O Equinócio de Primavera e o amigo Fernando Canto

equin_cio_luomo_foto_m_rcia_do_carmo1-220x205
Foto: Márcia do Carmo

Em Macapá acontece o Equinócio de Primavera. O fenômeno ocorre duas vezes ao ano, em março batizado como Equinócio das Águas, por conta do aumento do nível das águas e em setembro. O solstício marca o início das estações e faz com que o dia e a noite durem igualmente 12 horas.

Em 2012, quando cobri o acontecimento, o Equinócio ocorreu exatamente às 11h49 do dia 22 de setembro daquele ano. A luz do sol ultrapassou a linha imaginária do Equador, por dentro do obelisco do Monumento do Marco Zero. O fenômeno é visualizado em Macapá, única capital brasileira cortada pela linha que divide a terra em dois hemisférios: Norte e Sul. É um belo espetáculo!

equinociomax
Foto: Max Renê

Além do calor, show de luzes solares e florescer da natureza, o Equinócio sempre me lembra do amigo Fernando Canto. O escritor, poeta, entre outras tantas coisas porretas, é apaixonado pelo fenômeno natural, como também morre por amores de muitas coisas da nossa Macapá. O Barbonez (apelido dele, uma pequena fuleiragem que aprendi com seus filhos) até escreveu um livro, em 2004, e o batizou de EquinoCIO.

equinocio-2_30
Foto: Raimundo Fonseca

Dono de frases como: “E cá estou: no mais profundo mar. Sem culpas. Mudando como o sol na manhã de um equinócio da primavera”; “Que o sol em seu esplendor, neste Equinócio de Primavera, nos dê energia para enfrentar o trabalho e iluminar nossos passos pela vida”, “Do outono ou da primavera. Depende de que lado do mundo você está. Escolha o meio” ou parte de um poema: “Ao meio-dia, assombro-me em segredo – Encolhidinho – no equinócio da alma”, Fernando Canto segue a descrever poeticamente o equinócio com mais luz que ele próprio.

equinocio-da-primavera-6-foto-marcia-do-carmo1
Foto: Márcia do Carmo

Certa vez, pela rede social Facebook, Fernando disse-me: “brother, um bom dia de equinócio pra você. Muita energia e sinta-se A-sombrado (sem-sombra ao meio dia). Constate isso. Acho que da mesma forma como os paraenses saúdam seus conterrâneos dizendo “Bom Círio”, nós, do Amapá deveríamos dizer “Boa Luz para você” ou “Bom equinócio, minha nega”.

Aí pensei: esse cara é mesmo porreta, “fouuuu”!

12039520_10206099991596341_4119775574621075237_n
Eu e Fernando Canto – Foto: Sal Lima

Ainda bem que temos muita beleza natural e fenômenos como o equinócio, que acontecem duas vezes ao ano. E ainda melhor que temos pessoas como Fernando Canto, que vivem a cultura e a magia do Amapá e que acontecem o ano todo. Hoje, o espetacular fenômeno acontecerá às 22h53min. Portanto, boa luz pra você!

Elton Tavares

Hoje é o Dia do Contador – Meus parabéns aos profissionais (principalmente aos meus familiares contadores)

Hoje (22) é o Dia de Contador. A data é celebrada em 22 de setembro por conta da criação do curso de Ciências Contábeis no Brasil, instituída em vinte e dois deste mesmo mês de 1945, por meio do decreto nº 7988, assinado pelo então presidente Getúlio Vargas. A comemoração entende-se também ao apóstolo, São Mateus (festejado em 21/09), que foi cobrador de impostos e, por isso, é considerado o padroeiro da profissão.

O conceito de Contabilidade diz: “Ciência que tem como objeto de estudo o patrimônio das entidades, seus fenômenos e variações, tanto no aspecto quantitativo quanto no qualitativo, registrando os fatos e atos de natureza econômico-financeira que o afetam e estudado suas consequências na dinâmica financeira. Tais profissionais possuem conhecimentos avançados de matemática financeira, organização, precisão e leis tributárias. De acordo com a doutrina oficial brasileira, organizada pelo Conselho Federal de Contabilidade, a contabilidade é uma ciência social, da mesma forma que a economia e a administração. História Fabricação de cerveja no Egito antigo, com escriba registrando o número de garrafas produzidas.

Há relatos de que as primeiras manifestações contábeis datam de cerca de 2.000 a.C, com os sumérios. Num mercado baseado na troca de mercadorias, a contabilidade servia para definir quanto alguém possuía de uma determinada mercadoria e qual o valor de troca dessa mercadoria em relação a outra. Mas a contabilidade só foi reconhecida como ciência propriamente dita no início do século XIX. Por longo período sua história se confundiu com os registros patrimoniais de organizações mercantis e econômicas e até os dias de hoje é possível se notar alguma confusão entre a ciência contábil e a escrituração de fatos patrimoniais”.

Família de contadores

Minha família possui seis profissionais da área. Eles fazem os registros contábeis, cuidam de documentação, abertura e fechamento de empresas; prestam assessoria, fazem declarações de imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas; Escriturações; Demonstrações contábeis; Análises de balanços, etc. Tudo muito difícil para mim, sou somente um contador de histórias (risos).

Mas eles manjam. E muito, pois todos são bem sucedidos, graças a Deus e ao talento de cada um.

Portanto, hoje rendo homenagens ao meu irmão mais que maravilhoso, Emerson Tavares, meus primos, Adriano e Marcelo e meus tios Maria , Paulo e Dacivone. Todos profissionais respeitados e competentes. Não sou eu que digo isso, são os clientes e a ótima reputação deles dentro do mercado que atuam.

Em nome dos contadores de minha família, congratulo essa tão importante categoria profissional para a sociedade. Que vocês sigam contabilizando sucesso e que no fechamento o balanço seja positivo sempre. Parabéns!

Elton Tavares

Três vivas para Lúcia Pimentel! (feliz aniversário, tia querida)

Hoje aniversaria a dedicada mãe da Danielle, esposa e parceira do Pedro Aurélio, irmã apaixonada, advogada, zootecnista, fazendeira, servidora do Tribunal de Contas do Amapá (TCE/AP), torcedora fervorosa do Clube Náutico Capibaribe, cuidadora de animais (principalmente cavalos), minha querida e linda tia “postiça”, preferida e amada amiga deste editor, Lúcia Pimentel.

A Lúcia é uma daquelas pessoas que gosto de ter por perto. Conversar com ela é prazeroso e divertido, algo que me deixa feliz pela paz que ela emana. Trata-se de uma pessoa de verdade, que não esconde imperfeições e derrama uma sinceridade cativante.

Já disse e repito: Lúcia possui muita luz e ilumina nossas vidas com seus sorrisos, sotaque, conselhos, engraçadíssimas histórias de vida, cuidado e amor. Principalmente com seu marido, com nossa amada nonagenária, também conhecida como “vó Peró” e com os pequenos de nossa família. Sim, as crianças são loucas por ela. Não, na verdade, todos somos.

A Lúcia não avalia as pessoas por posses, cor, peso, classe social ou algum outro medidor nojento usado por pessoas que vivem em realidades paralelas e obscuras. Ela é realmente uma mulher do bem.

A nossa aniversariante transformou meu tio Pedro em um cara ainda mais bacana. Ambos são, além de família, amigos que posso contar. E é recíproco. Não lembro de nada, de nenhum episódio que desabone sua conduta. É, ela é MESMO uma pessoa que gosto de ter por perto.

Inteligentíssima, bonita, honesta, trabalhadora, sincera, carismática, prestativa, desprovida de frescura, discreta e dona de uma positividade invejável, que faz da Lúcia essa figura que a gente ama, respeita e admira.

Lúcia, querida doutora, que tu sejas sempre essa pessoa feliz, saudável e verdadeira. Parabéns por girar mais uma vez a roda da vida e que a sua vida seja longa. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Meus parabéns, Junior Nery! (@jr_nery )

Hoje aniversaria o jornalista, assessor de comunicação (um dos melhores do Amapá), ex-maluco, apreciador de som bacana, humornegrista, “PM” (apelido dado pela Lorena), diretor da D1 Comunicação, além de querido amigo das antigas, Junior Nery.

O Júnior é uma figuraça. Sempre bem humorado, com um sarcasmo e cinismo engraçado e inteligentíssimo, o cara é uma boa companhia para as conversas durante as pautas e em qualquer bar. Não à toa, é queridão por jornalistas em geral. Ele é divertido, criativo, sagaz e irônico. E o mais importante, é um daqueles caras que consegue aliar competência extrema à humildade e gentebonisse nível Pai Mei.

Hábil redator e o “fraco velho” para apurar um fato, Nery é jornalista que tem seu trabalho reconhecido aqui e em Belém (PA) e deste lado do Amazonas também. Gosto de ser amigo de Júnior, pois adoro de gente assim, que se garante e que nem por isso dá uma de otário (daqueles que estão em cargos e acham que são mais importantes que outras pessoas).

Conheci o JR na primeira metade dos anos 90, mas não tive muito contato, apesar de termos, desde aquela época, muitos amigos em comum. Enfim, o aniversariante é um cara real, daquelas pessoas de verdade que não se importam o que vão achar de seus defeitos e não se gaba de suas virtudes (a não ser que isso renda boas risadas aos amigos).

Júnior, mano velho, já cansei de te convidar pra gente encher a cara e falar merda. Quando der pra ti, me chama. E leva a Rúbia (outra figura do lado negro da Força, tão gente boa quanto ele). Enquanto isso, Gordão aqui vai rindo de ti nas pautas, pois é sempre diversão trabalhar ao seu lado.

Parabéns pelo teu dia. Que dures no mínimo mais 45 anos com saúde e sucesso. Feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto republicado, mas de coração.

Feliz aniversário, Naldo Maranhão!

10665750_701880746531626_6243641333321567589_n

Hoje também é o natalício do cantor, compositor, violonista, livre pensador, poeta, maluco das antigas e brother deste jornalista, Deuri Ribeiro, o popular “Naldo Maranhão”. O cara é um exímio letrista e um cantador que encanta. O talentoso amigo completa 46 primaveras nesta quarta-feira.

Já curti muitas noitadas com o artista e amigo cantando ou batendo papo. Sempre bebendo, claro. Ele é um cara brilhante, de sorriso fácil e com uma vasta cultura geral. Ah, onde quer que eu vá, se alguém me perguntar: “tem setor?”, lembrarei sempre de Naldo Maranhão.

Enfim, admiro muito a “Nau que veio do Maranhão”. Este é só um registro do apreço e amizade que nutro por ti, Naldo. Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares
*Texto republicado, mas de coração.

Feliz aniversário, Ângelo Fernandes! (@angelojor)

Também roda o calendário nesta terça-feira (18), pai amoroso do Miguel e marido apaixonado da Carlene, boleiro, corredor de rua, jornalista e coordenador de redes da TV Amapá, Ângelo Fernandes. O cara é um profissional competente, de fino trato com os colegas e gente boa em tempo integral. Sobretudo, um homem de bem.

Conheço o Ângelo há 8 anos, mas parece que faz muito mais tempo. Senhor do seu ofício, o brother é um cara inteligente, desenrolado, inventivo, perspicaz, gente fina, possui postura, é eficiente, responsável e o melhor: trata a todos com respeito, sem boçalidade ou fuleiragem.

Em resumo, Ângelo é um brother que posso encontrar nas pautas ou nos bares, que e é sempre uma festa. Amigo careca, este gordo aqui te parabeniza pelo teu dia. Que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos seus amores. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Hoje é o dia de Márcia do Carmo. Feliz aniversário, Marcinha! – @carmomarcia

Quem muda de idade nesta terça-feira (18) é a melhor fotógrafa com quem já trabalhei, fotojornalista de olhar aguçado, cineasta, publicitária, empresária, trabalhadora e batalhadora: Márcia do Carmo. Geniosa, ultra-competente, bronqueira, braba, às vezes “cri-cri” (como também sou), Marcinha é uma pessoa pequena, mas de grandes qualidades. Ela é uma mulher do bem e uma das grandes amigas que fiz nessa profissão.

Claro que eu e Márcia já brigamos, discordamos sobre uma penca de coisas e até nos agulhamos vez ou outra, mas esses embates fazem parte de qualquer relacionamento e a amizade é um deles. Ela mora no coração deste gordo e acredito ser recíproco.

Já passei alguns perrengues com a Marcinha. A gente já trabalhou debaixo de chuva e sol, com ela já fiz viagens malucas em que cobrimos diversos tipos de pautas e em condições adversas. Nós caminhamos na lama, dividimos comida e cervejas pelas estradas e bares do Amapá. A gente se respeita, se gosta e, às vezes, se chateia um com o outro, mas nada que abale a parceria.

Ah, a Marcinha é boçal, mas pode. Ela sempre faz as melhores fotos, mesmo que reclame da falta de profissionalismo em torno de algumas situações, a broda sempre faz a parte dela e de forma brilhante. Do Carmo também é uma filha zelosa, uma tia amorosa, uma amiga prestativa e uma das irmãs que a vida me deu.

Dentro desses sete anos em que sou amigo da Márcia do Carmo, vivemos um turbilhão de sentimentos e situações. Por tudo dito, feito e não feito mutuamente, tenho respeito e forte amizade pela pequena grande mulher.

Parabéns pelo teu dia, Marcinha. Que tu tenhas sempre saúde e sucesso junto aos seus amores. Sabes que a gente (e aquele grupo de amigos mais próximos) te ama. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Amigos, não se percam! – Excelente crônica de Ronaldo Rodrigues

Crônica de Ronaldo Rodrigues

Na ditadura, podia-se perder um amigo de um momento para o outro. Perder significa perder mesmo. Esse amigo poderia ser assassinado, morrer em emboscadas ou sob tortura. Ou, o que é pior, poderia desaparecer para sempre. Bastaria para isso que ele dissesse abertamente tudo aquilo que pensava. Ou tivesse comportamento e pensamento livres demais. Ou tivesse ligação com artistas, intelectuais, jornalistas ou outras espécies de pessoas que pensam. Uma pessoa pensando livremente é a maior ameaça a uma tirania. Podia ser nada disso. Uma suspeita de um vizinho bastava. Uma denúncia, uma invasão de domicílio arbitrária, uma prisão ilegal… E lá se ia nosso amigo.

Hoje, na democracia, para perder um amigo basta manifestar opinião contrária a ele. Liberdade de expressão, duramente conquistada, é, por muita gente, confundida com liberdade de agredir, ferir, magoar. Fazer isso com pessoas estranhas já é deplorável. Quando, por muitas vezes, quem está do outro lado é o que sempre se imaginou ser um amigo, a coisa fica insustentável.

Pelas redes sociais, amigos deixam de ser amigos, para constatar o fato de que nunca foram amigos. E trocam grosserias e se machucam e se excluem, em todos os sentidos. Essa é a derrota de todo mundo, não do lado A, nem do lado B, muito menos de quem não tem lado, o que não quer dizer está em cima do muro.

Perder um amigo é horrível. E aquele amigo que morreu na ditadura morreu exatamente para que os amigos de hoje possam exercer plenamente a maravilha de se ter um amigo.

Eu não admito perder um amigo para esse conjunto de fatos que citei acima. Posso perder uma discussão política, se o argumento contrário for mais forte do que o meu, perder amigo, não! Por essa causa sou capaz de convocar manifestações, organizar passeatas, subir no carro-som e disparar discursos. Quem vem comigo levanta mão aí!

Sobre este site – Por @MarileiaMaciel

Elogios são sempre bem-vindos. Mas recebidos de gente que entende sobre jornalismo e mídia, melhor ainda. Leiam o texto da amiga Mariléia Maciel sobre o site Blog De Rcoha:

O site do jornalista Elton Tavares chama a atenção pela criatividade e atrevimento colocados na vitrine. Com muita informação, ele traz cultura e lazer, faz piada, toca música, tem textos mirabolantes tirados da cabeça do dono e de colaboradores geniais, muitas imagens, homenagens e proporciona uma viagem pelos anos dourados de sua recente adolescência. Feito pelo multifacetado editor, o “De Rocha- Você pode discordar, ma é isso o que penso e ponto”, é conhecido também pelas polêmicas, verdades doídas e críticas com endereço certo. Irônico e cheio de argumentos, Elton dá suas características ao endereço eletrônico, o trata como um filho, e com carinho e bom humor, lota o espaço de notícias pra quem quer sempre estar antenado com o mundo.”

Jornalista Mariléia Maciel

Feliz aniversário, Helder de Melo!

1794690_714272275292473_5056280932736314440_n

Hoje é aniversário do contrabaixista, violonista, um dos grandes instrumentistas amapaenses, líder da banda Som Livre, com passagens por mais bandas do que posso contabilizar, pai dedicado e amoroso, marido apaixonado, amigo fiel, músico de alto nível e velho amigo deste jornalista, Helder de Melo.

Quem faz boa música é foda! É o caso do Helder. O cara é um dos melhores com o contrabaixo nas mãos deste lado do rio Amazonas. Possui um incrível gosto musical, dedilha desde o Blues, Jazz, MPB ao velho Rock And Roll, o ritmo do mundo.

Helder é um cara autêntico, inteligente, agradável, coerente, gente boníssima, comprometido com sua família e parceiro. Não lembro quando o conheci, mas foi em algum rock legal da primeira metade dos anos 90. Além disso, o músico já tocou com todos os grandes do Amapá, artistas que o respeitam como instrumentista, graças a sua trajetória, índole e talento.

Já curti muitas noitadas com o artista e amigo, tocando ou batendo papo. Sempre bebendo, claro. Ele é um figura brilhante, de sorriso fácil e com uma vasta cultura geral. Sobretudo, um homem de bem.

Além de músico, o cara é um luthier (espécie de artista que faz a manutenção e consertos em violões e demais instrumentos de corda) de mão cheia. Ele faz sucesso entre os instrumentistas com esse outro talento.

Há pouco tempo, este querido amigo passou por um problema de saúde.Ele sofreu um aneurisma (dilatação anormal de uma das artérias cerebrais) e foi submetido a cirurgia. Deu tudo certo.  Helder se recuperou e voltou a fazer arte. Sorte nossa, que ainda podemos vê-lo tocar e desfrutar de sua agradável companhia. 

Enfim, Helder, sabes que és um cara e tanto e este texto é somente pra deixar registrado a amizade, respeito e admiração que tenho pelo músico e homem que és. Que sigas pisando firme com muita saúde e sucesso, mano velho.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

 

Hoje é o Dia do Irmão. Obrigado por tudo, Merson!

14269749_1300180000035028_1315738455_n

Este site possui a seção “Datas curiosas”. Para essa coluna escrevo sobre curiosidades dos dias do ano. Na cultura Nepali, 5 de setembro (hoje) é o “Dia do Irmão”. A celebração faz parte de uma série de comemorações de festivais hindu. Lá, este é um dia de reconciliação, perdão e reencontro.

No Brasil, o dia surgiu por iniciativa da Igreja Católica, que homenageia o aniversário de morte da missionária Madre Teresa de Calcutá, desde 2007 – data que completou 11 anos de sua morte, também 5 de setembro. No entanto, não há um registro que oficialize a data no país.

Sim, eu sei, todos os dias é dia do irmão. Além de irmãos de sangue, todas àquelas pessoas especiais, consideradas grandes amigos e que também são como irmãos. Tenho tantos que não vou nomeá-los neste texto, pra não correr o risco de cometer injustiças. Aos meus queridos companheiros de vida, meu muito obrigado. Mas vou me ater ao meu irmão de fato, o Emerson Tavares.

dia-do-irmao
Admiro quem é bom irmão, mas a coisa é mais rara do que parece. São tantos casos de pilantragens, traições e falta de amor entre irmãos que, só de saber, lamento. Conheço muita gente que não dá valor aos seus e acho isso lamentável.

Eu tenho muita sorte de ser irmão de Emerson Tavares. O cara é gente boa, espirituoso, inteligente, bom caráter, bom pai, bom marido, bom filho, bom neto e irmão perfeito. Sim, perfeito pra mim. Tenho tanto orgulho dele que não cabe em mim.

Se alguém me perguntasse quem eu gostaria de ter ao meu lado para atravessar qualquer tipo de situação adversa, seria ele. Eu e Merson já enfrentamos muitas barras juntos e sempre vencemos tudo.

EmersonMeuIrmão
Emerson é o meu melhor amigo. Cara que sempre contei, conto e sempre contarei na vida. Ele me apoia, me aconselha, me ajuda, compra minha briga e, se preciso, me critica para que eu possa melhorar. Ele é sensacional!

Deus foi muito bom comigo. Merson é um cara fantástico. Uma pessoa sensacional que irradia positividade. Ele e minha mãe são pessoas que sempre me apoiaram e sempre apoiarão nesta vida.

12241666_908011252585240_4680578762328197033_n1 (1)
Se você não é tão amigo de seu irmão ou irmã, ainda é tempo de fazer essa relação virar um laço de amor, pois é para sempre.

A canção diz “o amor é um grande laço”. Entre irmãos, ele é mais forte e para sempre. Te amo, Merson! Obrigado por tudo, meu irmão maravilhoso!

Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado e certamente quem vai sempre te apoiar no futuro” – Trecho do poema Filtro Solar.

Elton Tavares

05 de Setembro- Sobre o Dia do Irmão – Por @BernadethFarias

Eu e a mada Berna, no aniversário dela. Uma querida irmã de vida!

Pelos laços sanguíneos fui abençoada com 9 irmãos. Somos cinco homens e cinco mulheres de uma família que tem como pilares os nossos grandes tesouros: Benedito e Maria (meus pais). Sou grata a Deus por ter irmãos generosos, parceiros, amorosos e também, claro, temperamentais, estressados e até desligados (nada é perfeito, hahahahaha).

Mas, além dos irmãos de sangue, o coração me presenteou com irmãos do coração. Daqueles que o amor e o carinho também se estendem para nossa família. Meu filho (Joab) e meu marido (Job) têm grande carinho pelos amigos/irmãos que estão em minha vida.

E nessa jornada de encontrar irmãos do coração, eu de fato sou muito abençoada. Ao longo desses 43 anos, os irmãos escolhidos pela alma se multiplicaram. Por isso, no dia de hoje, obrigada irmão. Seja de sangue ou de coração, o que importa é o amor e respeito que cultivamos diariamente. Feliz Dia do Irmão!

Bernadeth Farias – Jornalista

Meu comentário: queridona, sou obrigado por tudo. Amizade não se agradece, mas faço sempre questão de dizer que sou imensamente grato a você. Tu és uma daquelas pessoas que moram no meu coração. Amo você, irmã!

Jork faria 41 anos hoje – Para lembrar do brother

Hoje, 4 de setembro, seria o aniversário de Jorkdean Vilhena, falecido músico amapaense, que faria 41 anos. Ele foi assassinado aos 36 anos, no dia 13 de janeiro de 2013, depois de um desentendimento no trânsito.

Na época, a comoção tomou conta da família do brother e dos malucos de Macapá, pois Jork era um cara querido e considerado.

Conheci o cara em 1991, quando cursamos a 7ª série na Escola Alexandre Vaz Tavares (AVT). O cara era um gozador, um sacana gente boa. Ele nunca andou comigo pra cima e pra baixo, mas quando nos encontrávamos era festa, principalmente nos eventos de rock. Também fizemos algumas malucagens juntos (risos).

A gente não tinha contato no cotidiano, mas existia brodagem entre mim e aquele sacana. Jork era uma figura pouco (ou nada) ortodoxa. Tocava porradas do metal, mas também era apaixonado por Beatles e Raul Seixas. O cara fazia miséria no baixo, foi um dos melhores músicos amapaenses de sua geração e embalou piseiros memoráveis nas noites quentes de Macapá. Ele integrou várias bandas durante sua trajetória, a mais marcante foi certamente a Sloth.

Sua morte foi transformada em alerta para crimes como o que o vitimou e em arte, pois familiares e amigos do músico criaram o Festival Jork and Roll, realizado por alguns anos na Praça da Bandeira, no centro de Macapá, no período que seria seu aniversário. Jorkdean foi uma figura alegre, sempre com um sorriso no rosto e direto, não fazia rodeios. Tinha personalidade e possuía uma sarcástica malacagem.

Não é nenhum exagero afirmar que o Jork ajudou a puxar a fila e firmar o rock no Amapá, sobretudo o heavy metal. Além de extraordinário músico e ter atitude foda, ele era gente fina demais. Este texto, sempre republicado, é para o brother não ser esquecido, assim como esse tipo de crime do qual foi vítima.

Valeu, Jork!

Elton Tavares

Feliz aniversário, Marcelo Tavares!


Quem muda de idade hoje é dedicado pai da Alícia e Heitor, marido apaixonado pela Karime, filho da tia Maricá e tio Pedro Aurélio, contador, empresário, proprietário e sócio do meu irmão na Primor Contabilidade, praticante de artes marciais, DJ de fim de semana, amante de cervas geladas, botafoguense sofredor, meu primo e velho amigo, Marcelo Machado Tavares, o nosso Marcelinho.

Marcelo Tavares é muito mais que um primo. É um irmão. O Emerson que o diga. Juntos, já aprontamos muito nessa vida. Temos uma relação recíproca de amor e respeito. É, a gente ama esse cara.

Marcelinho está presente na minhas melhores memórias afetivas da infância. Ele era meu primo mais novo e sempre foi safo.

Marcelo, sacana, tu sabes o que já passamos e vivemos para ser o que somos hoje. Nossa amizade segue firme, muito mais pela afinidade do que pelo vínculo sanguíneo. Que tu tenhas sempre saúde. Muita saúde! E sucesso junto aos seus amores.

Parabéns pelo teu dia, mano velho. Tu moras no meu coração. Feliz aniversário!

Elton Tavares