Times do Amapá jogam contra a homofobia nos estádios

Quem pôde acompanhar os jogos das últimas temporadas dos campeonatos promovidos pela Federação Amapaense de Futebol (FAF), viu que um novo passo em grupo foi incluído no ritual de início das partidas. Não se trata de superstições e orações pedindo pela vitória, mas sim, de uma manifestação por respeito nas torcidas.

Graças à resolução 001/2019 do Tribunal de Justiça Desportiva do Amapá (TJD/AP), os jogadores mostraram que antes da disputa entre adversários, vem o respeito ao próximo, dentro e fora do campo. Uma faixa contra homofobia foi o instrumento utilizado para mostrar aos torcedores que nossos desportistas jogam, antes de tudo, contra todo tipo de preconceito.

A campanha contra homofobia é resultado de acordos entre os clubes e o TJD/AP, para compensar penas e multas de faltas cometidas no decorrer dos jogos.

Arthur Lobo, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Amapá, explica que esse movimento de conversão de penas começou em 2017, quando o TJD/AP passou a adotar essa possibilidade prevista no Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

“O código desportivo prevê a conversão de pena em medidas de interesse social. Muitas vezes, os clubes não tem dinheiro para arcar com as multas, e até 50% das penas podem ser convertidas. Sendo assim, iniciamos esse movimento de responsabilidade social que já trouxe temas como violência contra mulher, racismo e, este ano, a homofobia para o campo”, disse.

As conversões iniciaram em 2017 e desde então, também foram efetivadas campanhas de doações de sangue, fraudas geriátricas e cestas básicas como forma de conversão de penas ou execuções de transações disciplinares para os clubes punidos.

O presidente da FAF, Netto Góes, defende que o respeito vem antes de qualquer rivalidade. “Não apoiamos em nenhuma situação que palavras de incentivo esportivo na torcida deem espaço para gritos preconceituosos. Nossas campanhas são por um futebol livre de intolerância”, disse.

No Brasil

Em agosto desse ano, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva emitiu um ofício para clubes e federações do futebol brasileiro contra os casos de homofobia nas competições nacionais. A nota, assinada pelo procurador geral Felipe Bevilacqua, foi embasada em decisões recentes do Superior Tribunal Federal e da Fifa, que visam defender a diversidade na sociedade – e também dentro dos estádios.

Comunicação FAF

Disputa entre Mazagão e Santana abre os jogos das quartas de final do Intermunicipal

Começa nesta quarta-feira, 16, a rodada das quartas de final do Campeonato Intermunicipal 2019, realizado pela Federação Amapaense de Futebol (FAF). Oito times chegaram à essa fase do campeonato e o primeiro jogo entre as ligas de Mazagão e Santana acontece no Estádio Aluizio Videira, em Mazagão. Na partida de volta, que será realizada no sábado, 19, os times jogam em solo santanense, no Estádio Augusto Antunes.

A liga de Mazagão voltou ao campeonato com a desclassificação da liga de Pedra Branca, penalizada pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Amapá por não entrar em campo com todos os jogadores regularizados conforme determinação da CBF.

Próximas partidas

Os jogos da Chave F, entre Pracuúba e Calçoene, acontecem nos dias 23/10 (ida) e 26/10 (volta) nas próprias localidades sedes.

Pela Chave G, Porto Grande e Mangueirão se enfrentam nos dias 29/10 e 01/11, com partidas nos Estádios Augusto Antunes e C.Brito, em Santana e Porto Grande, respectivamente.

Os últimos jogos da rodada acontecem dias 06/11 e 09/11, entre Amapá e Cutias, nas próprias localidades sedes.

Os primeiros cruzamentos das semifinais estão marcados para começar dia 13/11 com local a definir. A final do Intermunicipal 2019 deve acontecer no dia 07 de dezembro, conforme planejamento da FAF.

Comunicação FAF
Marcelle Nunes

FAF aguarda julgamento de recursos para continuação do Intermunicipal 2019

O Campeonato Intermunicipal, promovido pela Federação Amapaense de Futebol (FAF), continua suspenso enquanto o Tribunal de Justiça Desportiva do Amapá (TJDAP) julga os recursos das ligas penalizadas por entrarem em campo com jogadores não regularizados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Em sessão de quarta-feira, 02, o TJDAP julgou procedente penalizar as ligas de Cutias, Pracuúba, Serra do Navio e Pedra Branca com a perda de quatro pontos na tabela. Com a decisão, as classificadas Cutias e Pracuuba, que tinham sete pontos, ficaram com três e Pedra Branca, que vinha com quatro pontos, perdeu tudo e foi automaticamente impedida de seguir para as quartas de final do campeonato. A desclassificação de Pedra Branca, classifica Mazagão, com dois pontos.

Recursos de jogos

A liga de Pedra Branca recorreu da punição ao TJDAP, e Laranjal do Jari ingressou com impugnação da partida jogada contra o Mangueirão no dia 28 de setembro.

Os recursos podem vir a conceder nova pontuação para os times, trazendo Pedra Branca e Laranjal de volta à competição.

Campo

A liga de Porto Grande também aguarda julgamento para saber se perde o mando de campo, já que foi penalizada por mau comportamento da torcida no último jogo no município. Caso o TJDAP decida manter a penalidade, o jogo terá que acontecer em outra sede, a ser definida posteriormente.

A sessão de julgamento das ações pendentes acontece na próxima quinta-feira, 10, a partir das 19:00, no Tribunal da Justiça Desportiva. Até que a Corte se reúna, a FAF aguarda para retomar o campeonato.

Marcelle Nunes
Comunicação FAF

Amantes do futebol conhecem o campeão do Amapazão 2019 nesta quinta-feira, 29

O Estádio Zerão sedia o jogo final do Campeonato Amapaense de Futebol 2019 nesta quinta-feira, 29. A disputa pelo título de melhor do futebol profissional do Amapá será entre Ypiranga e Santos – AP, às 20:30.

O Santos vai para a partida precisando da vitória e o Ypiranga já se consagrada campeão com o empate em campo. Os ingressos serão vendidos na bilheteria do estádio por R$ 10 inteira e R$ 5 a meia.

Programação

A Federação Amapaense de Futebol (FAF) preparou uma grande festa para a noite da vitória. Para abertura do jogo, os torcedores assistirão uma apresentação técnica do Time Amapá Futebol de Amputados, que mostrará suas habilidades em campo. Esses atletas são os representantes do Amapá no Campeonato Brasileiro De Futebol de Amputados, que acontece em Sorocaba (SP), em outubro.

No intervalo, serão sorteados itens oficiais da CBF e uma moto zero km para os torcedores que estiveram nos jogos da temporada no Zerão.

O Tribunal de Justiça Desportiva também entregará no intervalo do jogo cestas básicas e itens de higiene pessoal para instituições sem fins lucrativos. O material é fruto de transação disciplinar com Ypiranga e Santos. O acordo jurídico permitiu a liberação de três atletas de cada clube para as partidas da final.

Transmissão

O jogo será transmitido pela equipe da FAF TV ao vivo pela plataforma de streaming MyCujoo. A partida ficará disponível para acesso na internet no link https://mycujoo.tv/video/fafap

Serviço:

Final do Amapazão
Data: 29/08
Local: Estádio Zerão
Horário:
· 20:00hs – Abertura apresentação técnica do Time Amapá Futebol de Amputados
· 20:30hs – Início do jogo Santos X Ypiranga

Marcelle Nunes
Ascom FAF

Interdistrital 2019: Tracajatuba receberá seletiva neste fim de semana

A bola irá rolar neste fim de semana no distrito de São Joaquim do Pacuí, mais precisamente na comunidade de Tracajatuba, distante 163 quilômetros de Macapá. É lá que ocorrerá a seletiva da 43ª edição do Torneio Interdistrital, considerada uma das mais importantes competições do futebol amador do estado.

Os jogos iniciarão no sábado, 31, a partir das 13h, e domingo, 1º de setembro, às 8h. A bola rolará com partidas nas categorias masculina e feminina. São esperados mais de 400 atletas e dirigentes das equipes, além de um grande número de torcedores. Anananzal, Campina de São Benedito, Dois Irmãos, Ramal Satiro, São Luiz, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Salamito, Vila do Damasio São Francisco do Alto, Tracajatuba I, II, III e Vila do Gordo confirmaram presença.

O Interdistrital promete movimentar a localidade, já que os empreendedores aproveitam para faturar com a venda de churrasquinhos, chopp, cervejas e refrigerantes. A disputa é organizada pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel), que inclui anualmente a programação esportiva no calendário de eventos.

A gestora da Comel, Naldima Flexa, explica que as equipes de Tracajatuba sempre figuram entre os finalistas na decisão, que ocorre na capital. Ano passado, o PSV, de Tracajatuba, foi campeã no feminino e vice no masculino. “Os times se reorganizaram e montaram as equipes de maneira que sempre algum deles é finalista na decisão. Será uma grande seletiva”, disse.

A seletiva irá premiar os vencedores com R$ 1 mil para o campeão e R$ 700,00 ao vice, em cada modalidade. O recurso ajuda as equipes com as despesas na fase final, prevista para ocorrer em outubro.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel
Fotos: Arquivo

Estão abertas as inscrições para o Campeonato Amapaense de Futebol Feminino

A conclamação vem através de portaria divulgada nesta segunda-feira, 26, e abre inscrições do Campeonato Amapaense de Futebol Feminino para todos os clubes e ligas filiados que queiram participar dessa categoria de disputa.

A Federação Amapaense de Futebol (FAF) promove o campeonato estadual e as participantes concorrerão à uma vaga no Campeonato Brasileiro Feminino Série A2 de 2019.

As inscrições vão até dia 06 de setembro na sede da FAF e são gratuitas. Para participar, os clubes precisam estar com situação estatutária ativa e regular.

O presidente da FAF, Netto Góes, anima os clubes a participarem da disputa: “nunca o futebol feminino conquistou tanto espaço como nos últimos anos, especialmente em 2019, com a Copa do Brasil de Futebol Feminino. Queremos que essa categoria ganhe seu espaço também no Amapá, onde sabemos que temos tantos talentos”.

Campeonato

Em 2018, a disputa reuniu oito times, entre profissionais, ligas desportivas e times amadores. Com as inscrições finalizadas, a previsão é que o campeonato de 2019 inicie na segunda quinzena de outubro.

Marcelle Nunes
Comunicação FAF
98106-4232

FAF TV: Final online do Amapazão já foi assistida por mais de 800 espectadores

No sábado, 24, a Federação Amapaense de Futebol (FAF) fez sua primeira transmissão ao vivo através do MyCujoo, plataforma virtual que é base de acesso do conteúdo do canal online FAF TV.

A estreia foi com o jogo de ida da final do Campeonato Amapaense de Futebol – Amapazão. A disputa entre Ypiranga e Santos foi transmitida na íntegra, com narração e destaque dos melhores momentos, e foi acompanhada por 810 pessoas na internet até esta terça-feira, 27.

A torcida virtual foi uma força extra para os 860 torcedores que estiveram fisicamente no Zerão para o jogo. Após a transmissão ao vivo, o link da partida continua disponível no canal da Federação dentro da plataforma, e pode ser revisto e compartilhado através das redes sociais.

Para o presidente Netto Góes, esse recurso agrega tecnologia ao futebol do Amapá e permite que as disputas possam ser acompanhadas pelo mundo todo.

“A fundação da FAF TV através da plataforma do MyCujoo aponta para o futuro. É o futebol amapaense entrando na era digital e mostrando que tem seu espaço. É uma conquista”, concluiu.

FAF TV

A parceria com o My Cujoo vai permitir a transmissão não só de jogos, mas de toda programação promovida dentro da FAF. Dessa forma, sorteios de arbitragens, chaveamento de campeonatos, entrevistas e sessões do Tribunal de Justiça Desportiva também estarão disponíveis na plataforma.

O próximo jogo a ser transmitido ao vivo acontece nesta quinta-feira, 29, na final do Amapazão, às 20:30. O agendamento do link já está disponível em https://mycujoo.tv/video/fafap

Marcelle Nunes
Comunicação FAF
(96)98106-4232

Interdistrital: definidos representantes das comunidades de Santa Luzia e São Joaquim do Pacuí

O fim de semana foi movimentado no futebol amador na região do Pacuí. Tudo porque ocorreu na localidade mais uma seletiva do Torneio Interdistrital 2019, realizado pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel). A disputa aconteceu nas modalidades masculina e feminina, e foi realizada nas comunidades de Santa Luzia (Catanzal) e São Joaquim.

Participaram das partidas mais de 600 atletas, entre membros das comissões técnicas e jogadores. Em Santa Luzia (Catanzal), estão classificados os times de Santa Luzia (campeão) e São Francisco (vice) no masculino. E a mulherada também correspondeu às expectativas e fizeram partidas emocionantes. São Benedito (campeã) e Santa Catarina (vice) asseguram presença na fase final da competição.

Já em São Joaquim do Pacuí, São Joaquim (campeão) e Corre Água (vice) foram os classificados no masculino. No naipe feminino, São Joaquim B (campeã) e São Joaquim A (vice) também estarão na etapa final do torneio. Somadas as duas localidades, foram contabilizados mais de 45 gols marcados. Uma média considerada excelente pela organização.

Segundo a gestora da Comel, Naldima Flexa, a seletiva do último fim de semana foi extraordinária, já que as equipes e a comunidade de modo geral se envolveram, tornando as partidas emocionantes do início ao fim. “Foram jogos comoventes, o que nos leva a crer que este ano o Interdistrital não terá favorito. As duas comunidades estavam unidas e os jogos foram muito técnicos, ou seja, verdadeiras potências”, disse.

A seletiva premiou os vencedores com R$ 1 mil para o campeão e R$ 700,00 ao vice, em cada modalidade.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel

Interdistrital 2019: definidos representantes da Fazendinha para finais da competição

Na segunda seletiva do 43º Torneio Interdistrital de Futebol, as equipes da Prainha e Praia, no masculino, e Fazendinha, no feminino, se classificaram para fase final da competição. A etapa aconteceu no domingo, 18, no distrito de Fazendinha, e atraiu um bom número de torcedores. O Interdistrital é organizado pela Prefeitura de Macapá, por meio da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel).

Nesta seletiva, os times do Alfaville, Igarapé da Fortaleza, Santa Terezinha, Chefe Clodoaldo, Praia e Prainha estiveram em busca da vaga na decisão. Os jogos foram emocionantes. A competição terá seletivas até a final da disputa, que irá ocorrer em outubro. Até lá, Bailique, Coração, São Joaquim do Pacuí, dentre outras, irão sediar a fase classificatória.

Segundo a titular da Comel, Naldima Flexa, a seletiva da Fazendinha terá representantes de alto nível técnico nas finais. “Foi surpreendente a seletiva no que se refere ao nível técnico dos times. O Prainha, por exemplo, com certeza, é um forte candidato”, finalizou.

Jonhwene Silva
Assessor de comunicação/Comel

Aprendizado e sonhos alimentados durante evento do CBF Social em Macapá

“Eu quero ser jogador da Seleção Brasileira”, confessou Sérgio Filho, que com apenas 09 anos de idade, presta muita atenção em todos os detalhes ditos pelo treinador da Seleção Brasileira Sub-15, Paulo Victor. O sonho de Serginho é o mesmo de tantos jovens amapaenses, que nesta quarta-feira, 15, tiveram oportunidade de ouvir e falar sobre futebol com os representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O seminário promovido pela Federação Amapaense de Futebol (FAF), em parceria com o departamento CBF Social, reuniu mais de 200 pessoas no auditório do Museu Sacana neste primeiro dia de programação.

Diogo Netto, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF, abriu as discussões da tarde, e falou sobre identificação e desenvolvimento do talento no futebol. Diogo também apresentou as iniciativas do departamento social da CBF em todo o Brasil.

“Queremos que esse departamento alcance os jovens brasileiros e temos muitas parcerias a fazer, mas esse é um processo sem pressa, a ser feito com eficiência. Aqui no Amapá, por exemplo, já estamos em discussão para implantar um Centro de Desenvolvimento do Futebol aqui no Amapá”, adiantou.

A segunda palestra foi proferida pelo treinador Paulo Victor, que apresentou as estratégias que usa com seus jogares em campo e falou sobre o perfil do atleta que tem chances de chegar na Seleção.

Talento, coragem, amizade e determinação foram os sentimentos passados pelo treinador aos jovens presentes no seminário.

“Nós trabalhamos com valores que vão além de futebol, queremos atletas talentosos, mas com mentalidade firme, com garra para lutar pelas vitórias em unidade com toda equipe. É em busca disso que percorremos o Brasil”, explicou o treinador.

Drogas

Uma parte da tarde foi dedicada à discussão sobre o combate ao doping no esporte. A palestra foi proferida pelo médico Fernando Solera, oficial médico do Controle de Dopagem da FIFA, que mostrou ao público todo o procedimento usado para combater o uso de substâncias ilícitas nos atletas do Brasil.

Solera disse também que será implantada uma sala antidoping no Amapá, em parceria com a FAF, para que, no máximo em um ano, todos os campeonatos passem por esse controle.

Recompensa

Para o presidente da FAF, Netto Góes, o momento foi uma oportunidade gratificante de incentivo ao futebol de base do Amapá.

“É preciso incentivar o futebol de base e temos procurado formas de encontrar esses novos atletas e dar espaço para o seu crescimento. Ver que o futebol ainda alimenta o sonho de tantos jovens é a melhor recompensa. Melhor ainda é contar com o apoio da CBF nessa missão”, concluiu o presidente.

Festival

A programação do seminário continua nessa sexta-feira, 16, com o Festival de Futebol no Zerão. Meninos e meninas do Amapá estarão em campo, sob o olhar da equipe da CBF que atua como olheira pelo Brasil, incluindo o treinador da Seleção Brasileira Sub-15. O Festival acontece de 09 às 12:00hs.

Por Marcelle Nunes
Comunicação FAF
96- 98106-4232

Treinador da Seleção Brasileira Sub-15 palestra em seminário da CBF em Macapá

Paulo Victor Ramos, treinador da Seleção Brasileira Sub-15, é um dos palestrantes no Seminário de Futebol na Infância e Adolescência que começa nesta quinta-feira, 15. A programação é uma iniciativa da Federação Amapaense de Futebol (FAF) em parceria com o departamento social da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O evento acontece no Museu Sacaca, de 14:00 às 18:00hs.

Além do treinador da Seleção, estarão presentes Diogo Netto, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF e Fernando Soleira, coordenador da Comissão Médica e de Combate à Dopagem da CBF. As palestras dos três representantes serão sobre “Identificação e Desenvolvimento do Talento no Futebol”, “Prevenção ao Doping no Futebol” e a “Proposta de Trabalho na Seleção Brasileira”.

Olheiro

O jogador Branco, herói na Copa de 94, chega para o Festival do Futebol, que acontece na sexta-feira, 16, no Zerão, e reúne meninos e meninas de 09 a 13 anos para jogar sobre a avaliação do jogador, que é o coordenador de Seleções de Base da CBF e vem como olheiro dos talentos do Amapá.

A participação no seminário é gratuita e as inscrições podem ser feitas pelo link http://portalcbfsocial.cbf.com.br/futebol_base_amapa

Confira a programação do evento: 

Seminário de Futebol na Infância e Adolescência – CBF Social

Dia: 15/08/2019

Local: Auditório do Museu Sacaca

14h – Abertura – Netto Góes- Presidente da Federação Amapaense de Futebol.

14h:30: Palestra Identificação e Desenvolvimento do Talento no Futebol.

Por Diogo Netto

Gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF.

Doutor em Medicina Esportiva na Infância e na Adolescência.

Mestre em Fisiologia da Performance

Formado em Educação Física.

15h30: Palestra Combate ao Doping no Futebol

Por Fernando A. Solera.

Médico

Coordenador da Comissão Médica e de Dopagem da CBF.

Oficial Médico Controle de Dopagem da FIFA.

Membro da Comissão Médica e Unidade Antidopagem da CONMEBOL.

Membro da Câmara Técnica de Medicina do Esporte do Conselho Federal de Medicina – CFM

16h30: Intervalo

17h: Palestra Proposta de Trabalho na Seleção Brasileira

Por Paulo Victor Rodrigues Gomes

Graduado em Ed. Física (licenciatura e bacharelado)

Pós- graduado em Futebol e Futsal

Licença A CBF Academy

Clubes por onde passou:

2013/2014

Gremio Novorizontino-SP

2015/2017

Palmeiras-SP

2017 até o momento

Seleção Brasileira Sub-15

18h: Encerramento

Sexta-feira, 16
Festival do Futebol com o jogador Branco, olheiro e coordenador das Seleções de Base da CBF
Local: Estádio Zerão
Horário: 9:00 às 12:00hs

Marcelle Nunes
Jornalista – Macapá/AP
(96)98106-4232

Herói de 94, jogador Branco vem ao Amapá como olheiro da Seleção Brasileira

O seminário sobre futebol na infância e adolescência, que será realizado pelo CBF Social e Federação Amapaense de Futebol (FAF), promete alimentar não só a discussão sobre o esporte como caminho de crescimento pessoal, mas também o sonho de tantos jovens de serem notados por um olheiro da Seleção Brasileira.

Para a missão tão importante de avaliar os jovens desportistas participantes do seminário, a FAF confirmou a vinda do jogador Branco, um dos heróis do título do Brasil na Copa do Mundo de 1994.

Programação

Branco participará do seminário que inicia no dia 15 de agosto em Macapá, e encerra no dia 16, com um festival de futebol para meninos e meninas entre 9 e 13 anos.

Nesse momento, os desportistas estarão sob o olhar atento do ex-lateral, que além da Seleção Brasileira, atuou em clubes como Internacional, Fluminense, Grêmio, Corinthians, Flamengo e tem passagens por equipes de Portugal, Itália e Inglaterra, participou do título da Copa América de 1989.

Inscrições

Todos os jovens entre 9 e 13 anos podem se inscrever para o seminário da CBF Social no Amapá, as inscrições são gratuitas e devem ser feitas no link http://portalcbfsocial.cbf.com.br/futebol_base_amapa. O processo de inscrições é rápido e será gerido pela própria CBF em parceria com a FAF.

CBF Social

Lançado em junho de 2015, o CBF Social é um departamento exclusivo da Confederação Brasileira de Futebol para fomentar ações de responsabilidade social por meio do esporte. Desde que foi criado, o CBF Social já beneficiou mais de cem mil pessoas de diferentes faixas etárias e gêneros, e pela primeira vez chega ao Amapá por meio de uma articulação da FAF.

“Nossos esforços são para que o Amapá volte a ter um futebol de base forte, e para isso, investimos nos jovens desportistas com ações como essa, em parceria com o CBF Social. É importante que os jovens saibam que o jogador Branco representa uma Seleção Brasileira que está sempre em busca de novos talentos. É uma oportunidade única”, concluiu Netto Góes, presidente da FAF.

Marcelle Nunes
Jornalista – Macapá/AP
(96)98106-4232

Hoje o time do Trem Desportivo Clube enfrenta a equipe do CRB-Alagoas pela Copa do Brasil sub-17

Nesta segunda-feira, 05, o time do Trem Desportivo Clube enfrentará o CRB- Alagoas em disputa pela Copa do Brasil sub-17. O jogo acontece no Estádio Zerão, às 20:30, e é um dos 16 jogos da primeira fase do campeonato deste ano.

A tabela desse ano da Copa do Brasil sub-17 traz como grande novidade a presença de representantes de todos os estados brasileiros.

A Copa do Brasil sub-17 está prevista para começar neste domingo, 04 de agosto, e de acordo com o regulamento específico, os confrontos da primeira fase serão realizados em jogo único na casa do clube que teve sorteado o mando de campo.

A partir da segunda fase (oitavas de final), os confrontos serão disputados em dois jogos (ida e volta) nos dias 14 e 21 de agosto. A decisão do título está agendada para os dias 22 e 25 de setembro.

Marcelle Nunes – Jornalista – Macapá/AP
Contato: (96)98106-4232
Assessoria de Comunicação da FAF

Rima de sábados felizes! – Por Elder de Abreu

Foto: Francisco Benine

Por Elder de Abreu

Sábado é um dia de saudosismo para mim, pois me remete aos anos 90, quando éramos bastante felizes – não que não sejamos hoje. Lembro que todo sétimo dia semanal, costumávamos passar a manhã jogando bola em um campinho que ficava entre a paróquia de São Pedro e a escola estadual Zolito de Jesus Nunes, no antigo bairro das Comunicações, atual bairro do Beirol.

A felicidade era maior ainda quando chovia. O jogo era ainda mais gostoso. Ao final de pelo menos quatro horas de partida, regiamente ao meio dia, quando a broca batia ‘dicunforça’, encerrávamos as atividades, certos de que em casa teríamos um feijão com maxixe e charque adubado para encher o bucho e tirar uma pipira (soneca) até as 17h.

Porém, não íamos embora sem antes trepar no muro da escola para encerrar a bola de todos os sábados com chave de ouro. Não havíamos porque pular o muro para ir embora, pois havia um imenso buraco nele. O propósito era outro: atentar o vigilante da escola.

Mesmo após quatro intensas horas de futebol ainda tínhamos folego para encher o peito e, em couro, soltar a rima, em tom muito alto, que até a vizinhança da avenida Tupiniquins ouvia. Até hoje não sei quem inventou aquela rima irritante para os vigilantes.

“O galo canta
O macaco assovia
Pica de burro
No cu do vigia”.

Sempre terminava com o vigia dando uma carreira na gente. Era divertido demais. Hoje o campinho deu lugar a um bloco escolar infantil e uma quadra poliesportiva. Vida que segue!!

*Elder de Abreu é amapaense, jornalista e assessor de comunicação.