Feliz aniversário, Clara Santos!

Clara Santos.

Hoje aniversaria a mãe, avó e filha amorosa, autônoma e velha amiga minha (antiga é só a nossa amizade, ela é jovem), Clara Santos.

Uma pessoa inteligente e gente fina. Uma amiga que pouco vejo e gosto muito. A gente tem esse negócio de empatia por pessoas de alto astral e de bem com a vida. Ela é uma dessas figuras.

Clara namorou o meu saudoso pai, Zé Penha, anos 90.  Bons tempos aqueles, pois nos divertimos muito. Clarinha sempre está presente na minha memória afetiva no que diz respeito ao meu velho.

Papai, Clara, eu (de pé e camisa quadriculada) e meu irmão Emerson (sentado de camisa branca). 1997

Ela também esteve conosco no momento mais difícil da vida, quando fez a passagem e sou grato pela dedicação dela naqueles tempos. É como dizia meu amigo Tãgaha Luz: “gente do bem é outra coisa, passa e deixa rastros”.

Em resumo, Clara Santos é uma mulher do bem, que já enfrentou várias dificuldades com altivez e sempre batalhou pelos seus filhos. Admiro isso nela, entre outras qualidades.

Eu e Clara, em algum lugar do passado.

Clara, querida, que tu tenhas sempre saúde plena e sucesso juntos aos seus amores. Parabéns pelo seu dia. Feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto republicado, mas de coração. 

 

Caetano Veloso chega aos 77 anos. Nossos parabéns ao gênio da MPB!

Sou fã de muitos músicos e compositores, brasileiros e gringos. Um dos maiores letristas, poetas e cancioneiros do Brasil é Caetano Veloso, que hoje completa 77 voltas em torno do sol. Um gênio ícone da Música Popular Brasileira (MPB) e um ativista lutador pelos direitos do cidadão. Sobretudo, um grande expoente da musicalidade nacional.

Filho da lendária dona Canô e mano mais velho de Maria Bethânia e mais seis irmãos, Caetano sempre viveu com “Alegria, Alegria”! É, são 75 anos de uma invejável vida e deles 52 de carreira. “Beleza pura”!

Com Gilberto Gil, Gal Costa, Nara Leão, Mutantes e Maria Bethânia, fundou o Tropicalismo, o movimento de modernidade da música brasileira e abriu um caminho sem volta rumo ao sucesso. Foram os “Doces Bárbaros” “Transcendentais”. Para a sorte dele e nossa, “Baby”.

Caetano, ao lado de Chico Buarque e Gilberto Gil, é uma das figuras mais importantes da música popular brasileira e considerado internacionalmente um dos melhores compositores do século XX, aliás, comparado a nomes como Bob Dylan, Bob Marley, John Lennon e Paul McCartney.

Maravilhado com “Sampa”, cantou a “Lua e Estrela” no cotidiano da velha metrópole. Chegou a ficar “Reconvexo” por conta de suas “Vacas Profanas”. Em razão de uma milica “Força Estranha” foi morar em “London London” e fez sua linda “Queixa” por meio da música. Veloso é sem dúvida um de nossos heróis.

Caetano embalou muitos momentos felizes de minha vida. Principalmente em reuniões familiares. Ele também me emocionou muitas vezes em mesas de bar. O tropicalista com sete décadas e meia de vida (que vida!) merece nosso reconhecimento, respeito e gratidão.

Enfim, por tudo que representa este espetacular artista, meus parabéns, votos de saúde e longevidade ao monstro da MPB. Feliz aniversário, Caetano Veloso!

Elton Tavares

Os 64 anos de casados do Papai e Mamãe: Benedito e Maria – Por @BernadethFarias

Por Bernadeth Farias

Essa é uma história em que o AMOR é o personagem principal. Em 06 de Agosto de 1955, eles disseram o SIM. Sim, eu te aceito como Marido. Sim, eu te aceito como Esposa.

E foi assim que Benedito e Maria, aqueles dois jovenzinhos nascidos em Breves, município do Pará, uniram suas vidas e escolheram Santana, município do Amapá, como lar. Em 06 de Agosto de 2019 eles completam 64 anos de casados.

Um amor de mais de seis décadas que gerou 10 filhos. O primogênito Manoel, nosso querido “’Botão”; Jacira, a primeira das mulheres; nossa saudosa irmã Benedita (in memoriam), a Neka, que em 2004 partiu deixando saudades; Jacirema (Rema); Benedito (Bico); Jacirene; José (Zé); Mário; João e esta que com muita emoção escreve este texto, eu, Bernadeth (Berna). E os filhos espalharam a semente do amor proporcionando a eles netos, bisnetos, genros, noras. A família aumentou ainda com os amigos e amigas que se tornaram filhos e filhas de coração.

Hoje, ao celebrarmos esta data, recordamos que nossos pais são o maior exemplo de amor que existe no mundo! Contemplamos com carinho os cabelos brancos, o profundo olhar, as rugas na fronte e na face, sinais da experiência e memória de tantos anos vividos. Permitam-nos, neste momento especial, acompanhar com ternura seus passos lentos, algumas vezes trôpegos, mas cheios da sabedoria que a vida lhes ensinou.

Um casamento com muitos e muitos anos de conquista, luta, força, onde sempre imperou a lealdade, respeito e amor, inclusive em momentos de maior dificuldade, de tristeza e de perdas. Se existe história de amor, que mexe com os sentimentos de quem a conhece, é a deles.

Que orgulho sentimos! Mais um aniversário de casamento. Mais uma temporada de amor. Estamos em júbilo por esta linda e abençoada união.

Somos imensamente gratos por tudo que nos ofereceram desde sempre. Todos os seus ensinamentos são a razão da nossa educação. Eles nos ensinaram dois caminhos: o da Escola (conhecimento) e o Igreja (amor ao próximo e generosidade). Não temos dúvidas que a felicidade como casal, como pais, como família, depende de empenho, de suor, de sacrifício.

Papai e Mamãe nos ensinaram que o amor é o caminho. Passaram para nós os princípios essenciais da importância de amar o próximo. Nunca alguém esteve tão certo. Eles são absolutamente exemplares como seres humanos.

Hoje a felicidade invade a nossa família e os amigos, pois comemoramos mais um aniversário de casamento dos nossos pais, aqueles que nos ensinaram as melhores lições e nos proporcionaram um amor tão grande que não temos nem como retribuir.

Este é o casal mais lindo que já encontramos na vida. Sua trajetória que nos inspira a seguir os mesmos passos.

Papai e Mamãe, pedimos a Deus que permaneçam para sempre com esse olhar amoroso um com o outro, sempre generosos, que o amor só aumente. Que todos os dias se sintam apaixonados, e possam comemorar juntos muitos outros aniversários. A esperança nos leva a crer que outros dias lindos como esse acontecerão, pois vocês são frutos da mais bela obra que Deus colocou na nossa história. Parabéns!

06 de agosto de 2019.

Meu comentário: a história do casal é linda. Tenho certeza que estes ensinamentos foram fundamentais para que a Berna, jornalista filha deles que assina este texto, se tornasse essa pessoa maravilhosa que ela é. Parabéns aos seus pais, querida amiga (Elton Tavares).

Feliz aniversário, Evandro Luiz! (meus parabéns ao grande “Barão!”)

Evandro entrevistando Leonel Brizola, então candidato à Presidência, em 1987. Foto: Arquivo Pessoal do Barão.

Hoje aniversaria o jornalista, produtor e repórter, pai e marido amoroso, além de respeitado e querido profissional da comunicação do Amapá, Evandro Luiz, o popular “Barão”. Ele foi o primeiro jornalista formado a se aposentar no Estado. Na TV, ele é um dos pioneiros e pavimentou o caminho para os que vieram depois. O cara fez 18 mil reportagens ao longo de quase 30 anos de televisão. Impressionante!

Além disso, Evandro é um grande cara. Tive uma passagem curta pela Rede Amazônica, mas o experiente jornalista nunca me tratou como foca (iniciante). Pelo contrário, sempre teve apreço por mim. Quando descobriu que sou neto do delegado Espíndola (que já virou saudade), disse: “cara, trabalhei com teu avô na Guarda Territorial, ele foi meu amigo”.

Em janeiro de 2016, ele pendurou as chuteiras. O jornalista Seles Nafes, que trabalhou muitos anos com o Evandro, escreveu um textaço em homenagem ao cara. Em um dos parágrafos, SN disse:

Evandro Luiz é jornalista com “J” maiúsculo, e não apenas por milhares de reportagens que produziu na televisão, muitas em situações arriscadas, especialmente em aventuras no interior do Estado. Mas pelo exemplo de perseverança e de entusiasmo pelo jornalismo, profissão que o fez faltar ao trabalho raríssimas vezes em 29 anos de Rede Amazônica”. É verdade, o cara foi exemplo dentro e fora do trampo.

Em setembro de 2016,   Evandro merece, pois é um dos representantes da memória cultural do cenário jornalístico do Estado.

Em outubro de 2017, durante uma conversa com o Barão na casa da jornalista Alcinéa Cavalcante, conversamos sobre as várias vertentes do jornalismo, e em algum momento ele disse algo que para mim é uma honra: “Elton, cada um com o seu talento, para mim tu és um excelente assessor de comunicação”.

Fiquei muito feliz com o elogio do amigo, pois tive a honra de trabalhar com essa lenda da comunicação amapaense e sei da importância de sua opinião.

Ao Evandro, meu respeito e gratidão e votos de saúde e felicidades. Parabéns, amigo. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Feliz aniversário, Marcelo Morgado!

A única foto velha que tenho com o Morgado. Eu tô com cara de mordido e parece que ele tá tirando um catota, mas tá valendo (quem me deu esse registro foi o Bruno Jerônimo).

Tenho muitos amigos de longa data. Com alguns deles pouco convivo, mas são brothers queridos. Hoje, um desses figuras gira a roda da vida, o Marcelo “Morgado”. Um maluco das antigas por quem tenho apreço e respeito.

Não lembro o ano, mas conheci o Morgado nos anos 90. Estudamos juntos. Aliás, eu, ele e o saudoso Jork. Ao longo daquela década, nos encontrávamos na “trasheira” do Rock and Roll e ficamos mais próximos.

Marcelo sempre foi um cara tranquilo, gente fina, inteligente. Depois a gente se encontrava pra dar uns rolês pelo lado negro da força, com as piores (e melhores) companhias da época. Ainda bem que aquela galera se separou (risos).

Marcelo formou, virou mestre jedi em Geografia, começou a dar aula. Professor foda, foi pra Belém (PA) e de lá para o Rio de Janeiro (RJ). Filho dedicado, Morgado sempre tá por aqui pra dar um beijo na mãe e tomar uma com os irmãos.

Eu e Morgado – Julho de 2019

Morgado é um figura trabalhador, honesto, gente boa e, sobretudo, um homem de bem. Semana passada, tive a satisfação de encontrar este velho companheiro. Tinha que ser no Rock and Roll, claro.

Nós Juntos, aprontamos muito na Macapá dos anos 90. Sim, vivemos no underground, no submundo da juventude da capital amapaense daquela década. Graças a Deus, sobrevivemos e conseguimos “virar gente”. O que não quer dizer que nós sejamos coroas sérios (risos). Ah, a gente também curtiu muito na casa da Val, a “lindinha”, outra queridona, com companheiros da época.

Este registro é só pra marcar a data do natalício desse querido amigo. Eu devia isso pro Morgado há tempos, pois gosto muito do sacana. Marcelo, mano velho, siga pisando forte em busca dos teus objetivos. Que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos teus amores. Muita luz pra ti.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

Meus parabéns, Ewerton França! – @ewertonfranca

Hoje aniversaria o violinista, jornalista, publicitário, fotógrafo, nerd em tempo integral, relações públicas, crossfiteiro, produtor de rádio, meu fornecedor de séries e filmes, viajante imparável, colega de profissão e querido amigo, Ewerton França. Um dos caras que não tem nada a ver comigo, mas por quem tenho grande respeito, consideração e amizade. Afinal, afinidade nem sempre é sinonimo de brodagem.

França é um cara porreta, prestativo, responsável e boa praça. Um baita cara paid’égua sempre com um sorriso no rosto e uma palavra positiva.

Conheci o Ewerton há oito anos, quando trabalhamos juntos na comunicação do Governo do Amapá. Sempre digo e repito: a gente não anda junto, não saímos pra beber (até porque o brother não curte a cachaça, mas bebo por nós dois e mais uns 10 jornalistas) e não nos falamos frequentemente. Mas nos gostamos.

Sempre que precisei do amigo, ele chegou como o Gandalf ao amanhecer. Foi assim na cobertura de incontáveis eventos, sugestões de títulos, pedidos de fotos, revisão de textos, entre outras tantas demandas jornalísticas.

Digo que além de trabalhar de forma correta, meus amigos ajudam a este gordo. Ewerton é uma dessas pessoas que formam uma grande rede de segurança em volta de mim. Sou grato por isso.

Ewerton, querido amigo, tu és demais consideradão. Tu saaaabes: é nozes sempre. Que tu tenhas saúde e sucesso junto aos teus amores e no você se dispor a fazer.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

*Ewerton, precisamos de fotos novas juntos, mano (risos). 

A Generosidade musical de Nonato Leal – Por Fernando Canto (em homenagem aos 92 anos do mestre das cordas)

nonato
Foto: Portal Amazônia

O Amapá precisa preservar, reconhecer e homenagear seus grandes nomes em todas as áreas de atuação. Como sou fã de escritores, compositores, músicos, poetas e artistas, deixo aqui meus parabéns ao mestre das cordas Nonato Leal na crônica lindona do amigo Fernando Canto. O reconhecimento é justo, diante do legado artístico do lendário violonista. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Hoje Nonato Leal faz 92 anos. Repito aqui minha pequena homenagem a esse grande músico que por décadas ensinou, influenciou e participou ativamente das atividades musicais do Amapá. Este texto foi publicado no Jornal do Dia, em 12 de julho de 2007″ – Fernando Canto

images (7)
Foto: Márcia do Carmo

A Generosidade musical de Nonato Leal
Por Fernando Canto

Nonato Leal vai fazer 80 anos daqui a dez dias. Vai comemorar 70 de música, pois aprendeu a tocar aos dez anos instrumentos de corda com seu pai, que também ensinou seu irmão Oleno Leal, como ele exímio violonista.

Lembro do primeiro contato que tive com esse incrível e generoso músico no final dos anos 70, quando iniciava por conta própria a aprender violão. E foi num dia de Festival Amapaense da Canção, sob a frondosa mutambeira do grupo escolar Barão do Rio Branco que Nonato me viu e me deu a dica de uma passagem de tom na música que eu executava. Depois ele adentrou o ex-cine Territorial para ensaiar sua composição que seria a vencedora do festival, em parceria com o inesquecível poeta Alcy Araújo.

Nonato (1)
Foto: SelesNafes.Com

A modéstia do violonista é conhecida por todo mundo junto ao seu inominável talento que atravessou décadas encantando os mais diversificados públicos que tiveram a oportunidade de ouvir seu trabalho. Requisitadíssimo, Nonato Leal jamais se furtou a um bom convite para tocar, pois sempre soube se valorizar, embora nas rodas boêmias fosse um integrante como qualquer outro bom bebedor, um companheiro divertido que nem ao menos se zangava com as piadas que faziam sobre sua terra natal e lhe insinuavam ser o protagonista principal. Vigiense de boa cepa, até hoje adora um bom caldo de cabeça de gurijuba, ao qual atribui ser afrodisíaco, e a fruta do cedro, parecida com o taperebá, que considera o melhor tira-gosto para a cachaça.

nonatoleal-300x198
Foto: Márcia do Carmo

Sua participação no crescimento da nossa música foi determinante. Nonato tocou em diversos grupos musicais, ao lado de instrumentistas famosos como Sebastião Mont’Alverne e Amilar Brenha, Hernani Guedes, Chico Cara de Cachorro e Zé Crioulo, Aimorezinho, Manoel Cordeiro e tantos outros. Tocava qualquer instrumento de corda: foi o primeiro artista do Amapá que vi tocando guitarra havaiana. Participou da gravação do LP “Marabaixo” do conjunto “Os Mocambos”, em 1973. Seu programa de rádio “Recital de Nonato Leal” por anos teve audiência assegurada nas rádios de Macapá. Mas foi como professor que disseminou o amor pela música a dezenas de discípulos que hoje ganharam o rumo da profissionalização musical, incluindo aí seus filhos Venilton e Vanildo Leal. Seu primeiro CD “Lamento Beduíno”, editado em 1997, com arranjos de Manoel Cordeiro, esgotou-se rapidamente. Nesse trabalho tive a honra de escrever um texto a pedido dele, do qual reproduzo o primeiro parágrafo:

Cultura Amapá - Nonato Leal e Zé Miguel no programa Amazônia Musical da Rádio Difusora
Foto: Chico Terra

“A saudade de Macapá me fez sintonizar ao acaso a Rádio Neederland em uma noite fria e triste em Belo Horizonte no ano de 1974. De repente um solo de violão me chamou a atenção. Tratava-se de uma música com temática oriental, muito bonita e bem executada, chamada “Lamento Beduíno”, do professor Nonato Leal, de Macapá, Território Federal do Amapá, Brasil, dizia o locutor daquela rádio holandesa. Vibrei! Coincidência ou não a história mudou meu astral e motivou um porre de pavulagem bairrista. Pena que ninguém que eu conhecia tivesse ouvido o programa. Tempos depois soube que fora o radialista Edvar Motta que enviara uma fita com músicas do Nonato para lá”.

SONY DSC
Parabéns, mestre das cordas!

No dia 23 Vigia e Macapá estarão radiantes, não só pelas 80 “risonhas primaveras” do Nonato, mas pela generosidade musical que irradia desse artista excepcional, que merece mais do que uma comemoração. Merece o reconhecimento e a gratidão de todos que gostam da boa música.

*Republicado em homenagem aos mestre das cordas. 

Feliz aniversário, Armstrong Souza! – @ArmistrongSouza

Léia, Arms, Sal, Gil e eu – Empório do Índio – Junho de 2017. Jornalistas, oh raça!

Hoje aniversaria o radialista, Relações Públicas, professor, pedagogo e jornalista, locutor que já anunciou vários títulos do meu Piratas da Batucada, cara bom de porrada (tanto com as mãos, quanto com as palavras), agente cultural, competente apresentador que pilota o programa Estação Diário no grupo Diário do Amapá, comunicador responsável e talentoso, além de brother das antigas, Armstrong Souza. Trata-se de um amigo querido, que respeito e admiro. Ele chega aos 50 anos repaginado, pois o cara agora tá fininho.

Com nome de astronauta, príncipe do Laguinho (filho do Rei Sacaca) e dono de um vozeirão reconhecido por 10 entre 10 amapaenses, Arms é uma figura querida pela imprensa e boêmios de Macapá. O cara é gente boa, sincero, divertido, trabalhador, batalhador, espirituoso perspicaz, corajoso, justo e inteligente.

Criado entre estilizados e Boêmios, mas querido em todas as agremiações carnavalescas, Armstrong é o apresentador do Carnaval preferido das torcidas. Está sempre presente onde tem Cultura. Presidiu a União dos Negros do Amapá (UNA) com cacife e é muito requisitado para apresentar eventos culturais. Arms também é religioso, mantém a fé em São Benedito e São Jorge.

Eu e o querido Arms

Armstrong é pura alegria e bom humor são suas principais marcas, pois aonde chega tem sempre uma piada ou fato engraçado pra contar.

Conheci o Armstrong na primeira metade dos anos 90. A gente frequentava a saudosa boite Star Night Clube. Eram tempos de “popêrô” e violência (risos). Ele sempre foi brincalhão, respeitado e considerado por todas as turmas.

Não à toa, o Armstrong aniversaria no Dia do Homem, pois ele é um grande cara. Arms, mano velho, que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos seus amores. Este é um registro do respeito, consideração e brodagem por você, amigo.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

*Mano, precisamos de uma nova foto juntos. 

Feliz aniversário, Carlos Magno!

Hoje é aniversário do laguinense, boemista, pai dedicado e cinegrafista gente fina, Carlos Magno.

Trabalhei por cinco meses com Carlos. Tempo o bastante para construir uma amizade com o figura.

De ótimo caráter, o cara sempre teve muita boa vontade para com os colegas. Hoje em dia, o brother trampa na Assembleia Legislativa.

Tive o prazer de encontrá-lo na Aleap, há um ano e alguns meses. O cara, como sempre, uma usina de energia boa e alto astral.

Magno, mano velho, que tenhas sempre saúde, sabedoria e sucesso junto aos seus amores. Tu és um baita cara porreta. Meus parabéns pelo seu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

Feliz aniversário, Anderson “The Clash”!

Hoje gira a roda da vida um grande irmão que tenho nessa jornada, o Anderson Miranda, nosso querido amigo “The Clash”. O cara que aniversaria hoje é gente fina ao extremo, inteligente pra caramba, prestativo e parceiro para horas de lazer e momentos difíceis. O afeto pelo figura é unânime em todas as rodas sociais que ele frequenta. Excelente filho, irmão, tio e amigo, o brother inicia seu novo ciclo nesta festiva terça-feira e eu só desejo coisas boas para a vida dele.

Anderson é o filho mais velho da dona Sabá e do seu Waldemir, gerente da Caixa Econômica Federal, marido da querida Adê, vascaíno e remista sofredor, pescador, tocador de tambor, amante de Rock and Roll, e o ateu mais cristão que conheço, pois pouca gente que convivo faz tanto o bem quanto ele.

Um sujeito com inteligência acima da média, caráter incorruptível, bem humorado e com um coração maior que ele, o Macaco é um figura PHoda. Ele é, sobretudo, um home de bem.

O cara também é companheiro de viagens, botecos e shows de rock, e dos nossos melhores momentos na vida. Também conhecido como “Macaco”, o sacana é um baita cara porreta. Com uma história de batalho formidável, Anderson Miranda é um cara inspirador. Por sorte, conheci esse bicho há mais de 20 anos e tenho o prazer, sorte e orgulho de ter sua amizade há décadas. Aliás, somente eu não, eu e meu irmão, Emerson, que também é irmão dele.

Anderson é realmente um cara com quem posso contar quando a coisa fica feia. Ele já me ajudou incontáveis vezes e por motivos diversos. Sou sempre grato a este grande amigo. Também é um figura contemporizador, boa praça, agradável. É sempre firmeza bater um papo com ele sobre qualquer assunto, desde as nossas bobagens ou conversas sobre política, cultura, entre coisas legais.

Já disse e repito que o Anderson é um mestre em cuidar da própria vida. Sério. Se o cara não te ajudar, ele não te atrapalha. Nem com comentários ou julgamentos quando estás fazendo merda.

Por tudo que Anderson Miranda representa em nossas vidas, reafirmo que o The Clash é PHoda!

Macaco, mano velho, que tu sigas com saúde, essa invejável sabedoria e sucesso junto aos seus amores. “Tu saaaaaabes”, eu e Emerson te amamos, sacana.

Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares, mas em relação ao Anderson, também falo pelo Emerson.

Paulinho Bitencourt gira a roda da vida. Feliz aniversário, Boca Mole!

Apesar de eu ser estranho em alguns momentos, ranzinza noutros e até anti-social na maior parte do tempo, posso me gabar que tenho amigos-irmãos. Algumas dessas pessoas são companheiros de jornada há mais de 20 anos. Por mim, eles estariam sempre comigo, mas nem sempre isso acontece. É como a frase de Paulo Sant’Ana: “tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos”. Um deles gira a roda da vida hoje. Falo do Paulinho Bitencourt, o nosso muito querido “Boca Mole”.

Pai de duas lindas meninas, esposo da Rose, engenheiro civil, religioso, professor, cientista maluco, fã de Rock and Roll, flamenguista, bicolor, filho, irmão, amigo dedicado e velho parceiro deste jornalista, o Paulo é um baita cara porreta!

Conheci o Paulinho em 1996. E lá vão 23 anos de amizade. Boca era meio que líder da Cúpula do Trovão (nossa antiga turma, que aprontou muito em Macapá nos anos 90 e grupo do qual sempre faremos parte). É, a gente pirou muito e temos muitas histórias legais pra contar.

Emerson, Boca, eu, Clash e Patrick. Irmãos!

Sempre digo que o Paulo é um homem trabalhador, honesto, meio desconfiado, calado, às vezes meio tímido, mas sempre espirituoso e extremamente inteligente. O Boca (esse apelido o persegue desde que ele era moleque, nem eu sei direito porque) é, em sua essência, um homem de bem.

Casado há sete anos, Paulinho é um pai de família exemplar.Aliás, o amigo sempre foi um excelente familiar com seu clã. A dona Conceição (mãe) e o Bode (pai) que o digam.

A gente quase nunca se encontra hoje em dia, mas o Boca sempre está em minhas orações e em meu coração. Tenho certeza que se um dia eu precisar dele, serei atendido. E é recíproco!

Boca Mole, mano velho, que tenhas sempre saúde e sucesso pra cuidar dessa linda família que possuis. Que continues pisando firme em busca de seus objetivos e que tudo que você conceitue como felicidade se realize. Tenho orgulho de ter você na lista dos meus grandes amigos.

Eu e Emerson (meu irmão que também é teu irmão) te amamos, cara. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

Cinco anos de Amor em forma de Maitê

Há exatamente cinco anos, nasceu Maitê Ferreira Tavares, a minha linda sobrinha. Quem me conhece sabe que sou doido por ela. Apesar da pouca idade, Maitezinha é uma figura. Linda, inteligente e com sacadas impressionantes para alguém tão pequena, a nossa princesa é uma figuraça e o grande amor de nossas vidas.

Filha do meu irmão Emerson e da cunhada Andresa, Maitê é a primeira neta de minha mãe. Não tenho muito jeito com crianças. Até queria, mas com a Maitê é diferente. Com ela consigo (e amo) brincar, caducar e corujar ou simplesmente assistir algo que a faça feliz.

Ela é uma bênção. Uma mistura de bom humor, gaiatice, doçura, inocência (claro), desconfiança (quando não manja das pessoas e lugares), inteligência, sapequice e ternura.

Maitê é amada e reflete isso, com aquela luz que só o amor sabe colocar. Apesar de morar com seus pais em Belém (PA), “longe, longe, longe (aqui do lado), NADA NOS SEPARA”, nem o maior rio do mundo. Quando a falta dela aperta, o whatssap ou ligações telefônicas amenizam nossas saudades.

Graças a Deus, nossa princesa tem muita saúde e é uma lindeza. Maitê chegou há meia década e veio reforçar ainda mais nossos laços de amor. Sempre agradeço a Deus, ou seja lá o nome da força que rege tudo isso aqui pela bênção que ela é em nossas vidas. E um dia ela lerá este textinho de registro sobre sua enorme importância para nossa família.

Porque não há palavras que coloquem o tamanho do amor que a Maitê nos dá e o que tenho por ela, porque o vocabulário não alcança sua amplitude, força e beleza.

Meus parabéns, Maitê. Titio ama-te de forma desmedida. Feliz aniversário!

Elton Tavares

Feliz aniversário, Adriano Monteiro!

Já trabalhei com vários fotógrafos e cinegrafistas. Vos digo, 99% dos profissionais atrás das lentes que conheço são grandes figuras humanas, parece que a “paideguice” e “gaiatice” é uma peculiaridade dos queridos “retratistas” e “filmadores”.

Hoje é aniversário de um deles. O pai amoroso, cervejeiro, flamenguista, repórter cinematográfico da TV Equinócio / Rede Record, fã de Rock (apesar de o Sal chama-lo de prego por ele também curtir sons menos legais) e brother deste editor, Adriano Monteiro.

Trabalhei dois anos com o cara na comunicação do Governo do Amapá, em 2011 e 2012, época em que ele se mostrou um responsável e competente profissional, além de um ótimo colega, que depois virou brother. Eu sempre brinquei que ele mora tão longe que era preciso diárias para ir busca-lo ou deixá-lo em casa.

Com o Monteiro viajei, trampei , ri e bebi, tudo muito, mas nunca discuti. Meio gago, tranquilo, gente fina e trabalhador, esse é o Adriano. Depois, quando a vida seguiu e deixamos de trampar juntos, nos encontramos nas pautas, sempre com muito bom humor e profissionalismo. Ele é, sobretudo, um homem de bem.

A verdade é que não se faz bom jornalismo de uma sala, somente pelo telefone e muito menos sem imagens, a não ser que seja rádio. É preciso um bom contador de história e alguém que mostre o que houve com fotos ou filmagens. Adriano é um excelente profissional dessa área.

Adriano, mano velho, que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos teus amores. Meus parabéns e feliz aniversário!

Elton Tavares

*Texto atualizado e republicado, mas de coração.

Feliz aniversário, Daniel Alves! – @danalvesjor

Sabem, já trabalhei com uma porrada de gente nessa vida de jornalista e assessor de comunicação. Muita gente experiente e competente, inclusive. Também já trampei com muita gente jovem. A maioria dessas pessoas se tornaram meus amigos. É o caso do Daniel Alves, que hoje gira a roda da vida.

O cara é ator, cantor, palhaço, diretor de teatro, roteirista (autor do Espetáculo Rimancete), escritor, assessor de comunicação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional do Amapá (Senar-AR/AP), fotógrafo, poeta, jornalista, militante da cultura, além de filho, marido e irmão amoroso.

Dan foi meu estagiário na época que fui da comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá e cobriu comigo duas eleições e incontáveis eventos. Sempre digo e repito: nossa amizade foi construída no perrengue e na brodagem. Ele já é um grande jornalista e o melhor “foca” (jornalista iniciante) com quem trabalhei.

Além de trabalhador, Dan é um baita cara porreta. Gosto demais dele. Com o Dan, também uso a frase de Paulo Sant’Ana: “tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos”.

Alves, sacana, que teu novo ciclo seja ainda mais próspero e feliz. Que tenhas sempre saúde e sucesso junto aos seus amores. Vontade de vencer e talento tu tens de sobra. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares