Caso Emily: MP-AP recebe familiares da vítima em busca de subsídios para o julgamento

O Ministério Público do Amapá (MP-AP), por intermédio da Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri, recebeu na manhã desta terça-feira, (21), os familiares da cabo da Polícia Militar (PM), Emily Karine de Miranda Monteiro, assassinada a tiros no dia 12 de agosto. Na ocasião, o MP-AP colheu informações pertinentes para serem utilizadas no processo. O autor dos disparos, o soldado da PM Kassio de Mangas dos Santos, que era companheiro da vítima, confessou o crime de feminicídio.

“Eu não quero morrer”, essas foram as últimas palavras ditas por Emily, segundo os familiares que estiveram no MP-AP. A avó da vítima, Oscarina Braga, disse que viu quando Kassio estava saindo da casa e ainda perguntou o que ele havia feito com a sua neta. Em resposta, o acusado teria dito: “fique calma, não fiz nada. Agora, nós já estamos resolvidos”.

De acordo com o titular da Promotoria, promotor de Justiça Iaci Pelaes, o objetivo do encontro foi colher informações complementares para subsidiar o oferecimento da denúncia e o futuro julgamento do caso, que, possivelmente, acontecerá ainda ente ano. “O ministério público tem sido uma instituição de defesa da vida. Repudiamos qualquer ato de violência. Não podemos aceitar crimes como o feminicídio em nossa sociedade. Vamos acompanhar o caso de perto e buscar a condenação do réu pela prática do feminicídio”, afirmou.

Iaci Pelaes afirmou, ainda, que está em contato com o Júri para que esse caso tenha o julgamento ainda este ano. “Nós precisamos trazer uma resposta para família, sociedade e principalmente para a cabo Emily. Nosso objetivo é buscar a prevenção e conscientização da sociedade como um todo, para que outras mulheres não venham a sofrer. Não podemos aceitar que mulheres continuem sendo vítimas nas mãos de homens”, finalizou.

Os familiares agradeceram a possibilidade de reunir com o MP-AP. “Estamos nos sentindo amparados. Muitas instituições estão abraçando o caso de minha sobrinha. Nós queremos apenas que a Justiça seja feita, para que outras mulheres, assim como a Emily possam se sentir representadas e punidas”, ponderou o tio da jovem, Rubem Miranda.

Feminicídio

O feminicídio é o crime de assassinato de uma mulher cuja motivação envolve o fato de a vítima ser mulher. Isso não quer dizer que todo o assassinato de uma mulher seja um feminicídio, mas que todo assassinato de mulher que justifica-se pelo fato de a vítima ser mulher o é.

Ainda, o feminicídio qualifica o crime, ou seja, torna-o mais grave. É mais grave, pois é um atentado direto a todo um gênero, um crime de misoginia comparável a, por exemplo, crimes de extermínio, com motivação baseada em uma característica alheia aos atos da vítima.

O Crime

Segundo a Polícia Civil e familiares de Emily, ela e o companheiro moravam juntos há cerca de dois anos e, na manhã do domingo (12), o casal teve uma discussão e se separou. À tarde, por volta das 17h30, o soldado, que não aceitava o término, voltou à casa e atirou contra Emily. A cabo ainda foi socorrida e levada para o Hospital de Emergência, porém faleceu 20 minutos após dar entrada na unidade de saúde.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Exposição “Minha Aldeia” reúne fotografias inspiradas no cotidiano amapaense

Com fotos de paisagens, cartões-postais e até mesmo de trabalhadores à beira do Rio Amazonas, o fotógrafo Floriano Lima reúne 27 imagens que retratam o cotidiano amapaense na exposição “Minha Aldeia”. A mostra ficará aberta ao público de 27 de agosto a 20 de setembro, na unidade Centro do Serviço Social do Comércio (Sesc), em Macapá.

O fotógrafo define não existir um tema específico na exposição, condição que deu a ele liberdade para retratar desde as fotos mais “clichês”, até imagens comuns do dia a dia.

“Sempre gostei de fotografar nossos cartões postais porque eles são muito bonitos e únicos. Então, por mais ‘batidas’ que pareçam, eles fazem parte da proposta da exposição”, adiantou.

Dormir na rede, trabalhar com embarcações ou até mesmo o céu no fim de tarde são inspirações para o fotógrafo, que diz buscar evidenciar as belezas escondidas na simplicidade.

Todas as imagens foram feitas entre 2016 até este ano. Elas compõem fases da profissão de Floriano Lima, de 56 anos, que iniciou a fazer “clicks” aos 17.

“Essas fotos são recentes e fazem parte da minha carreira profissional. Apesar de fotografar desde a adolescência, quando ganhei minha primeira câmera fotográfica, trabalho profissionalmente na área há cerca de 5 anos”, contou.

A vernissage da exposição acontece no dia 24 de agosto, às 19h público poderá prestigiar a mostra de segunda a sexta-feira, no horário das 9h às 11h e das 15 às 17h.

Serviço:

Exposição fotográfica “Minha Aldeia”
Data: vernissage 24 de agosto; visitações de 27 de agosto a 20 de setembro
Hora: abertura 19h; visitações das 9h às 11h e das 15h às 17h
Local: Sesc Centro
Entrada: gratuita

Fonte: Folha PA

Nova UBS é entregue aos moradores do Cidade Nova e adjacências

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, inaugurou nesta terça-feira, 21, a Unidade Básica de Saúde Cidade Nova. A obra foi feita com recursos de emenda parlamentar, no valor de R$ 512 mil, e contrapartida do Município, de R$ 159.921,49, do Fundo Municipal, mais um aditivo no valor de R$ 43.117,00. O valor total da obra foi de R$ 715.038,49.

A UBS Cidade Nova é a 47ª obra da área da saúde entregue pela gestão do prefeito Clécio. “Este é um momento de muita felicidade para nós, por poder ver um gestor entregar mais uma obra pronta e completa como esta, fruto de uma emenda parlamentar que foi bem aplicada. Temos que reconhecer que houve muitos avanços na saúde municipal nos últimos anos, mas que ainda temos muito a avançar. A prefeitura está de parabéns pela obra”, disse o vereador de Macapá, Yuri Pelaes, que na ocasião representou a autora da emenda parlamentar.

Criada em 2002, como um Polo de Atendimento de Saúde da Família, a unidade foi derrubada em 2012 pelo então prefeito da época, que, sem recursos para reconstruí-la, deixou os moradores do bairro sem posto de saúde para atendê-los. O atendimento foi restabelecido no início da gestão do prefeito Clécio, que, como medida temporária, alugou e adaptou um novo prédio para o funcionamento da unidade. “Desde o início da gestão, a saúde sempre foi uma prioridade. A partir de uma determinação do prefeito, viemos ao longo desses anos fazendo um processo de construção e reconstrução das nossas UBS’s. A do Cidade Nova foi construída dentro dos critérios do Ministério da Saúde e que irá trazer melhorias ao atendimento da população daqui do bairro”, destacou o secretário municipal de Saúde, Eldren Lage.

A partir de agora, com a inauguração do novo prédio, o atendimento passará a ser feito na nova UBS, localizada em frente à orla da cidade. “Estou muito feliz, porque eu vivi muito essa questão dessa Unidade Básica de Saúde. Todos os dias passava pelo bairro e sempre via o sofrimento de minha comunidade, principalmente quando, por uma irresponsabilidade do gestor anterior, a UBS foi derrubada e, simplesmente, abandonada, deixando a nossa comunidade desassistida por algum tempo. Felizmente, com a gestão do prefeito Clécio, os atendimentos voltaram e agora ainda melhor, com um prédio próprio e adaptado”, ressaltou o vereador de Macapá, Antônio Grilo.

O novo prédio conta com salas de triagem, enfermagem, observação, marcação de consulta, nutrição, administração, gerência, esterilização, utilidades e curativo, além de 2 banheiros para funcionários, 7 consultórios médicos, 2 banheiros para o público, um banheiro para pessoas com deficiência, recepção, expurgo, depósito e copa. Serão ofertados serviços de atendimento médico, odontológico, PCCU, curativo, vacina, farmácia, e atendimento das equipes de Estratégia Saúde da Família. “Só temos a agradecer toda equipe da prefeitura, que sempre buscou uma forma de atender melhor a população, se empenhou para que essa obra fosse concluída e entregue para nós”, agradeceu o presidente da Associação de Moradores do Bairro Cidade Nova, Oséas Ferreira.

Clécio destacou que a UBS é apenas mais uma obra das várias que ainda serão entregues em sua gestão e que irão melhorar a Saúde municipal. “Estou fazendo hoje uma das coisas que eu mais gosto de fazer, que é entregar novas UBS’s. Algumas são reformadas e muito bem reformadas, outras reformadas e ampliadas, e outras são construídas do zero, que é o caso desta unidade. Uma UBS de porte II, que prestará vários serviços à população. Enquanto isso, estamos reformando também a UBS do Pacoval, reformando e ampliando o Lélio Silva e, em breve, entregaremos novas obras. Assim a gente vem construindo e fortalecendo a área da saúde em Macapá”.

Também estiveram presentes na cerimônia os vereadores de Macapá, Nelson Souza, Rinaldo Martins, Maraina Martins e Patriciana Guimarães; a Diretora da UBS Cidade Nova, Maylla Ramos e o secretariado municipal.

Karla Marques
Assessora de comunicação/PMM
Fotos: Max Renê

Nesta sexta-feira (24), no Museu Sacaca, rola o Seminário Memorial do Amapá – Por @celso_teran

O Conselho Estadual de Política Cultural e o Centro de Memória, Documentação Histórica e Arquivo (CEMEDHARQ), da Universidade Federal do Amapá (Unifap), realizará nesta sexta-feira (24), no Museu Sacaca, o “Seminário Memorial do Amapá”. O simpósio objetiva a estruturação, recuperação e conservação do patrimônio cultural – material e imaterial do Estado.

O público alvo são gestores dos poderes executivo, legislativo e judiciário, bem como diversas instituições e empresas que atuam neste Estado, além de alunos de universidades públicas e privadas e a sociedade em geral.

Serviço:

Seminário Memorial do Amapá – “Estruturação, recuperação e conservação do patrimônio cultural – material e imaterial do Estado do Amapá
Data: 24 de agosto de 2018.
Local: Museu Sacaca
Hora: das 8h às 14h

Celso Teran
Membro da Comissão Organizadora

Lançado edital do Concurso de Poemas do projeto Escola de Leitores

O Município lançou oficialmente o edital do Concurso de Poemas do projeto Escolas de Leitores. O certame irá promover a seleção de poemas feitos por estudantes da rede municipal de ensino, que serão compilados em um livro, com previsão de lançamento para o fim deste ano, como uma culminância do projeto.

A proposta é valorizar as produções escritas de pequenos escritores, de acordo com o Plano Municipal de Educação. Esta é a primeira edição do concurso, que irá selecionar uma produção textual de cada uma das 80 escolas municipais de Macapá. O resultado disso será o lançamento do livro Coletânea dos Pequenos Escritores Tucujus.

O edital pode ser acessado nas escolas municipais ou por meio do link:
https://drive.google.com/file/ d/1ax-63Ii3Y-52hQTmnvZC9_ rFiX4m62gZ/view?usp=drivesdk

Rafaela Bittencourt
Assessora de comunicação/Semed
Contato: 98805-8150

Oficina de “ Criação Literária” – Inscrições gratuitas abertas no Sesc Amapá

No período de 27 a 31 de agosto, o Sistema Fecomércio, através do Sesc Amapá, realiza no horário das 14h às 18h, na unidade Sesc Araxá, a oficina de “Criação Literária”, que está inserida no projeto “Arte da Palavra Sesc – Rede Sesc de Leituras”.

A oficina será ministrada pela facilitadora Michelly Dominiq, de Mato Grosso do Sul (MS) e objetiva facilitar o acesso a metodologias para o desenvolvimento de habilidades de leitura, narração, criação literária e expressão poética, estimulando o surgimento de novos escritores, contadores e leitores públicos, reconhecendo as narrativas da cultura local e estabelecendo repertório de promoção da cultura do Estado do Amapá.

As inscrições estão sendo realizadas exclusivamente presencialmente na Coordenação de Cultura Sesc em horário comercial. São ofertadas 25 vagas limitadas, voltada para professores, arte educadores, estudantes de teatro e literatura.

O projeto Arte da Palavra Sesc – Rede Sesc de Leituras é um circuito atuante em todas as regiões do país que estimula a formação de leitores e a divulgação de novos autores, além de valorizar obras e escritores brasileiros e as novas formas de produção e fruição literária. Com um circuito de autores e outros de apresentações que privilegiam a oralidade, pretende-se que diversas possibilidades de manifestações literárias sejam contempladas.

Michelly Dominiq

Natural de Mato Grosso do Sul (MS), contadora de história, atriz e pedagoga formada pela UFMS, (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul), idealizadora do projeto “Prosa e Segredo”, foi contemplada com os editais “Bolsa Funarte de Circulação Literária” – FUNARTE/MinC, “Fundo de investimentos Culturais” – FIC/MS e ganhadora do prêmio “Professores do Brasil 2016”, sua atuação atende as áreas de pesquisa em “Cultura Popular, Patrimônio Imaterial, Educação e Teatro”.

Serviço

Sesc Araxá
Rua Jovino Dinoa, 4311 – Beirol – Macapá/AP
Coordenadoria de Cultura
Fone: (96) 3241-2220 (Ramal – 239)

Dia do Folclore trará lendas brasileiras para crianças

Foto: Maksuel Martins

Lendas amapaenses serão dramatizadas para crianças das escolas municipais nesta quarta-feira, 22, no auditório da Biblioteca Elcy Lacerda. A equipe da Divisão de Recursos Didáticos da Secretaria Municipal de Educação levará os contadores de histórias para apresentar, de forma lúdica, as lendas regionais do Norte.

A programação é alusiva ao Dia do Folclore e se estenderá pelos períodos da manhã e tarde, recebendo 25 alunos do 4º ano de escolas das zonas sul e norte da capital. O encerramento, no período da manhã e tarde, ficará com a apresentação do Ladrão do Marabaixo.

Serviço:

Data: 22/08 (quarta-feira)
Hora: 9h
Local: Biblioteca Elcy Lacerda
Sugestão de entrevista: Samara Sampaio – chefe da Divisão de Recursos Didáticos

Rafaela Bittencourt
Assessora de comunicação/Semed
Contato: 98805-8150

Prova da Olimpíada Brasileira de Química ocorre neste sábado (25)

A coordenação do projeto de extensão “Olimpíadas de Química”, vinculado ao Programa de Inclusão, Acesso e Permanência (Piap) da Universidade Federal do Amapá (Unifap), divulgou a relação com os alunos de instituições de ensino das redes pública e privada de Macapá (AP) e Santana (AP) que estão aptos a participarem da Olimpíada Brasileira de Química 2018. A prova ocorre neste sábado, 25, das 14h às 18h, na sala 1 do Bloco K, situado no campus universitário Marco Zero do Equador, em Macapá (AP).

A Olimpíada Brasileira de Química (OBQuímica) existe desde 1986 e é um evento de cunho competitivo para estudantes do ensino médio e tecnológico. Os primeiros colocados nesta competição têm seus nomes inseridos na galeria de honra do troféu da Olimpíada Brasileira de Química. Os dez estudantes de maior destaque nesta olimpíada são convocados para participar do Curso de Aprofundamento e Excelência em Química, ministrado por professores do curso de pós-graduação em Química de uma das universidades participantes, de onde se escolherá a equipe que representará o Brasil na Olimpíada Internacional de Química e na Olimpíada Ibero-americana de Química.

Já o projeto de extensão da Unifap “Olimpíadas de Química” tem como objetivos: despertar o interesse dos estudantes pelo estudo da Química; formar continuamente acadêmicos de Licenciatura em Química da Universidade; estimular o ensino, a pesquisa e outras atividades profissionais na área; incentivar, por meio do ensino de Química, o entrosamento entre a Instituição e as escolas de nível médio do estado.

Saiba mais sobre a Olimpíada Brasileira de Química aqui. Neste site, você encontra mais informações sobre a Olimpíada Amapaense de Química.

Serviço

Olimpíada Brasileira de Química 2018.
Prova dia 25 de agosto de 2018, das 14h às 18h, na sala 1 do Bloco K, situado no campus universitário Marco Zero do Equador (Rod. Juscelino Kubitschek, km 02, bairro Jardim Marco Zero, Macapá-AP). Relação com os nomes dos alunos do ensino médio aptos a participarem da olimpíada está disponível no site da Unifap. Informações: 3312-1752 / 3312-1757 / [email protected]

Assessoria de comunicação

Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 21 de agosto

O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência.

Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702.

Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado).

Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas:

Caseiro – 1 vaga
Churrasqueiro – 2 vagas
Costureira em geral – 1 vaga
Mecânico de automóvel – 1 vaga
Supervisor administrativo – 1 vaga
Serviços gerais – 3 vagas

Fonte: G1 Amapá

Precisamos falar do futuro de quem amamos -Por @KiaraGuedes

Por Kiara Guedes

O que buscamos para os nossos filhos quando oferecemos para eles uma educação no exterior? Como prepará-los para profissões que ainda não existem?

Hoje em dia temos crianças extremamente inteligentes, ágeis, tecnológicas, que aprendem tudo muito rapidamente. Mesmo assim, nem todos têm as mesmas oportunidades.

O que falta então? Precisamos focar no desenvolvimento emocional.

O intercâmbio é uma aceleração do desenvolvimento pessoal. No intercâmbio, o participante é exposto à situações onde ele precisará cuidar de si e do dinheiro, ser responsável pelos seus horário e seus estudos, cuidar das suas roupas e dos seus bens pessoais, fazer novos amigos e conquistar seu espaço. Tudo isso em um idioma diferente, superando essa barreira.

É claro que tudo isso vai proporcionar juízo crítico e resistência para a vida.

Superar frustrações e dificuldades engrandece e melhora muito a autoestima, o que faz com que o participante esteja mais preparado para o mundo e para a vida pessoal e profissional.

Nossa dica!

A NR INTERCÂMBIO é a única empresa especializada em crianças e adolescentes do Brasil e com quase 15 anos de experiência, pode te ajudar a proporcionar essa experiência aos seus filhos.

Temos expertise, conhecimento e experiência, pois já enviamos mais de 2 mil jovens para estudar no exterior, mantendo sempre um atendimento personalizado e de excelência.

Seu filho precisa dessa oportunidade, está nas suas mãos!

Ligue ou mande um WhatsApp (96) 991201780. Visite-nos na Feliciano Coelho, 976 A, Trem, e saiba mais e ajude quem você ama a se preparar para a vida!

Em ação movida pelo MP-AP contra o Estado, Justiça determina depósito de recursos para compra de medicamentos contra o câncer

Resultado de Ação Civil Pública movida pela Promotoria de Defesa da Saúde do Ministério Público do Amapá (MP-AP), a juíza Alaíde Maria de Paula, titular da 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá, determinou, durante audiência realizada nesta segunda-feira (20), que o Governo do Estado faça o depósito judicial de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para compra de medicamentos destinados aos pacientes em tratamento contra o câncer na Unidade de Oncologia (UNACON).

O valor a ser depositado foi dividido em duas parcelas, sendo a primeira marcada para a próxima quinta-feira, dia 23. A titular da 2ª Promotoria da Saúde, promotora de Justiça Fábia Nilci, relembrou que a ação é de 2010 e segue sem um desfecho. “Essa ação diz respeito à regularização do fornecimento de medicamentos para a Clínica Oncológica. Esse processo foi sentenciado em 2010, com decisão transitada em julgado. Iniciamos um procedimento de execução dessa decisão, mas desde 2004 os acordos não vêm sendo cumpridos pelo Estado”, declarou.

O MP-AP, dente outros pedidos, requereu o bloqueio nas contas do GEA no valor de R$5 milhões. Na audiência realizada no dia 27 de julho de 2017 a Promotoria apresentou em juízo a lista de medicamentos em falta na farmácia da UNACON. O valor global foi calculado com base na última compra feita pelo GEA para abastecer a unidade durante um ano.

“O desabastecimento contínuo e frequente dos medicamentos quimioterápicos leva como consequência a uma interrupção no tratamento oncológico, causando prejuízo de forma decisiva no prognóstico e no resultado desses tratamentos, podendo ocasionar a piora dos pacientes ou até o óbito”, reforçou Fábia Nilci.

A magistrada não determinou o bloqueio das contas, mas exigiu que o secretário de Estado da Saúde, Gastão Calandrini, se comprometesse com os depósitos dos valores acordados e nos prazos estipulados pelas partes. No caso de não cumprimento do acordo, as contas do Estado serão bloqueadas.

“Não é demais frisar que há mais de um ano o Estado afirma ter iniciado o processo licitatório para a compra dos medicamentos oncológicos, sem que tenha finalizado até o presente momento”, destacou a juíza Alaíde.

A decisão também determinou prazo de 45 dias para que a Secretaria de Saúde do Estado conclua o processo licitatório, a fim de garantir o fornecimento regular dos medicamentos.

SERVIÇO:

Ana Girlene
Assessoria de Comunicação do MP-AP
Contato (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Ranking Folha mostra quais estados fazem mais com menos (Amapá está em último lugar entre as unidades da Federação) – Égua-moleque-tu-é-doido!

Por Fernando Canzian

Ferramenta inédita lançada pela Folha e o Datafolha mostra quais estados entregam mais educação, saúde, infraestrutura e segurança à população utilizando o menor volume de recursos financeiros.

O REE-F (Ranking de Eficiência dos Estados – Folha) considera 17 variáveis agrupadas em 6 componentes para calcular a eficiência na gestão dos 26 estados e detalha ainda a situação das finanças de cada um deles.

Numa escala de 0 a 1, cinco estados ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser considerados “eficientes” -Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Pernambuco e Espírito Santo. Outros seis mostram “alguma eficiência” no uso de seus recursos e os demais 15 podem ser considerados “pouco eficientes” ou “ineficientes”.

O objetivo do REE-F é quantificar o cumprimento, pelos governos estaduais, de funções básicas e previstas em lei segundo seus recursos financeiros.

Aparecem mais bem posicionados os estados que gastam menos, por exemplo, para ter mais jovens na escola, médicos e leitos em hospitais, redes de água e esgoto, melhores rodovias e menores índices de violência.

A partir do cruzamento com a atividade econômica dos estados, o REE-F mostra que aqueles que mantêm ou que ampliaram sua base industrial e de serviços na composição do PIB (Produto Interno Bruto), com impacto positivo na arrecadação de impostos, tendem a ser mais eficientes. Já os que têm a agricultura, a administração pública e os repasses da União como principais fontes de receita se saem pior.

Além de mostrar correlação com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da ONU, o REE-F revela que altas taxas de mortalidade infantil e homicídios são os sinais mais fortes da ineficiência de um estado. E que aqueles que possuem receita per capita maior não são necessariamente os com melhor desempenho.

O trabalho traz ainda um amplo panorama das dificuldades dos estados, com a queda na receita e investimentos na crise econômica, e a explosão das despesas com o aumento do funcionalismo ativo e inativo.

Com cada vez menos receitas disponíveis para o básico, os estados têm à frente um desafio inédito: quase a metade dos servidores está em idade de se aposentar, colocando em xeque o atendimento à população.

Veja o Ranking (situação do Amapá, em último, linkada na imagem): 

Clique na imagem e veja a caótica situação do Amapá, conforme o levantamento.

Fonte: Folha.

Lançamento do Livro “Rio Oiapoque in Blues” – De Marven Junius Franklin

 


O Sistema Fecomércio, por meio Sesc Amapá, realiza no dia 31 de agosto, na unidade Sesc Centro, a partir das 19h, o lançamento do livro “Rio Oiapoque [in Blues]” do autor Marven Junius Franklin.

A obra “Rio Oiapoque [in Blues]” traz a materialização de uma fronteira imaginária, que se concretiza aos olhos do leitor graças à poética ficcional do autor. Como o próprio nome do livro já sugere, a obra mostra a experiência de vida à realidade tucuju o que resulta em linguagem poética em constante transmutação.

Marven Junius Franklin

Descente de confederados norte-americanos que aportaram e apostaram no Brasil, professor de educação física, poeta ativista, com várias publicações e premiações literárias em seu currículo. Encantou-se com rios, floresta, aborígines, amores, cultura e o sentimento de grandiosidade que emana ininterruptamente destas plagas magnificas. E isso é ótimo para as letras poéticas que precisam dessas aparições para que se mantenha o encanto e a beleza da poesia. Certamente Marven vai despertar nos leitores aquele estado singular de fruição da beleza dos seus versos bem construídos.

Serviço

Sesc Araxá
Rua Jovino Dinoa, 4311 – Beirol – Macapá/AP
Coordenadoria de Cultura
Fone: (96) 3241-2220 (Ramal – 239)
Coordenadoria de Comunicação e Marketing

Semana do Folclore – Histórias da Amazônia contadas por Joca Monteiro

Por Joca Monteiro

Mês de agosto é um mês encantado pois nele temos a Semana do Folclore e as escolas se enchem do imaginário brasileiro, transmitido saberes, sabores e muitas cores.

Eu sou um contador de histórias, sou brincante da cultura popular e vou levar meus encantos às escolas por onde passarei contando as histórias da floresta coletadas nos municípios do Amapá.

O projeto se mantém com o INGRESSINHO POPULAR não obrigatório de R$1,00 arrecadado entre os alunos, no final de cada apresentação é feito o sorteio de 1 dos livros do Joca que também estão disponíveis para venda ao preço de R$10,00

LIVROS

As Filas da Matinta
O homem que vira porco
O vaqueiro sem cabeça
O boi de pindorama

A escola entra em contato pelo whatsapp 96 9915666662 reserva sua vaga e um representante do projeto vai na escola levar os ingressos e averiguar necessidades técnicas.

As apresentações acontecerão no período de 20 a 31 de agosto. Não deixe sua escola fora desse projetinho cheiroso.

Para saber mais sobre Joca Monteiro, leia AQUI e AQUI. Além disso, assista o vídeo: