241-4440

Oficina de capacitação audiovisual “FOTOTAXIA – O ELO PERDIDO”, ministrada por Miguel Takao Chikaoka (PA)

O SESC Amapá realiza a oficina de capacitação audiovisual “FOTOTAXIA – O ELO PERDIDO”, ministrada por Miguel Takao Chikaoka (PA), no período de 02 a 06 de Setembro no SESC Araxá. Será aberta uma turma de 14h às 18h na sala de Audiovisual do SESC Araxá.

Com inscrições limitadas – sendo apenas 20 vagas – a capacitação tem como proposta compartilhar práticas e abordagens do que constitui a gênese do processo fotográfico. Trata-se de uma imersão no universo da luz, em todas as suas dimensões, para experimentar o que dela flui. Uma oportunidade para vivenciar a articulação e integração de diversas áreas de conhecimento nas práticas educativas.

Sobre o Projeto Capacitação Audiovisual

Garante capacitações contextualizadas que subsidiem conhecimentos sobre como desenvolver competências de modo a permitir que no cumprimento das suas funções estejam contempladas as dimensões técnicas, para a ampliação de conhecimentos dos produtores independentes e assim, estimular a produção de filmes, que são igualmente importantes e imprescindíveis ao desenvolvimento e fortalecimento da linguagem audiovisual.

PRÉ-REQUISITO: Notebook com programa Darktable (livre) e uma lupa de brinquedo.
INVESTIMENTO: 10,00 e 1k de alimento não perecível.
INSCRIÇÕES PRESENCIAIS: Sala da Coordenadoria de Cultura no SESC Araxá.

Assessoria de comunicação do Sesc Amapá

Curso de Espanhol para Viagens oferta 40 vagas gratuitas

Quer aprender um novo idioma? Então não perca essa oportunidade! O Curso de Espanhol para Viagens está com inscrições abertas. Ao todo serão ofertadas 40 vagas imediatas, além de cadastro reserva. A formação é aberta ao público, sendo necessária idade mínima de 18 anos.

O curso é uma promoção da Pró-Reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (PROEAC), por intermédio do Departamento de Extensão (DEX) e do Colegiado de Relações Internacionais da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). A formação tem por finalidade despertar o interesse do público-alvo pela língua espanhola, fornecendo estratégias para a compreensão do idioma em nível básico. Durante o curso, são desenvolvidas as competências e habilidades de leitura, escrita e de oralidade.

Com aulas duas vezes por semana (terça-feira e quinta-feira), das 9h às 11h, no Campus Marco Zero do Equador da UNIFAP. O curso possui carga horária de 30h/aula.

Inscrições

O período de inscrições será de 02 a 03 de setembro de 2019, somente pela internet. Os interessados deverão enviar e-mail para [email protected], anexando: 1-) Formulário de Inscrição, preenchido e assinado, 2-) cópia do Documento com foto (RG) e 3-) CPF. A matrícula será realizada no primeiro dia de aula, com apresentação de documento original com foto.

Para outras informações, acesse: EDITAL DE SELEÇÃO Nº 009/2019

Assessoria de comunicação da Unifap

Curso de Licenciatura Intercultural Indígena da Unifap disponibiliza 30 vagas

O Curso de Licenciatura Intercultural Indígena (CLII) da Universidade Federal do Amapá (Unifap) oferece 30 vagas exclusivas aos indígenas do Estado do Amapá e Norte do Estado do Pará, para início letivo em 2020. As vagas são destinadas às etnias Galibi Marworno, Karipuna, Palikur, Wajãpi, Aparai/Wayana, Tiriyó/Kaxuyana e Galibi Kalinã. A distribuição de vagas será por etnia, conforme prevê o edital.

O CLII oferece capacitação específica para professores de educação básica atuar nas escolas indígenas de suas aldeias de origem. A formação é orientada nas áreas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas e Ciências Exatas e da Natureza. Em 2017, o CLII completou dez anos de implementação, sendo uma das primeiras licenciaturas indígenas criadas no Brasil.

INSCRIÇÕES – O período de inscrição será de 22 de agosto a 23 de setembro de 2019. Não haverá taxa de inscrição. Os interessados devem se inscrever via internet (https://depsec.unifap.br/index.php?c=psi20) ou, presencialmente, na coordenação do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena, no endereço situado na Rodovia BR 156, nº 3051, km 01, Bairro Universidade, no município de Oiapoque/AP, ou no Departamento de Processos Seletivos e Concursos – DEPSEC, Campus Marco Zero, localizado na Rodovia Juscelino Kubitschek de Oliveira, Km 02, Macapá/AP.

ETAPAS DA PROVA

A comissão responsável pela seleção divulgará os locais e horários das provas no endereço eletrônico: https://depsec.unifap.br/ Para ingressar no Curso de Licenciatura Intercultural Indígena 2020, o candidato passará por 3 (três) etapas de avaliação:

– Prova Escrita (Produção de Texto Escrito): dia 26 de outubro de 2019, das 15h às 18h. Possui caráter classificatório e eliminatório, valendo até 40 (quarenta pontos) pontos;

– Entrevista: ocorrerá de 04 a 08 de novembro de 2019, das 08h às 12h e das 14h às 18h. Também tem caráter classificatório e eliminatório, valendo até 50 (cinquenta) pontos;

– Comprovação de docência: a última consiste em comprovar o exercício de docência em escola indígena. Será realizada durante o período de entrevistas. Tem caráter classificatório valendo até 10 (dez) pontos.

TEMAS – Os temas abordados na prova escrita estarão relacionados à realidade dos Povos Indígenas do Amapá e Norte do Pará. A Entrevista terá como foco os conhecimentos e vivências dos candidatos em relação a sua identidade e pertencimento, cultura, valores étnicos e cosmológicos, história, língua e a escola indígena. O edital estabelece que o candidato deve possuir no mínimo 1 (um) ano escolar de exercício docente e no máximo 10 (dez) anos.

Resultados – O DEPSEC/UNIFAP divulgará até o dia 28 de novembro de 2019 a lista dos aprovados e classificados do Processo Seletivo. Os classificados deverão efetuar habilitação e matrícula nos dias estabelecidos pela Divisão de Registro e Controle Acadêmico-DIRCA/Campus Binacional, e DERCA/Campus Marco Zero, após publicação do Edital de Convocação, no endereço eletrônico www.unifap.br.

Assessoria de comunicação da Unifap

Colorindo o Futuro: Moradores da Baixada Pará participam de oficina de audiovisual

“Curta Baixada Pará em 1 Minuto” é a próxima etapa do projeto Colorindo o Futuro – Baixada Pará, que inicia na próxima semana para moradores da comunidade. A iniciativa é do Ministério Público do Amapá (MP-AP), que através das Promotorias de Meio Ambiente e Urbanismo está executando no local ações de educação ambiental, cidadania, justiça, educação, capacitação, saúde e agora, entra na fase de auto-reconhecimento e melhoria da estima dos moradores. A oficina de audiovisual será de 26 à 31 de agosto, na própria comunidade Baixada Pará, com disponibilidade de 50 vagas.

Esta oficina integra o objetivo do projeto Colorindo o Futuro, de provocar a inclusão de moradores em atividades de valorização das pessoas e do lugar em que habitam, e passem a contar as histórias, suas vivências, e expectativas quanto ao futuro. Os moradores serão os protagonistas, e através do olhar e experiência de cada participante, os vídeos serão produzidos. Na oficina, os participantes serão estimulados a contar histórias, produzir roteiros, identificar personagens, captar locais e pessoas de interesse do ponto de vista fotográfico e com curiosidades que podem ser aproveitados, fazer produção, entrevistas e outras ações referentes ao audiovisual.

O aprendizado será repassado pelo diretor e ator Thomé Azevedo, editor e diretor de fotografia Edson Martini, pelo cinegrafista, fotógrafo e diretor, Nildo Preto, e o assistente e produtor Mário Garavello. Eles resgatam uma experiência realizada em Santana nos anos de 2005 e 2006, onde a prefeitura do município promoveu o Curta Santana Num Minuto, e a população se envolveu na proposta e passou a ser ator, diretor, entrevistador e conseguiu produzir um material que conta a história do município e seus moradores, sua cultura e costumes. Cerca de 30 filmes foram produzidos nas duas edições do festival, que premiou os melhores. O Prodap também é parceiro desta oficina através do projeto Cidadão Digital.

“Eu e Edson Martini, junto com outros militantes do audiovisual como Ana Vidigal, Bruno Gerônimo e Willian Camilo, embarcamos na proposta apresentada pelo então secretário municipal, Augusto Oliveira, e passamos semanas em Santana reunidos com moradores em grupos de estudantes, catadores, prostitutas, donas de casa, uma série variada de pessoas. E o final foram histórias emocionantes que resultou em uma virada social, em que os idosos viraram atores, o estudante, repórter, e esta experiência queremos trazer para Baixada Pará em um novo formato”, disse Thomé Azevedo.

Nesta edição, a oficina de curta-metragem traz das edições anteriores, o formato um minuto, a inclusão de moradores na produção integral do material, e os ensinamentos com profissionais do mercado amapaense. Foi inovado na oficina a abertura para registro dos bastidores, aproveitando a capacitação em fotografia dos moradores oferecida através do MP-AP, e a troca de festival competitivo para Mostra de Vídeo, para não gerar o ambiente de competição. Foi dada a oportunidade inicialmente para os participantes das oficinas de Edição de Vídeo e de Fotografia, viabilizada por meio do projeto Colorindo Vidas, mas abertas as inscrições para outros interessados da Baixada Pará e arredores.

Para o promotor de Meio Ambiente, Marcelo Moreira, esta etapa do projeto é significativa porque expõe um outro lado da Baixada Pará, que será mostrada a partir da vivência dos moradores. “Por meio do projeto do MP-AP, fizemos parcerias com a PMM para a limpeza de parte da área alagada e de vias, junto com o SESI-SENAI e Exército levamos uma grande ação de saúde e estética, também com o Sistema S, Prodap, grupo Nutriama e empresa Sião Thur foram promovidos cursos, e agora chegou a vez de trabalharmos a estima dos moradores, que apresentarão uma Baixada que tem problemas, mas que também tem muita gente trabalhadora e estudiosa, que querem um lugar bom para viver com orgulho, com respeito às pessoas e ao meio ambiente”.

O projeto Colorindo Vidas iniciou em maio e entra em sua terceira etapa. Após este período de produção de audiovisual serão oferecidos os cursos de reciclagem de latas, garrafas plásticas, pneus e óleo de cozinha, para que seja formada uma cooperativa de trabalhadores da reciclagem que irá reaproveitar e gerar renda com o material que comumente é jogados na área de ressaca. Em seguida a proposta é fazer a pintura de 100 casas, em parceria com a Fecomércio, seguindo para finalização do projeto, que é a Mostra de Audiovisual, com uma sessão dos filmes na comunidade e a Ponte de Fotografia com os registros dos bastidores da oficina.

A oficina de Audiovisual “Curta Baixada Pará em 1 Minuto” será de 9h às 12, e de 15h às 18. Os aprendizes terão uma base para orientação oral, mas a prática será dentro da comunidade.

Serviço:

Mariléia Maciel
Assessora Operacional – CAOP/AMB
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Professor Paulo Flores ministra oficina de Choro e Marabaixo em Macapá

Estão abertas as inscrições para a oficina de choro e marabaixo que será ministrada pelo professor Paulo Flores. As inscrições podem ser feitas pelo link http://www.brasilinstrumental.com/oficinamacapa A oficina foi preparada especialmente para o público amapaense aliando a cultura do norte e do sudeste brasileiro.

A mesma será realizada em duas fases a primeira presencial onde serão trabalhadas músicas de Benedito Lacerda e Pixinguinha com a técnica de arranjo e composição “In loco”. A segunda fase será online com atendimento individual de cada aluno inscrito, no âmbito técnico e teórico e acesso a plataforma EAD com carga de 12 horas.

Paulo Flores, músico, educador, pesquisador, poeta, ilustrador. co-criador e Idealizador do curso de MPB e Jazz do Conservatório de Tatuí, Festival Brasil Instrumental, Circuito Cultural (atual Oficinas de Música), Orquestra de Câmara de Tatuí, Mostra Brasil Instrumental, Cambada Jazz Combo, Banda Curare, Projeto Benê O Flautista, Oficina Documentário e Exposição Temática Benê, O Flautista, Projeto Pixinga, O Arranjador, Banda Brasil Instrumental, Oficinas de Resgate de Bandas, Janelas Contemporâneas, Músicos sem Fronteiras e muitos outros projetos e trabalhos premiados dentro e fora do país. Como compositor e arranjador vem trabalhando com vários artistas, entre eles, Dori Caymmi, Mônica Salmaso, Proveta, Teco Cardoso, Paulo Freire, Ricardo Herz, Vinícius Dorin, Gabriel Grossi, Nenê, Léa Freire, Arismar do Espírito Santo, Sizão Machado, Hercules Gomes, Fernando Correa, Toninho Ferragutti, Laércio de Freitas, Edmundo Villani, Patricia Bastos, Paulo Bastos, Joãozinho Gomes, Lupa Santiago, Paulo Braga, Ed Sarath , Daniel Barry, Rusty Burge, Ed Neumaister, Aldo Salvanti e outros.

Fonte: Café com Notícias

Danielle Miterrand faz segunda chamada para preencher vagas remanescentes

Por Railana Pantoja

Iniciou no dia 5 e encerrou no dia 7 de agosto o período de inscrição dos interessados em cursar uma, das cinco modalidades de curso de Francês, ofertadas pelo Centro Estadual de Língua e Cultura Francesa Danielle Miterrand. A classificação era por ordem de inscrição.

O Centro estava ofertando 470 vagas, mas nem todas foram preenchidas. “Entre segunda (19) e terça (20) iremos lançar a lista de segunda chamada para preencher vagas remanescentes, vamos chamar candidatos que ficaram no cadastro reserva. A lista vai sair hoje (19) ou no máximo amanhã (20) no site www.processoseletivo.ap.gov.br e a matrícula desses candidatos será entre quarta (21) e sexta (23). Todos os dados relacionados à segunda chamada serão colocados no site”, explicou José Barreto, diretor do Centro.

Danielle Miterrand faz segunda chamada para preencher vagas remanescentes

O diretor informou que ainda está sendo calculado o número de vagas que restam. A matrícula deve ser feita presencialmente no prédio do Centro, localizado na avenida Feliciano Coelho, nº 1959, entre Santos Dumont e Hildemar Maia. As aulas iniciam nesta segunda (19) para veteranos; já os novos alunos começam na próxima semana.

“Chamamos atenção para o prazo da matrícula e os documentos necessários, pois a ausência de um documento pode causar desclassificação, o que aconteceu com vários candidatos. Após o período de matrícula, o candidato será desclassificado por não se matricular”, finalizou José.

Modalidades:

* Curso para maturidade: pessoas com idade igual ou superior a 60 anos;
* Curso para adolescentes: idade entre 14 e 17 anos. O interessado deve estar cursando o 1º ou 2º ano do ensino médio e comprovar por meio de declaração escolar;
* Curso para funcionários aplicado ao atendimento ao público: o candidato precisa ser funcionário público ou de empresas privadas e atestar/comprovar seu vínculo empregatício;
* Curso de produção oral em Francês: Já ter cursado, no mínimo, 360h de um curso de língua francesa e comprovar por meio de certificado de conclusão ou histórico;
* Curso aplicado à leitura de literatura de língua francesa: Já ter cursado, no mínimo, 360h de um curso de língua francesa e comprovar por meio de certificado de conclusão ou histórico.

Fonte: Diário do Amapá

II Se Conecte! curso de noções básicas a estratégias para o WhatsApp e Facebook, ocorre dia 17 de agosto, no Sebrae/AP

A publicitária e especialista em Marketing Digital, Bruna Cereja, ministrará no dia 17 de agosto de 2019, na sede do Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae/AP), em Macapá, um Curso de noções básicas a estratégias para o Instagram, WhatsApp e Facebook. Denominada “II Se conecte!”, a qualificação consiste em uma imersão, com duração de 7h, nas referidas redes sociais e promete ser um sucesso de público e crítica – à exemplo da primeira, realizada em março passado.

De acordo com Bruna Cereja, o curso abordará noções básicas e facilitará aos presentes melhor entendimento sobre as funcionalidades do Instagram comercial, como executar anúncios rápidos e analisar seu engajamento. A publicitária explicou também que o público que participar da qualificação aprenderá a aproximar seus clientes, formar embaixadores e trabalhar seu conteúdo baseado em respectivas clientelas, a partir da aplicação de estratégias.

Conteúdo do curso:

– Conhecendo as funções;
– Como utilizar a área de análise do público ao seu favor;
– Realizando patrocínio no Instagram;
– Cadastrando produtos;
– Uso de hashtags;
– Montando Persona;
– Tipos de postagens: Stories, Feed, IgTV;
– Montando perfil do público;
– Conteúdo criativo;
– Aplicativos de apoio; e
– Relacionamento com o cliente.

Bônus: Dicas Whatsapp e facebook

Sobre Bruna Cereja

Bruna Cereja é publicitária, graduada em Comunicação Social, pós-graduada em Administração de Marketing e especialista em Marketing Digital, com prática em desenvolvimento e coordenação de campanhas publicitárias há 15 anos. Bruna tem vasta experiência e conhecimentos técnicos em planejamento e execução na área de endomarketing, marketing político, desenvolvimento do mix de marketing, assessoria de imprensa e relações públicas, além de atuar na área de gestão de equipes, como analista e coordenadora de Mídias Sociais Empresariais em Macapá, Belém e Rio de Janeiro.

Diretora da Agência Cereja Marketing, já palestrou em diversos eventos em universidades e faculdades e ministra cursos e consultoria na área de marketing.

Serviço:

II Se conecte! Curso de noções básicas a estratégias no Instagram, WhatsApp e Facebook.
Carga horária: 7 horas
Local: Sebrae/AP, localizado na Avenida Ernestino Borges, Nº 740, centro de Macapá.
Dia: 17 de agosto de 2019
Hora: início às 9h
Investimento R$ 200,00 (Com Material digital e Certificado)
O pagamento da inscrição também pode ser efetuado com cartões de crédito.
Link para inscrições https://mkt.cerejamarketing.com.br/se_conecte_2

Mais informações via por WhatsApp, pelo número: 96 99188-2600

Fundo Amazônia: curso de pilotagem de drone forma multiplicadores no Amapá

Com o objetivo de formar multiplicadores para a Gestão Territorial Local (GTL) em áreas piloto prioritárias na Amazônia, a partir da análise e monitoramento de dados sobre uso da terra e planejamento florestal, a Embrapa Amapá em parceria com Embrapa Roraima e Embrapa Acre, promovem o curso “Uso de Aeronaves Remotamente Pilotadas no Planejamento Florestal”, no período de 12 a 16 de agosto, com atividades teóricas no auditório Tucuju e práticas no Campo Experimental da Fazendinha, em Macapá (AP).

A programação faz parte do projeto “Conhecimento Compartilhado para Gestão Territorial Local na Amazônia (TERRAMZ)”, integrante do Projeto Integrado da Amazônia, financiado pelo Fundo Amazônia e operacionalizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O TERRAMZ busca realizar o levantamento, monitoramento e análise de dados geoespaciais sobre o uso da terra, degradação florestal, incêndios, queimadas e disponibilidade de recursos naturais em áreas pilotos nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão e Roraima.

No âmbito da Embrapa Amapá, o curso é liderado pelo Núcleo Técnico de Recursos Florestais (NTRF), com coordenação da Engenheira Florestal pesquisadora Ana Euler. “Além de mostrar conceitos básicos sobre a operação de drones, o curso vai oportunizar aos participantes atividades práticas com foco no levantamento de dados sobre áreas de ocorrência de açaizais nativos”.

Esta capacitação contará com dois instrutores. O pesquisador da Embrapa Roraima e líder do projeto TERRAMZ, Haron Xaud, doutor em Sensoriamento Remoto; e o pesquisador da Embrapa Acre, Evandro Orfanó Figueiredo, que atua em planejamento rural e florestal com aeronaves remotamente pilotadas (RPA), manejo florestal de precisão, biometria florestal, impactos ambientais e inventário florestal. O evento é direcionado a técnicos da Embrapa, estudantes de pós-graduação e parceiros.

No Amapá, as atividades do TERRAMZ são desenvolvidas no Território do arquipélago do Bailique, localizado a cerca de 200 quilômetros de Macapá, na foz do rio Amazonas, sob a coordenação da Embrapa Amapá. O foco é a pesquisa para a integração dos conhecimentos tradicionais associados ao extrativismo dos açaizais nativos, com a utilização de drones para a identificação espacial e o mapeamento da ocorrência desses açaizais sob diferentes regimes de uso.

Programação:

12/08

Manhã- Conceitos básicos de cartografia e fotogrametria digital (4 horas) – Embrapa Amapá

Fotogrametria interpretativa e métrica/ Estereoscopia/ Restituição/ Fotogrametria digital/ Obtenção das imagens/ Análise da atitude da aeronave.

Tarde – Conceitos básicos de fotografia (4 horas)- Embrapa Amapá

Mecanismos da máquina fotográfica/ Tipos de câmeras digitais/ Comprimento focal/ Foco, abertura do diafragma, obturador (shutter)/ Sensor e sensibilidade (ISO)/ Triângulo da exposição – Abertura X Shutter X ISO/ Coleta de dados para um modelo 3D.

13/08

Manhã – Uso de drones na engenharia florestal (4 horas). – Embrapa Amapá

Estado da arte das Aeronaves Remotamente Pilotadas RPA/ Definição e classificação de RPAs/ Normatização do uso de RPA (registro na Anatel, registro na ANAC, Registro do Piloto no DECEA, registro do plano de voo no DECEA)/ Composição estrutural da aeronave/ Princípios de segurança do voo – regras de segurança; piloto e copiloto, limites de distância e altura de voo; área de exclusão aérea para voo de RPAs; sistemas de Failsafe; configuração básica de Go-Home; procedimentos para o caso de Flyaway/ Prática de calibração dos sensores (Unidade de Medição de Inércia – IMU, compass e gimbal)/ Monitoramento da atitude da Aeronave (Pitch, Roll, Yaw/ Manutenção das aeronaves e gestão das baterias/ Técnicas de pilotagem de RPA (treinamento dos movimentos do RC com o drone no solo).

Tarde – Cálculo e elaboração do plano de voo aerofotográfico (4 horas). – Embrapa Amapá

Objetivo da coleta de dados (seleção do alvo de interesse)/ Seleção do RPAs/ Escolha do GSD (Ground Sampling Distance), velocidade do RPA, altura de voo e configuração da câmera/ Definição do overlap longitudinal e lateral e estabelecimento das faixas de voo/ Cálculo dos parâmetros de voo semiautônomo/ Prática de elaboração do plano de voo semiautônomo em aplicativo (IOS ou Android) (missões simples e múltiplas)/ Prática de elaboração do plano de voo semiautônomo em WEBSITE/ Seleção das posições do GCP (Ground Control Point)/ Coleta dos GCPs com GNSS pós-processado.

14/08

Prática de operação de drones (multirrotores) (8 horas) – Campo Experimental da Fazendinha

Operação de decolagem (Take off) manual e automática/ Operação de aterrissagem (Landing) manual e automática/ Procedimento de check-list/ Simulação de erros do check-list/ Marcando o Home-point/ Operação em Hover (GPS)/ Navegação da Aeronave no GPS (visual)/ Navegação da Aeronave no GPS em First Person View (médias distâncias)/ Simular Go-Home/ Treinamento de decolagem e pouso/ Prática para execução do plano de voo semiautônomo – configurações de aplicativos, missões simples e múltiplas/ Análise pré-processamento das imagens aéreas e análise dos flight log.

15/08

Processamento básico para obtenção das ortofotos e nuvem de pontos pelo algoritmo sift (8 horas) – Embrapa Amapá

Compreensão do algoritmo SIFT (Scale-Invariant Feature Transform)/ Compreensão do processamento – registro dos pontos de controle (GCP), avaliação dos pontos chaves das imagens, avaliação dos pontos coincidentes entre imagens, alinhamento e calibração das imagens/ Parâmetros de processamento inicial/ Parâmetros de processamento da nuvem de ponto/ Parâmetros de ortofotos e MDS/ Avaliação da precisão e acurácia da ortofoto/ Leitura da nuvem de pontos e ortofotos.

16/08

Processamento básico para segmentação e classificação de imagens de alta resolução pelo algoritmo geobia (8 horas) – Embrapa Amapá.


Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Núcleo de Comunicação Organizacional
Embrapa Amapá
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Macapá/AP

TRE/AP oferta curso básico de Libras para servidores

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AP) realiza no período de 13 de agosto a 26 de setembro o curso básico de Libras voltado para servidores do TRE, Ministério Público (MP), Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

As aulas acontecerão todas as terças e quintas-feiras das 14h às 18h no auditório da Escola Judiciária e terá carga horária de 60 horas/aula.

O curso é uma realização da comissão de acessibilidade e inclusão do TRE em parceria com a Unifap e visa contribuir com a formação profissional e pessoal dos servidores da justiça através da oferta de capacitações e encontros.

A capacitação será ministrada pelo instrutor Erick Renan de Souza Cohen Dias. Ele é acadêmico do curso de graduação Letras Libras Português, pela Universidade Federal do Amapá (Unifap), é monitor em projeto de Extensões Libras para a comunidade, promovido pela pró-reitoria de extensões a ações comunitárias, é membro do projeto de extensão Lingua Portuguesa como segunda língua para surdos (L2). Monitor do projeto de Extensão, Edição de Materiais Didáticos bilíngues para surdos. Tradutor e interprete do par linguístico Libras – Língua Portuguesa.

Libras

A capacitação tem como base a determinações legais e do Conselho Nacional de Justiça, visando dar continuidade ao Projeto “Votar Sem Barreiras” que tem como objetivo aprimorar o atendimento ao eleitor especialmente para as Eleições de 2020, além de promover o conhecimento da cultura e identidade surda a partir do ensino da Língua Brasileira de Sinais, fornecendo competências comunicativas, ampliando a difusão e interação da comunidade surda e a sociedade.

Serviço:

Fernanda Picanço
Assessoria de Comunicação
Contato: (96)2101-1504 (ramal 1504)/ (96)98406-5721