Poema de agora: Aquela máquina de Digitar Afetos – Jaci Rocha

Aquela máquina de Digitar Afetos

Aquela máquina de Digitar afetos
Nunca mais escreveu a palavra “Meu amor”
Por onde andas,
Afinal?

Verbo que é cheiro
Quanta falta tu faz em meu jardim…

Nem sempre fui assim, tão dislexa à paixão
Já fui mais atenta ao meu próprio coração
Mas a vida é assim,
Depois que passei a usar relógio

O tempo caçoa de mim:
– Faz com que tudo tenha exíguo começo, meio e fim –

É que o amor não cabe no curto espaço de 24 horas
isso aos poucos, creia,
A tudo devora –
E apavora

Mas… acalma, Coração
– Quem sabe ainda temos
Uma eternidade a mais
Na próxima Oração –

Quem sabe a gente se tropece
Em meio ao burburinho de um café
Quem sabe aquele velho ditado (Clichê)
Ainda esteja de pé

Ah! Incerta beleza de existir.
O verbo futuro é ingrato
Descumpridor nato
De quem achamos que seremos…

Faz tempo que não chove em Macapá
Mas o Equador vira água num súbito instante!
Quem sabe a vida seja assim: de se sentir o sabor
E agora, sob o intenso calor,

Me demoro a tentar compreender
O porque essa máquina (de bater)
nunca mais digitou a palavra
“Meu amor”…

Jaci Rocha

Fonte: A Lua Não Dorme.

Hoje é o Dia do Professor – Minha homenagem aos nobres educadores

Homenagem do MP-AP – Arte: Ascom MP

Hoje (15) é o Dia do Professor. A origem da data é em razão que, no dia 15 de outubro de 1827, Pedro I, então Imperador do Brasil baixou um Decreto que criou o Ensino Elementar Nacional. De acordo com a resolução, “todas as cidades, vilas e lugarejos teriam que ter escolas de primeiras letras”. Foi assim.

A profissão é talvez a mais nobre de todas, afinal o professor é o norteador dos futuros profissionais em todas as áreas de atuação que existem. Tive dezenas de bons professores, como a saudosa Gorete Monteiro. Excelente educadora, lecionava Português na Escola Polivalente Tiradentes, foi com ela que comecei a escrever melhor.

Falando de nossa língua, também exalto a professora Catarina Moutinho, que me deu aula no Colégio Amapaense e que reencontrei no Seama, onde formei em Comunicação. Não posso deixar de falar do Carlos Magno, profissional brilhante, que abriu minhas idéias.

Ah, também homenageio aqueles que, além de bons professores, se tornaram meus amigos pessoais, caso do Silvio Neto (professor universitário). Paulo e Patrick Bitencourt, meus irmãos da Cúpula do Trovão, Gabriela Dias, Marcelo Guido, Enilton Cardoso, Armando Cavalcante, Alzira Nogueira e Rita Barcessat, ambas da Unifap, entre outros. Pois tenho muitos brothers que lecionam e é impossível enumerá-los neste post.

Sou filho de uma professora e orientadora educacional, Maria Lúcia Vale Cardoso, que muito honrou a profissão. Minha mãe ralou pra caramba em salas de aula nos aos 80. Depois formou-se e seguiu contribuindo com a educação de centenas de pessoas, que hoje trabalham nas mais distintas áreas. A ela, em nome de todos os professores, minhas homenagens!

Feliz Dia do Professor aos trabalhadores da nobre e tão pouco reconhecida profissão. Esse é o profissional dos profissionais, com toda a certeza, a profissão que mãe é de todas as outras.

Maria Lúcia, minha mãe, a professora da minha vida.

Torço para que, um dia, o Brasil faça Justiça e valorizes seus educadores com condições de trabalho e salários dignos. Parabéns, mestres!

Elton Tavares

Em Ação Civil Pública, MP-AP e MPF cobram a manutenção imediata da ponte sobre o Rio Vila Nova, Br. 156 – trecho sul

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) e o Ministério Público Federal (MPF/AP) ingressaram, nessa quinta-feira (14), com Tutela Provisória Antecipada, em caráter antecedente a Ação Civil Pública (ACP), com pedido de estabilização dos efeitos, contra a União, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a construtora Rio Pedreira, para que seja realizada, imediatamente, a manutenção da ponte sobre Rio Vila Nova, localizada na BR-156, trecho sul, que liga Macapá aos municípios de Laranjal e Vitória do Jari.

União, DNIT e a construtora são os responsáveis pelo serviço de manutenção, conservação e recuperação da rodovia BR-156/AP nos seguintes trechos: cachoeira do Santo Antônio/Guiana (ponte internacional); subtrecho AP-480 (Rio Cajari – Santa Clara), entre a AP-030 (A) (Camaipi – Rio Vila Nova) e o segmento: KM 164,20 ao KM 212,15, com extensão total de 47,95 KM.

A ponte sobre o Rio Vila Nova, construída em madeira, está localizada no trecho do KM 212 da BR-156, que interliga a região do Vale do Jari à capital do Estado. Por seu caráter precário, será substituída por uma nova ponte, também de madeira, que está em fase de construção ao lado da antiga.

Na ACP, com pedido de tutela de urgência, o promotor de Justiça Benjamin Lax, titular da Promotoria de Laranja do Jari, e a procurador ada República (MPF/AP), Thereza Luiza Fontenelli, demonstram que “a população do Vale do Jari e os demais usuários da ponte do Rio Vila Nova encontram-se em perigo iminente, haja vista que a referida ponte está em caráter precário, podendo vir a ceder a qualquer momento, ter seu uso interrompido ou mesmo proibido, como aconteceu em vários casos exemplificados”, citam.

Perigo

MP-AP e MPF/AP alertam que, em razão da fragilidade na sua estrutura, foram impostas limitações ao uso da ponte, como a proibição estabelecida pela Polícia Rodoviária Federal de tráfego de veículos com Peso Bruto Total (PBT) superior a cinco toneladas.

“É de conhecimento público e notório que a proibição imposta não está sendo respeitada, uma vez que diariamente ônibus de passageiros com transporte intermunicipal, caminhões transportando cargas pesadas, como combustível, alimentos, materiais de construção, dentre outros veículos, utilizam a ponte. Além disso, e de modo a facilitar o não cumprimento da limitação de peso, no local inexiste fiscalização por parte das autoridades públicas quanto às limitações impostas”, reforçam os membros do MP-AP e MPF.

Diante da demora para a conclusão da obra e das condições precárias da ponte, o promotor Benjamim e a procuradora Thereza sustentam que a Cidade de Laranjal do Jari e as comunidades próximas estão em perigo de ter a sua principal via terrestre de acesso à cidade de Macapá bloqueada. “Não apenas isso, diante do grande fluxo de pessoas, especialmente em ônibus, corre o risco de acontecer uma tragédia’.

Pedidos

Diante disso, MP-AP e MPF pediram, em caráter de urgência, a conclusão da obra de construção da ponte sobre o Rio Vila Nova, no prazo máximo de 30 dias, sob pena de multa diária, nos seguintes valores: R$10.000,00 (dez mil reais) diários em relação à União; R$5.000,00 (cinco mil reais) à empresa e R$1.000,00 (mil reais) em relação ao Superintendente do DNIT, Gustavo Delfilipo.

E que, enquanto a nova ponte sobre o Rio Vila Nova estiver sendo concluída, seja determinada a alocação de fiscalização para o local, pelo período de 24h, a fim de evitar o tráfego de veículos com capacidade superior ao permitido.

“A utilização da ponte antiga sem qualquer fiscalização e a demora na finalização têm o potencial iminente de causar grave acidente, com prejuízos materiais e perda de vidas humanas, dano ambiental, além de deixar praticamente isolado um dos principais municípios do Estado, causando o caos público”, finalizam os representantes dos MPs.

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Ana Girlene
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Sesc Amapá promove exposição “Griô!” que retrata o cotidiano da Vila do Carmo do Macacoari

As obras da artista Maria Paula Marques foram selecionadas pelo projeto Entre Artes

O Sesc Amapá através do Projeto Entre Artes realiza a exposição “Griô!”, da artista Maria Paula Marques, que fica aberta para visitação no período de 15 de outubro a 12 de novembro na Galeria de Artes Antônio Munhoz Lopes no Sesc Araxá. A vernissage da exposição acontece nesta sexta-feira (15) às 19h e, nos demais dias pode ser visitada no horário de 8h às 18h.

Griô é um termo que faz referência àquele que preserva e perpetua as tradições de uma comunidade. Maria Paula encontrou em sua memória afetiva, a forma de expressar a magia da fala griô pela fotografia, quer dizer, contar histórias através de imagens. Desse conjunto de potentes palavras geradoras, sabedoria, lembranças e criação, nasce a exposição inspirada no cotidiano da centenária comunidade negra da Vila do Carmo do Macacoari, no município amapaense de Itaubal do Piririm, território que, no passado, pode ter sido rota de fuga de escravizados indígenas e negros. E, na década de 1920, passa a ser liderado por mulheres, que, nele, constroem suas territorialidades.

A artista ao conceber a exposição “Griô!”, estabelece através das imagens narrativas de vivências que passam de geração em geração . Seu sentimento de pertencimento a esse território capta, com suas lentes, o que há de concreto nesse espaço multicultural: a natureza, os objetos, as pessoas de diferentes idades e religiosidades, a ação do homem sobre o território, suas atividades produtivas e cotidianas.

A exposição Griô é composta de fotografias pintadas digitalmente e, posteriormente, bordadas, um fazer artesanal, tradicional, milenar, em que se demanda tempo e muitíssimos cuidados no vai e vem das linhas, nesse caso, no papel. A artista inspira poeticamente o visitante a aguçar seu olhar interpretativo de pertencimento sobre as imagens, para que consiga compreender a vida do macacoariense, e, assim, conhecer melhor a história do Amapá.

Projeto Entre Artes – Com a finalidade de estimular e divulgar a produção artística visual do Amapá e de todo o Brasil, o projeto seleciona artistas locais, e de todo o território nacional, para divulgar suas produções nos eventos do Sesc Amapá. São exposições presenciais e virtuais, oficinas, palestras, workshops e mediações de debates. Entre Artes é um projeto que oportuniza a criação de plateias para os artistas e a participação da população nas manifestações artísticas do Estado, de forma que as Artes Visuais do Amapá possam ser apreciadas.

Maria Paula Marques – é formada em Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Federal do Amapá (Unifap) , ano de conclusão: 2020. Realizou Residência Pedagógica em Artes Vínculo pela Fundação Capes/ Escola Estadual Augusto Antunes (Santana-AP) nos anos de 2018 e 2019. Atualmente, está cursando Especialização em Estudos Culturais e Políticas Públicas, também na Unifap.

SERVIÇO:

Vernissage da exposição “Griô!”, da artista Maria Paula Marques
LOCAL: Galeria de Artes Antônio Munhoz Lopes – Sesc Araxá
DATA: 15/10/2021 HORA: 19h
INFORMAÇÕES E AGENDAMENTOS: 3241-4440 ramal 239 – Coordenação de Cultura

Haynan Iago Araújo – Assessor de Comunicação
E-mail: [email protected]
Contato: Cel/WhatsApp (96) 98115-7855

Nota de Esclarecimento da Secult/AP sobre a liberação de recursos do edital “Circula Amapá”

A Secretaria de Estado da Cultura do Amapá (Secult/AP) vem à público informar que, a liberação de recursos do edital “Circula Amapá” (N° 001/2020), de outubro de 2020, depende do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo. O total de investimento na cultura é de R $970 mil, proveniente de emenda federal articulada pelo senador do Amapá, Davi Alcolumbre. A Secult/AP, inclusive, já honrou com a contrapartida deste valor, paga pelo Governo do Estado do Amapá.

A verba tem o propósito de valorizar e fortalecer a cultura amapaense, incentivando a produção local com políticas ampliadas para os projetos que favorecem a circulação de bens, produtos e serviços artísticos e culturais em âmbito local, estadual, nacional e internacional.

Porém, houve um entrave em âmbito federal, já em tratativas para liberação e não na Secretaria de Estado da Cultura. De acordo com o titular da Secult, Evandro Milhomen, o processo do edital foi todo feito dentro da lei, inclusive analisado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE-AP), que comprovou a lisura do mesmo.

“Fizemos tudo dentro da Lei, com o auxílio da PGE, para que não houvesse falha ou dúvida no edital e seus contemplados. Entretanto, por conta de trâmites burocráticos do Governo Federal, o recurso para incentivo aos segmentos culturais do Estado, em razão da pandemia, não foram liberados.  Sabemos da importância do suporte aos trabalhadores de todas as vertentes culturais e já conversamos com o senador Davi Alcolumbre, apoiador da Cultura do Amapá, que está trabalhando para destravar a verba. E agradecemos o esforço do congressista amapaense“, pontuou o titular da Secult.

A Secult reafirma o seu compromisso com os segmentos artísticos e culturais. A Secretaria de Estado da Cultura fica à disposição para quaisquer esclarecimentos no que for necessário.

Randolfe anuncia R$ 150 mil para edital de cultura gospel em Macapá; recurso já está na conta – @randolfeap

Em um encontro com produtores culturais e artistas da cultura gospel, o senador Randolfe Rodrigues (REDE) anunciou nesta quinta-feira (14) a destinação de emenda parlamentar de R$ 150 mil para um edital específico do setor.

Além de pastores, lideranças e artistas, o prefeito de Macapá, Antonio Furlan, e o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Olavo dos Santos Almeida, também estiveram presentes no encontro.

A emenda de Randolfe já está nos cofres do Município e o edital será organizado pela Fumcult em parceria com o movimento de cultura gospel da capital.

O senador também confirmou apoio este ano para os eventos alusivos ao Dia do Evangélico, comemorado no dia 30 de novembro, e que a partir de 2021, em todos os anos irá destinar emenda para a cultura gospel.

“Vamos valorizar esse músicos e artistas que fazem o melhor em suas bandas e grupos de louvor, dança e teatro para manifestar sua cultura de fé e amor”, declarou Randolfe Rodrigues.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Senac realiza evento Tecnológico com Batalha de Robôs nesta segunda

O Sistema Fecomércio AP, por meio do Senac Amapá, realiza o “I Encontro Tecnológico: Crie, Invente e Inove”, que acontece no dia 18 de outubro, das 09h às 20h, na sede do Senac Amapá, juntamente com a etapa estadual do Torneio Juvenil de Robótica. O evento acontece de forma hibrida, gratuita e com direito a certificado.

O encontro faz alusão ao Dia do Profissional de Tecnologia da Informação e comemora a excelência e a qualificação desses profissionais que compõem o corpo técnico e pedagógico do Senac Amapá.

Durante a programação, o Senac Amapá, realizará a etapa estadual do “Torneio Juvenil de Robótica”, que ocorre de forma nacional por meio do Instituto TJR, desde 2009, em todas as regiões brasileiras, atingindo a marca de segundo maior evento gratuito de robótica da América Latina.

O objetivo do I Encontro Tecnológico é aproximar os profissionais locais do segmento de tecnologia, e apresentar novas ferramentas aliadas ao comércio amapaense. A ideia é sensibilizar empresários e gestores para investirem em recursos, utilizando a tecnologia como estratégia para evolução de uma marca ou empresa.

A programação do evento conta com palestras, oficinas e torneios, confira:

Dia 18 de outubro

9h – Apresentação Cultural: Dança dos Robôs no Meio do Mundo – Local: Auditório Senac Amapá

10h – Palestra: Inteligência Artificial (Dr. Klenilmar Lopes) – Local: Auditório Senac Amapá

11h – Palestra: Internet das coisas aplicada ao comércio (Me. Luiz Hamilton) – Local: Auditório Senac Amapá

14h – Oficina: Meninas da Computação (UNIFAP) – Local: LAB 2 / LAB 6 do Senac Amapá

14h – Oficina: Montando meu primeiro computador gamer (instrutor do Senac, Fernando Guevara) – Local: LAB 1 do Senac Amapá

14h – Torneio: Torneio Juvenil de Robótica – Local: Quadra Senac Amapá

18h – Entrega da Premiação TJR

19h – Mesa Redonda – “Tecnologias e o Ambiente Profissional Remoto.”

20h – Encerramento

Serviço:

Andréa Maciel
Assessoria de comunicação do Senac Amapá
Contato: (96) 99207-7636 / 991629993

Promotoria do Urbanismo reúne com Secult e Seinf para tratar de reabertura de equipamentos culturais

O Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio da Promotoria de Justiça de Urbanismo, Habitação, Saneamento, Mobilidade Urbana, Eventos Esportivos e Culturais de Macapá reuniu-se na data de hoje (15), com os secretários de estaduais de Cultura (Secult), Evandro Milhomem, e de Infraestrutura (Seinf), Alcir Matos, para tratar da reforma e revitalização de alguns equipamentos públicos de interesse cultural que atualmente encontram-se fechados.

Na ocasião, foram apresentados pela Seinf os projetos para reforma do Sambódromo, Teatro das Bacabeiras e Escola de Arte Cândido Portinari, entre outros.

Alcir Matos esclareceu que a reforma do Teatro das Bacabeiras já iniciou e acontecerá por etapas, começando por banheiros e hall de entrada, com substituição de assentos e sistema de ar-condicionado, revitalizando toda a sua parte interna. Por fim, será feita a reforma da parte externa, com previsão de entrega para meados de 2022.

Quanto ao Sambódromo, o secretário da Seinf informou que há um projeto para reforma e construção de novas arquibancadas de concreto, mas, que pelo tempo necessário para contratação, não seria possível sua utilização para o Carnaval de 2022.

Na reunião, foram também explanados os planos para a área de entorno da Fortaleza de São José, que deve passar também por revitalização, bem como a antiga residência oficial do governador.

“Temos um projeto para criação de um novo espaço na antiga residência oficial, com exposição de obras de artes e de acervo relacionado ao Governador Janary Nunes, dando uma nova finalidade àquela área”, informou o secretário Evandro Milhomem.

O promotor de Justiça titular da Promotoria de Urbanismo, André Araújo, destacou a importância da entrega, o quanto antes, de tais equipamentos, pois o período de pandemia prejudicou muito a área da cultura e, esses espaços, se já disponíveis, poderiam ajudar na recuperação do setor.

A Promotoria deve manter a agenda de reuniões com Seinf e Secult para acompanhar os projetos mencionados.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Promotoria de Urbanismo
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação acontece neste sábado (16) em Macapá

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza neste sábado (16) o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para as crianças e adolescentes na faixa etária de 0 a 15 anos. A ação atende as determinações do Ministério da Saúde e irá disponibilizar 14 tipos de vacinas em 17 pontos de imunização espalhados pela capital.

 

Segundo o subsecretário de Vigilância em Saúde da Semsa, Kleverton Siqueira, a campanha deseja atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes.

 

‘’A Campanha de Multivacinação iniciou no dia 1º de outubro e se estende até o dia 29. Até o momento, a Semsa já vacinou 6.234 crianças e adolescentes desde o início deste mês. A meta é melhorar a cobertura vacinal desta faixa etária que está baixa e pode favorecer o adoecimento por doenças já superadas nos últimos anos’’, pontua.

 

‘’Com a ação de sábado, esperamos atender mais de quatro mil crianças e adolescentes, fortalecendo assim os sistemas imunológico desse grupo, afastando as possibilidades de desenvolverem doenças graves’’, complementa o subsecretário.

 

Multivacinação

Em Macapá, serão disponibilizados os seguintes imunizantes: DTP e pentavalente, BCG, vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e varicela (SCRV), vacina contra poliomielite, hepatite A, hepatite B, febre amarela, HPV (Papilomavírus humano), rotavírus humano G1P1, Pneumo 10 valente, meningos C e ACWY.

 

Pontos de atendimentos

As vacinas estarão disponíveis das 8h às 17h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Brasil Novo, Marabaixo, Perpétuo Socorro, Pedro Barros, São Pedro, Pedrinhas, Raimundo Hozanan, Congós, Rosa Moita, BR-210, Novo Horizonte, Marcelo Cândia, Pacoval, Cidade Nova, Padre Raul Matte e Leozildo Fontoura. Além disso, será montado um ponto extra no estacionamento do Parque do Forte, onde haverá ainda a oferta de atividades de saúde e recreativas para o público-alvo da ação.

 

Para receber o imunizante as crianças e adolescentes precisam estar acompanhados dos pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação, carteira de vacina e cartão do SUS.

 

A Campanha de multivacinação se estende até o dia 29 de outubro. Desta forma, as crianças gripadas, com episódios de febre e diarreia, deverão ser vacinadas apenas após sua melhora.

 

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Governo do Amapá recebe mil doses de AstraZeneca destinadas à terceira dose de indígenas

Mil doses destinadas a dose de reforço dos indígenas – Foto: Ascom/SVS

O Governo do Amapá recebeu na quinta-feira, 14, um lote com mil doses da vacina AstraZeneca que serão exclusivas para a dose de reforço da imunização da comunidade indígena. Este é o segundo lote destinado para reforço da vacinação deste público-alvo; no primeiro, foram enviados mil imunizantes Janssen, com dose única.

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) armazenou o lote e, em breve, entregará as vacinas ao Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Norte do Pará e Amapá, órgão responsável pela aplicação das vacinas deste público. Também serão destinadas mais 1.590 doses de Pfizer para a imunização de adolescentes indígenas de 12 a 17 anos.

Desde janeiro, o Governo do Amapá mantém esforços para alcançar os povos indígenas com a vacinação contra covid-19, para isso, o Estado utilizou voadeiras e helicópteros para entregar vacinas mesmo às aldeiais mais distantes. Como resultado desta estratégia, 90,49% da população indígena já recebeu a primeira dose da vacina e 81,58% está com a imunização completa, segundo o DSEI. O Ministério da saúde considera um público indígena de 6.237 pessoas nesta região.

“Agora, estamos garantindo a terceira dose para reforçar a proteção dos nossos indígenas nesta pandemia”, manifestou o , superintendente da SVS no Amapá, Dorinaldo Malafaia.

Nathanael Zahlouth e Marcelo Guido
Assessoria de comunicação da SVS

Homenagem: Sindicato dos Professores do Amapá realiza programação neste o Dia do Professor

Hoje é o Dia do Professor. Para celebrar a data, o Sindicato dos Professores do Amapá realiza programação para o Dia dos Professores do Amapá (Sinsepeap) realiza nesta sexta-feira (15), a partir das 16h, uma vasta programação em homenagem aos educadores nas redes sociais do Sinsepeap, Galeria Samaúma, sede social e sede campestre da instituição.

De acordo com uma das diretoras do Sinsepeap, Leacide Moura, as celebrações contarão com a I Live Educacional; II Feira Cultural, Exposição de arte; shows de Fineias Nelluty e Zé Miguel, atração em Arte Cênica com Jackson Amaral e Ação de Embelezamento

E, ainda, Ação de Saúde, com vacinação contra a Covid-19 e Teste rápido para a mesma enfermidade, vacina da Influenza e Tríplice viral, teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatites B e C.

Além de torneios para professores e professoras nas modalidades futebol, bilhar, dominó e baralho.

Realização da Diretoria Estadual e Municipal de Macapá do Sinsepeap.
Com informações, de Leacide Moura.

TV Unifap é a nova integrante da Rede Nacional de Comunicação Pública

Imagem: Rádio e Tv Universitária.

A emissora da Universidade Federal do Amapá (Unifap) é a nova integrante da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP) gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A TV Digital Unifap (TVU) estreia oficialmente a programação a partir da próxima segunda-feira (18).

O termo de cooperação foi assinado em julho deste ano entre as instituições para a formalização da parceria e operacionalização da emissora, que teve licenciamento aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) este mês.

O reitor da Unifap Júlio César Sá de Oliveira esteve hoje (14) na sede da EBC em Brasília para a formalização da adesão à RNCP. Também estiveram presentes o Diretor Geral da EBC, Roni Baksys; o Diretor de Operações e Tecnologia da EBC, Pedro Boszczovski; o Gerente Executivo de Planejamento de Programação da Rede Nacional de Comunicação Pública, Vancarlos Alves, e o Diretor de Tecnologia da UNIFAP, Alípio Júnior e, por videoconferência, o Diretor da Rádio e TV UNIFAP, Paulo Vitor Giraldi Pires.

Desde 30 de setembro, a TV Unifap está operando em fase de testes as transmissões da TV Brasil no canal 46.1, e multiprogramação – TV Brasil 1, TV Escola e Canal Saúde. A partir da assinatura, a emissora comprometeu-se a utilizar o mínimo de dez horas e meia de conteúdo da TV Brasil em sua programação. A EBC disponibilizará suporte operacional e técnico.

Para o presidente da EBC, Glen Valente, parcerias como essa agregam valor não só para a EBC, mas para todo o sistema de comunicação pública do país. “A Rede Nacional de Comunicação Pública permite a distribuição de conteúdo de relevância nacional produzido localmente pelas afiliadas, além da expansão do sinal e alcance da programação da TV Brasil.”

O reitor da Universidade Federal do Amapá afirmou que a TV era um sonho da universidade. “Parecia distante, mas a entrada do protagonismo da EBC nos deu ânimo para trabalharmos mais por esse objetivo. Com o canal, pretendemos dar ao cidadão do Amapá uma opção de conteúdo sério e honesto, com programação educativa e local do estado, além de um instrumento pedagógico para os alunos da universidade. Queremos mostrar o Amapá para o próprio estado e para o Brasil”.

TV Unifap

Desde 2019, a Universidade Federal do Amapá planeja a integração da TV universitária à RNCP. A inauguração da emissora será uma homenagem póstuma da universidade ao falecimento de um ano do padre Professor Aldenor Benjamim, idealizador da TV Unifap, que teve um papel importante na realização deste projeto.

A TVU também será espaço para prática laboratorial dos estudantes de Jornalismo da Unifap e ainda firmará parcerias com os cursos de graduação e pós-graduação. Em breve, a TVU também estreará programas locais, incluindo telejornais, entrevistas, séries, documentários, entre outros formatos.

A Rádio Unifap integra a Rede Nacional de Comunicação Pública/ Rádio desde 2019.

Rede Nacional de Comunicação Pública de TV

Formada por 48 emissoras afiliadas e quatro emissoras próprias, a Rede tem o objetivo de difundir produções da TV Brasil e fortalecer a produção regional por meio do intercâmbio de conteúdo artístico e jornalístico.

Para participar da RNCP, as emissoras firmam contratos e acordos de cooperação em que se comprometem a transmitir a programação da EBC, como a da TV Brasil que já conta com todos os recursos de acessibilidade, obrigatórios por lei, e a participarem de coberturas especiais. Em contrapartida, a EBC auxilia as emissoras em processos de outorga de canais, disponibiliza suporte técnico, capacitação e cessão de equipamentos.

Fonte: Agência Brasil.

SENAI Amapá abre vagas para cursos gratuitos de qualificação profissional

Com 680 vagas abertas para cursos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá oferece oportunidades de qualificação profissional para pessoas com idade a partir de 14 anos nas modalidades semipresencial e online. As inscrições começaram no último dia 14 de outubro e a previsão para o início das aulas é dia 03 de novembro.

São cursos de Agente de Produção e Consumo Sustentáveis; Assistente Administrativo; Auxiliar de Contabilidade; Assistente de Recursos Humanos; Costureira sob medida – Modelagem, corte e costura; Prototipagem de Produtos de Vestuários e Operador de Computador.

As vagas fazem parte do programa de gratuidade do SENAI para formar novos profissionais aptos para o mercado de trabalho. Das sete ofertas, quatro serão na modalidade online e três de forma semipresencial distribuídos nas Unidades de Macapá, Santana e Vale do Jari.

Os candidatos podem acessar o edital aqui. Os interessados devem realizar a matrícula em www.ap.senai.br na aba Matricule-se. Maiores informações ou dúvidas podem ser tratadas pelo número (96) 3084-8930 ou pelo Whatsapp (96) 98406-1825.

Qualificação Profissional

A qualificação profissional é destinada às pessoas que buscam a formação e desenvolvimento de competências de um determinado perfil profissional definido no mercado de trabalho ou que tenham a necessidade de se requalificar.

Ascom SESI/SENAI – AP
Contato: (96) 3084-8944
E-mail: [email protected]

Vídeo mostrando ferrovia no Pará que teria sido concluída no governo Bolsonaro é falso

É falso que um vídeo mostra a construção de uma ferrovia em Marabá (PA) pelo governo Bolsonaro, conforme sustentam postagens nas redes sociais (veja aqui). As obras registradas na filmagem são da duplicação da estrada de ferro de Carajás, finalizada em 2018, ainda no governo Michel Temer (MDB). A empresa responsável pela construção afirmou que as imagens foram feitas entre 2016 e 2017.

Este conteúdo enganoso acumulava 30 mil compartilhamentos em publicações no Facebook na última sexta-feira (8).

Um vídeo que mostra maquinário usado na obra de uma estrada de ferro tem circulado nas redes sociais como se fosse de um empreendimento concluído pelo governo Bolsonaro no Pará, o que é falso. A filmagem teria sido feita entre 2016 e 2017, antes de a atual gestão federal tomar posse, e no Maranhão.

A obra que aparece no vídeo é, na verdade, de outro trecho da duplicação da estrada de ferro de Carajás. O grupo Teixeira Duarte, que executou a obra, disse ao Aos Fatos que as cenas foram registradas entre os anos 2016 e 2017, na região de Santa Inês (MA), não em Marabá (PA). A obra foi concluída em 2018, ainda durante o governo Michel Temer (MDB), de acordo com publicação da Vale, mineradora responsável pela ferrovia.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, não há obras em andamento no trecho indicado pela peça de desinformação.

O contrato que deu início às obras da duplicação da ferrovia foi firmado em 2015, na gestão da então presidente Dilma Rousseff (PT). Foram duplicados 575 quilômetros da estrada de ferro no Pará e no Maranhão.

Fonte: Espaço Aberto.