Prevenção à Covid-19: MP-AP expede Recomendação ao prefeito de Macapá para que se abstenha de expedir autorização para realização de grandes eventos

Visando evitar o colapso no sistema público e privado de saúde na capital do Estado, o Ministério Público do Amapá (MP-AP) expediu, neste sábado (22), Recomendação ao prefeito Municipal de Macapá, Antônio Furlan, para que adote providências e ações que impeçam a realização de eventos ou atividades que gerem grandes aglomerações. O objetivo é tentar promover uma desaceleração na curva de crescimento exponencial de novos casos de Covid-19.

O documento assinado pela procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, e pela promotora de Justiça da Saúde, Fábia Nilci, levou em consideração os dados divulgados no Boletim Epidemiológico sobre a doença. Segundo o levantamento, até o final da tarde do dia 20 de janeiro de 2022, o Estado possuía 132.389 casos confirmados e 2033 mortes pela Covid-19, sendo que nas últimas 24 horas, foram incluídos 1442 novos casos e destes, a maioria na capital, 873 casos novos, significando um aumento de mais de 908,59%, se comparados com a última semana de dezembro.

“(…) a velocidade do aumento de casos novos no Estado nos faz crer que atualmente há presença de duas variantes predominantes do COVID-19: Delta e Ômicron”, argumenta o MP-AP, destacando que a variante Ômicron tem como uma de suas características principais a alta transmissibilidade.

Na tarde da última sexta-feira (21), a promotora da Saúde reuniu com o prefeito Antônio Furlan para tratar do assunto, onde foi comunicado ao gestor municipal sobre a expedição do documento. “Alertamos sobre o baixo índice de vacinados com o ciclo completo, e que a maioria dos casos de internação eram de pessoas não vacinadas. Ali sugerimos ao município buscar novas estratégias para atrair e convencer a população para se vacinar, buscando inclusive fazer parceria com o privado”, salientou Fábia Nilci.

A Recomendação

Vários fatores foram levados em consideração pelo Ministério Público, como: o registro de um aumento expressivo nos casos de Influenza, especialmente pelo vírus H3N2, cujo os fatores somados têm impactado junto ao sistema de saúde público e privado, com expressiva demanda por atendimentos e internações; o número de internações por Covid-19 mais do que dobrou na rede pública e privada hospitalar, havendo expectativa de que esses números venham a subir consideravelmente nas próximas semanas; que, por conta do aumento de novos casos de Covid-19 e Influenza, há um número significativo de profissionais de saúde e de outros servidores que atuam no atendimento dessa demanda junto aos hospitais e às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) afastados por contágio (só no HE, são 200 profissionais afastados e na Vigilância Municipal, são em torno de 40% do efetivo), o que tem sobrecarregado ainda mais o sistema; e que, nessa semana foram registrados quatro óbitos confirmados para COVID-19.

“(…) é obrigação do poder público tomar todas as medidas necessárias para conter o avanço da doença, bem como preparar a rede pública hospitalar e de pronto atendimento para atender a demanda recebida, podendo para isso estipular medidas de restrições”, destaca o documento.

Ressalta ainda que, tem chegado ao conhecimento da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde a realização de festas, shows e grandes reuniões de pessoas em bares ou restaurantes; ruas ou praças, quadras poliesportivas, ou mesmo em templos religiosos, que certamente irão contribuir significativamente para o aumento de contaminações, seja por COVID-19 ou Influenza. E, também por conta de que os eventos têm acontecido normalmente e que há alguns programados para ocorrer nos próximos dias.

Diante do exposto, o MP-AP recomenda ao prefeito de Macapá a adoção das seguintes providências ou ações:

1. O cancelamento e não emissão de qualquer tipo de alvará que autorize festas e eventos, públicos e/ou privados, ainda que coorporativos, que resultem em aglomerações de pessoas, no período de 24/01/2022 a 06/03/2022, devendo realizar análise e acompanhamento diários de casos e internações para recrudescimento ou afrouxamento das medidas;

2. Realize intensa fiscalização nos locais onde comumente são realizados eventos de tais natureza;

3. Fazer cumprir integralmente as políticas de prevenção e combate ao Coronavírus estipuladas pelo Ministério da Saúde, informando e garantindo a execução de providências que venham a ser determinadas em todo o município;

4. Adequar, no que for preciso, o Decreto Municipal 237/2022-PMM, que tem validade até o dia 31/01/2022, ao atual quadro epidemiológico apresentado até o dia 21/01/2022, visando desacelerar a curva de crescimento exponencial de novos casos de COVID;

5. Caso a situação epidemiológica do Estado venha exigir suspensão ou proibição de quaisquer atividades, que sejam, PRIMEIRAMENTE, suspensas e/ou proibidas, todas as atividades não essenciais.

O MP-AP observa que a presente Recomendação não envolve, neste primeiro momento, nenhuma orientação acerca do fechamento de estabelecimentos comerciais, tais como bares, lanchonetes, restaurantes e até mesmo de locais destinados a eventos. Também não é objetivo do Ministério Público a suspensão ou proibição de quaisquer atividades, sendo que a preocupação é tão somente de se evitar eventos ou atividades que gerem grandes aglomerações, ainda que elas sejam dentro de um restaurante, bar e/ou lanchonete, ou seja, independem do local neste período de ascendência da curva de casos COVID-19 e Influenza, visando evitar o colapso no sistema público e privado de saúde nesta cidade.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Vacinas para Covid serão ofertadas a partir de segunda (24/01) nas Faculdades Estácio Amapá e Macapá

Em parceria com a Prefeitura Municipal de Macapá, a partir desta segunda-feira, dia 24 de janeiro, as Faculdades Estácio de Macapá (Seama) e Estácio do Amapá (Famap), serão ponto de Vacinação (COVID-19 e outras vacinas) para pessoas com idade a partir de 12 anos.

Para receber qualquer dos imunizantes, basta apresentar a carteira de vacinação, os originais e cópias de um documento oficial com foto, CPF e comprovante de residência.

“A ampliação dos pontos de imunização é uma medida extremamente importante para a população, já que as Unidades Básicas de Saúde ficaram apenas com as vacinas de rotinas e Covid Pediátrica, assim diminui a aglomeração nos pontos”, enfatiza a Diretora do Centro de Imunobiológico do Município de Macapá, Celeomar Brito de Oliveira.

O Diretor da Estácio Macapá, Ronan Afonso Pereira, fala da responsabilidade social que a Estácio tem com a sociedade: “Esta é mais uma forma de demonstrar que a Estácio em Macapá persegue a excelência na prestação de serviços dentro e fora da sala de aula. Esperamos que essa ação crie um impacto positivo para a sociedade macapaense.”

Funcionamento:

Dias: Segunda a sábado
Horários: 09h às 15h
ESTÁCIO MACAPÁ SEAMA – Av. José Tupinambá de Almeida, 1223 – Jesus de Nazaré
ESTACIO AMAPÁ FAMAP – Juscelino Kubitschek s/n – Jardim Equatorial

Importante: Intervalo entre doses dos imunizantes contra Covid-19

1ª e 2ª dose
O intervalo entre a 1ª e a 2ª dose da Pfizer é de 21 dias para público em geral e pessoas imunossuprimidas, entre a D1 e a D2.
A D2 de Astrazeneca segue sendo aplicada com oito semanas após a D1, seguindo a nota técnica do Ministério da Saúde. No caso da CoronaVac, o intervalo é de 30 dias, ou de acordo com a marcação no cartão do usuário.

2ª e 3ª dose
O intervalo entre a 2ª e a 3ª dose é de 4 meses para pessoas de 18 anos ou mais, com ou sem comorbidades, idosos e profissionais de saúde. Para pessoas imunossuprimidas o intervalo é de 21 dias entre a D2 e a D3.

Serviço:

Diani Correa Cardoso
Comunicação – Faculdade Estácio Macapá/Amapá
Contato: (96) 99129 0844

Central do Contribuinte divulga novo horário de funcionamento

A medida é em decorrência do aumento de casos da Covid-19 na capital. Em casos excepcionais, o atendimento também pode ser realizado de forma on-line.

A partir de segunda-feira (24) a Central do Contribuinte funcionará de 8h às 14h para atendimento ao público. O contribuinte também pode entrar em contato por telefone e Whatsapp. A medida adotada é em função do aumento de casos de Covid-19 em Macapá. Os atendimentos serão realizados de segunda a sexta-feira.

“Estamos com um número alto de funcionários acometidos pelo vírus, por isso, em segurança à vida dos nossos colaboradores e dos contribuintes, decidimos suspender reduzir o horário do atendimento presencial e retomar com o on-line”, disse o secretário de Finanças, Mário Rocha Neto.

Os principais serviços procurados pelos contribuintes são os acessos aos boletos de impostos municipais (IPTU, ISS e Alvará de Funcionamento), notas fiscais e certidões negativas.

Serviço

Atendimento presencial na Central do Contribuinte
Horário de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h
Endereço: Rua Jovino Dinoá, 488 – bairro TremAtendimento on-line manhã e tarde
Contatos:
(96) 98801-4139 (ligação)
(96) 98813-3620 (ligação)
(96) 98813-3613 (Whatsapp)
Vigilância sanitária:(Expedição de licença)
(96) 99138-0556 (Whatsapp)

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Prefeitura de Macapá e Ministério da Saúde promovem ação de testagem para Covid-19

Neste sábado (22), a Prefeitura de Macapá e o Ministério da Saúde estarão juntos na promoção de uma ação de testagem para Covid-19 na capital. A iniciativa visa identificar possíveis casos de infecção por coronavírus na capital.

Para realização do teste é necessário estar com sintomas e apresentar documento oficial com foto e CPF.

A ação acontecerá em toda região Norte e em Macapá, as equipes de trabalho da Prefeitura e do Ministério da Saúde estarão concentradas na quadra da Igreja Jesus de Nazaré, das 8h às 16h.

“A Secretaria Municipal de Saúde estará junto do Ministério da Saúde nesta ampliação da testagem para identificação de possíveis casos de coronavírus na capital e para isso estamos disponibilizando parte da nossa força de trabalho a fim de tornar este processo o mais célere possível”, reforçou a secretária interina de Saúde, Alessandra Reis.

Outros pontos para exame

Além da quadra da Igreja Jesus de Nazaré, a Prefeitura de Macapá disponibilizará mais três pontos para que a população tenha acesso aos testes.

“Pedimos a colaboração de todos para que somente quem realmente estiver apresentando sintomas como tosse, dor de garganta, coriza, febre ou confusão mental façam o teste”, completou Alessandra.

Os exames para detecção de possíveis casos de coronavírus poderão ser feitos das 8h às 16h, nos seguintes locais:

– Drive-thru da Praça Floriano Peixoto
– Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes
– CEU das Artes da zona sul

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Secult/AP reduz atendimento presencial e atende presencialmente por agendamento, em casos de urgência

Em decorrência do elevado volume de casos confirmados de Síndrome Gripal e Covid-19, a Secretaria de Estado da Cultura, adotará o protocolo de redução de atendimento presencial e apenas será feito em casos de extrema urgência, por agendamento. A Secretaria atualmente trabalha com um número reduzido de Servidores pois os que apresentaram sintomas foram afastados até que estejam totalmente recuperados.

Todos os expedientes direcionados a esta Secretaria deverão ser encaminhados pelo Protocolo virtual: [email protected]

Para acesso às dependências da Secretaria, permanece OBRIGATÓRIO o uso de máscara.

Secretaria de Estado da Cultura do Amapá

Prefeitura de Macapá cancela programação cultural de aniversário da cidade

Acompanhando o cenário do aumento de casos gripais e de Covid-19, a Prefeitura de Macapá decidiu cancelar a programação de aniversário da cidade. A medida é necessária para preservar a saúde da população.

Dentre as atividades previstas estava a corrida, passeio ciclístico, show gospel e a Virada Cultural. Como tradição, a missa na Catedral de São José de Macapá foi mantida, mas o espaço seguirá as recomendações sanitárias, como distanciamento social e uso de máscaras.

A gestão municipal pretende realizar, em outro momento, as atividades esportivas e culturais. A proposta será discutida com base no cenário epidemiológico.

“Vamos acompanhar a situação e, então, vamos discutir uma nova data para realização, principalmente da Virada Cultural, que vai reunir artistas locais e seria um momento de lazer e diversão para a população. É importante que todos tenham segurança de participar do evento”, explica Olavo Almeida, diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura de Macapá (Fumcult).

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Prefeitura amplia atendimento médico e testagem para pacientes sintomáticos para Covid-19

A partir desta sexta-feira (21) a população contará com três unidades de pronto atendimento para pacientes sintomáticos respiratórios: UBSs Marcelo Cândia, localizada no bairro Jardim I; Unidade Covid Santa Inês, na orla de Macapá; e UBS Marabaixo, todas em funcionamento 24 horas.

A medida atenderá a população que procura pelo atendimento médico e são pacientes sintomáticos para Covid-19, como explica a secretária municipal de Saúde interina, Alessandra Reis. “Pacientes sintomáticos devem procurar atendimento médico especificamente nessas unidades que foram destinadas para receber esse público, já as unidades Perpétuo Socorro, Fazendinha, Lélio Silva e Congós receberão pacientes com sintomas gripais”, explicou.

As UBSs de Urgência e Emergência utilizam o exame RT-PCR que identifica o vírus, coletadas através de swabs (cotonetes). Porém, a testagem é feita mediante solicitação médica. “Para o público com sintomas gripais o teste fica a critério médico, podendo ser realizado ou não”, concluiu.

As unidades dispõem ainda de medicamentos para distribuição gratuita à população conforme prescrição.

ESTRATÉGIA

Ação de testagem em massa

No sábado (22) a Prefeitura de Macapá, em parceria com o Ministério da Saúde, realizará a testagem em massa nos munícipes com testes RT-PCR. Os procedimentos serão realizados na quadra da Igreja Jesus de Nazaré e nos pontos de drive-thru localizados na praça Floriano Peixoto, Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes e Céu das Artes Zona Sul.

Saiba como identificar:

Sintomas da gripe

Os sintomas clássicos da gripe sazonal são febre súbita, tosse (geralmente seca), dor de cabeça, dores musculares e articulares, mal-estar, dor de garganta e coriza. A tosse pode ser forte e durar duas ou mais semanas.

Sintomas da Covid-19

Os infectados apresentam sintomas como febre, tosse seca, cansaço e perda do paladar ou olfato.

Ômicron

Já as infecções pela variante ômicron demonstraram outro padrão sintomático, pacientes infectados apresentam sintomas como dores pelo corpo, dor de cabeça, dor de garganta e, sobretudo, um cansaço extremo.

Ana Cleide Torres
Secretaria Municipal de Saúde

Mestrado em Desenvolvimento Regional da Unifap seleciona novos discentes até 21 de janeiro

Interessados em cursar o Mestrado em Desenvolvimento Regional (PPG/MDR), da Universidade Federal do Amapá (Unifap), têm até HOJR, 21 de janeiro, para se inscrever no processo de seleção de novos alunos da pós-graduação. As inscrições, gratuitas, estão sendo realizadas no endereço eletrônico https://sigaa.unifap.br/sigaa/public/home.jsf. Para efetivar a inscrição, o candidato deverá preencher o Formulário de Solicitação de Inscrição on-line e anexar, em formato PDF, os documentos listados no edital de seleção.

São 17 vagas ofertadas, sendo uma vaga reservada para pessoas negras (pretas ou pardas), uma para quilombolas e indígenas, uma vaga para pessoas trans (transexuais ou travestis) e uma vaga para pessoas com deficiência física. Podem se inscrever candidatos que tenham concluído curso de graduação (bacharelado, licenciatura ou tecnólogo). A inscrição de candidato estrangeiro sujeito à apresentação de documento de revalidação do diploma no Brasil por universidade pública ou a presença de acordo de cooperação entre a Unifap e a instituição de origem do candidato.

O processo de seleção terá as seguintes etapas: avaliação do projeto de dissertação do curriculum Lattes; entrevista, a ser realizada presencialmente ou de forma on-line nos dias 10 e 11 de fevereiro deste ano e apenas para quem foi classificado na primeira etapa. O resultado da seleção está previsto para o dia 23 de fevereiro.

Confira no site da Unifap a íntegra do edital de seleção, no link http://www.unifap.br/editais/edital-n-o-001-2022-ppgmdr-unifap-de-10-de-dezembro-de-2021-mdr-turma-2022/.

Serviço:

Processo Seletivo de novos alunos para o Mestrado em Desenvolvimento Regional
Inscrições até dia 21 de janeiro de 2022 no endereço eletrônico https://sigaa.unifap.br/sigaa/public/home.jsf. 17 vagas. Inscrição gratuita. Edital de seleção no link http://www.unifap.br/editais/edital-n-o-001-2022-ppgmdr-unifap-de-10-de-dezembro-de-2021-mdr-turma-2022/.

Jacqueline Araújo
Assessoria Especial da Reitoria – Assesp/Unifap
(96) 98138-9124
[email protected]

Ifap abre inscrição de curso Fic para beneficiários do Auxílio Brasil

Aulas serão presenciais em unidades de Macapá e Santana e os selecionados receberão uma bolsa formação que pode chegar até o valor R$ 636,00 para a conclusão do curso

De 14 a 31 de janeiro estão abertas as inscrições para o curso de Formação Inicial e Continuada (Fic) de Microempreendedor Individual (MEI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap). Ao todo, 1000 (mil) vagas estão sendo disponibilizadas para a formação de turmas nos municípios de Macapá e Santana destinadas exclusivamente a beneficiários do Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), através do Programa Qualifica Mais Progredir.

O edital de seleção n° 02/2022, da Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proeppi), foi publicado nesta quinta-feira, 13, e vai formar 13 turmas em cada município para realização do curso no decorrer deste ano. As aulas serão na modalidade presencial e os selecionados comporão as turmas mediante a convocação realizada pelo Programa. O curso terá duração de 160 horas, distribuídas em 53 dias letivos.

A seleção será realizada, exclusivamente por meio eletrônico através do endereço http://processoseletivo.ifap.edu.br e estará condicionada às vagas por turma e curso em cada polo onde as aulas serão ofertadas. Segundo o edital, caso o número de inscritos seja maior que o número de vagas ofertadas, o preenchimento das vagas acontece mediante sorteio eletrônico a fim de determinar a ordem de classificação dos candidatos.

Cada selecionado ingressa no curso na condição de estudante bolsista do Programa. O valor da bolsa é proporcional a frequência nas aulas, sendo o valor diário de R$ 12,00 (doze reais), podendo chegar ao total de R$ 636,00 (seiscentos e trinta e seis reais) para a frequência de 100% de dias letivos.

Para a conclusão do curso é necessária a obtenção da frequência mínima de 75% da carga horária. Será conferido ao concluinte o certificado do Curso de Formação Inicial e Continuada de Microempreendedor Individual emitido pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap).

Curso

O curso FIC de Microempreendedor Individual (MEI), na modalidade presencial, é destinado a estudantes e trabalhadores que tenham, no mínimo, o Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano). Os egressos estarão aptos a iniciar um negócio próprio, seja na atuação como Microempreendedor Individual ou como líder/membro de cooperativa ou associação no ramo de atividade que já tenham experiência e/ou conhecimento, podendo atuar desta forma nos mais diversos segmentos do ramo empresarial.

Fic

A formação inicial e continuada (FIC) ou qualificação profissional são organizados para preparar para a vida produtiva e social, promovendo a inserção e reinserção de jovens e trabalhadores no mundo do trabalho. Isso inclui cursos de capacitação profissional, aperfeiçoamento e atualização profissional de trabalhadores em todos os níveis de escolaridade. Abrange cursos especiais, de livre oferta, abertos à comunidade, além de cursos de qualificação profissional integrados aos itinerários formativos do sistema educacional.

Diretoria de Comunicação – Dicom
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: [email protected]

Égua-moleque-tu-é-doido!!: Amapá registra 1.442 casos de Covid em 24h

 


O Governo do Amapá atualizou na última quinta-feira (20) o boletim com as informações sobre a Covid-19 no estado.

O boletim traz mais um recorde diário: são 1.442 novos casos confirmados, sendo 873 em Macapá, 151 em Santana, 134 em Laranjal do Jari, 84 em Porto Grande, 51 em Vitória do Jari, 50 em Oiapoque, 29 em Serra do Navio, 16 em Calçoene, 14 em Amapá, 13 em Tartarugalzinho, 10 em Pedra Branca do Amapari, 10 em Ferreira Gomes e 7 em Mazagão.

Desta vez, não há registro de óbitos no boletim. Portanto, desde o início da pandemia o Amapá tem 132.389 casos confirmados, 2.033 óbitos e 116.961 pessoas recuperadas.

Centro Covid do Santan Inês, em Macapá. Foto que circulou nas redes sociais.

O número de pessoas com covid-19 em isolamento hospitalar nas redes pública e privada é de 101 pacientes, sendo 80 confirmados e 21 suspeitos.

Entre os casos confirmados, 73 estão no sistema público (43 em leito de UTI / 30 em leito clínico) e 7 estão na rede privada (4 em leito de UTI / 3 em leito clínico).

Os 21 casos suspeitos estão na rede particular, todos em leito clínico.

Com isso, o percentual de ocupação dos leitos voltados para o atendimento da covid-19 no Amapá é de 55,9% considerando as redes pública e privada.

Fonte: Diário do Amapá.

Reserva de Patrimônio Natural que cuida de 300 animais silvestres corre risco de fechar

Por Luiza Nobre

Completados dois anos de pandemia da COVID-19 no mundo, a pergunta a ser feita não é mais “se”, mas “quando” acontecerá a próxima epidemia. Com efeitos e características convergentes, a crise climática e o novo coronavírus colocam em cheque a urgência de se repensar a relação do homem com a natureza.

No Brasil, enquanto a população era desencorajada a permanecer em isolamento social e o sistema de saúde colapsava pela superlotação de atendimentos, o Governo Federal, por meio do Ministério de Meio Ambiente, “passava boiada” nas políticas ambientais.

Uma sequência de alterações normativas no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), publicadas entre março e abril do ano passado, permitiram a invasão, a exploração e a comercialização de terras indígenas, além da diminuição no distanciamento entre áreas habitadas e áreas exploradas pelo agronegócio, pulverizadas de agrotóxicos.

Invasão de ecossistemas, altas temperaturas, eventos climáticos extremos levaram ao aumento das doenças transmitidas por vetores e ameaçaram mais uma vez a fauna e flora brasileira. A mais recente delas foi a proposta de Projeto de Lei 5544/2020, de autoria da Deputada Federal Nilson Stainsack, e propõe a liberação da caça esportiva de animais silvestres, permitindo perseguição, captura e abate de animais no Brasil.

“Não tínhamos que estar debatendo isso, tínhamos que estar debatendo como o Brasil vai encarar esse início de pós-pandemia, porque isso é mais urgente. Qualquer tipo de esporte que cause um estresse desnecessário a outro ser deve ser repensado. Se eu dou um tiro em uma onça, ela demora anos para viabilizar uma gestação, e parindo 1 ou 2 indivíduos, e de uma espécie que está em declínio. Mas caça não é esporte”, pontua Yuri Silva, Coord. de projetos no Instituto Mapinguari.

Fechada para visitação desde o início da pandemia, a Reserva Particular do Patrimônio Natural (Revecom), localizada no município de Santana, vem enfrentando dificuldades financeiras para fazer manutenção, pagamento dos profissionais e alimentação dos animais. Já são mais de 400 dias sem visitação.

De acordo com o diretor Paulo Amorim, o endividamento da reserva chegou por volta de 200 mil. A Reserva teve que vender um carro com valor abaixo do mercado, para poder saldar despesas imediatas; e ainda foram feitas vaquinhas onlines, além de receberem doações de amigos e pessoas que apoiam as causas ambientais.

A situação se agravou, segundo Amorim, no fim da gestão passada da Prefeitura de Santana, a qual tinha um convênio com a Reserva, e ficou devendo o mês de dezembro do ano passado, e não deixaram nada ajustado com a nova gestão.

“Tivemos várias reuniões com as secretarias municipais de Santana, e levou 8 meses até que conseguíssemos garantir um acordo com a Prefeitura, mas ainda precisamos de patrocínio, pois temos logradouros que precisam de manutenção, estão a ponto de desabar, ainda precisamos garantir o pagamento dos funcionários, e alimentação dos animais e os custos de energia, material de cuidados da saúde dos animais, além de combustível e outros”, informa o administrador Amorim.

A reserva conta com 300 animais, vítimas das caças predatórias que acontecem na floresta na região, boa parte são filhotes que perderam a mãe abatida por caçadores. “Aqui no Brasil são abatidos milhões de animais silvestres para consumo, o que faz com que tenhamos tantos animais sob tutela, filhotes são vendidos como pet e matam as mães para consumo da carne”, informa Amorim.

A Revecom está em busca de patrocínio de empresas que possam cooperar ajudando a manter a reserva funcionando e garantindo um lugar para cuidar e proteger os animais silvestres. São necessários cerca de R$35 mil para manutenção mensal, verba que manteria a sustentabilidade dos animais e da estrutura física da reserva. Doações podem ser feitas através do pix CNPJ: 01.477.979/0001-56

Fonte: Diário do Amapá.

Prefeitura de Macapá edita novo decreto com medidas de contenção a Covid-19

O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, assinou na tarde desta terça-feira (18) o Decreto Municipal nº 237/2022 – PMM, que contém novas medidas visando a diminuição da ocorrência de casos de infecção por coronavírus na capital.

Show e evento carnavalesco estão suspensos até 31 de janeiro. Bares e boates seguem com as atividades, respeitando a taxa de ocupação de 70% da capacidade do local.

Também fica proibida a realização de atividades em balneários públicos e privados e praias, a fim de evitar aglomerações.

O decreto autoriza o funcionamento dos estabelecimentos comerciais com atendimento presencial desde que estes respeitem a taxa de ocupação.

O documento já entra em vigor nesta quarta-feira e sua validade será até o dia 31 de janeiro.

Leia aqui o decreto na íntegra.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Museu Sacaca suspende visitas por 15 dias após casos de funcionários afastados por gripe e Covid-19

 

Servidores foram afastados após apresentarem sintomas de gripe e Covid-19 — Foto: Maksuel Martins/Secom/Divulgação

O Museu Sacaca informou que as atividades de visitação estão suspensas até 1º de fevereiro devido ao grande número de funcionários afastados com sintomas gripais e de Covid-19. A medida foi tomada como forma de evitar à proliferação do novo coronavírus. A expectativa é retomar o atendimento normalmente em até 15 dias.

A direção publicou uma nota nas redes sociais explicando que neste período será permitida apenas a circulação de pessoas no auditório para eventos pré-agendados.

Na sexta-feira (14), outro órgão do governo estadual, o Departamento de Trânsito do Amapá (Detran), suspendeu os atendimentos presenciais também pela alta de casos de funcionários contaminados.

No Detran, mais de 80% dos servidores apresentaram sintomas gripais ou testaram positivo para o novo coronavírus. A medida é válida até a próxima sexta-feira (21).

O estado e a capital passam por alta no registro de casos e internações. O último boletim epidemiológico, publicado na segunda-feira (17), trouxe mais 590 casos conhecidos de contaminados pelo novo coronavírus em 24 horas.

Até o momento, esse foi o maior registro no estado de casos conhecidos da doença em um único dia neste ano.

Fonte: G1 Amapá.

Vacinação contra Covid-19 segue na capital; veja os públicos desta quarta-feira (19)

A vacinação para crianças continua na capital nesta quarta-feira (19). O público de 10 e 11 anos sem comorbidade e de 5 a 11 anos com comorbidade podem se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no horário de 8h às 12h e das 14h às 18h. Além disso, o imunizante – primeira, segunda e terceira dose – estará disponível para público em geral.

Para o público infantil, o atendimento de vacina ocorre UBSs Fazendinha, Coração, Marabaixo, Padre Raul Matte, Leozildo, Pedrinhas, São Pedro, Rosa Moita, Raimundo Hozanan, Cidade Nova, Pacoval, Novo Horizonte, Brasil Novo, Curiaú, BR-210 e Marcelo Cândia. Das 8h às 12h e das 14h às 18h.

A vacinação está condicionada a apresentação dos originais e cópias de um documento oficial com foto, carteira de vacinação, comprovante de residência e laudo que comprove a condição – este válido apenas para o grupo com comorbidade. O menor deverá estar acompanhado dos pais ou responsáveis.

Lista de comorbidades para vacinação de crianças de 5 a 11 anos

Insuficiência cardíaca; cor-pulmonante e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndrome coronariana; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosa; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas; próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; talassemia; síndrome de Down; autismo; diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial; doença cerebrovascular; doença renal crônica; imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos); anemia falciforme; obesidade mórbida; cirrose hepática e HIV.

Público em geral

Paralelo à vacinação das crianças, a Prefeitura de Macapá segue na imunização dos demais grupos, que é formado por adolescentes de 12 a 17 anos e o público geral acima dos 18 anos, ambos com e sem comorbidades, pessoas acima de 60 anos, imunossuprimidos e profissionais de saúde. Neste dia também segue a oferta da segunda e terceira dose dos imunizantes Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac e a dose de reforço da Janssen.

Confira locais, horários e público

Locais
Drive-thru Praça Floriano Peixoto
Drive-thru Zerão
Amapá Garden Shopping
Macapá Shopping
Villa Nova Shopping

Horário de funcionamento
Das 9h às 15h.

Público
1ª Dose
Para o público de 12 a 17 anos com Pfizer
Para o público em geral com 18 anos +

2ª Dose
De Pfizer para quem iniciou o ciclo vacinal há 21 dias
De Astrazeneca para quem iniciou o ciclo vacinal há 8 semanas
De CoronaVac para quem está no período de recebimento

3ª Dose
Para público em geral de 18 anos+
Para idosos com 60 anos +
Para pessoas imunossuprimidas
Para profissionais da Saúde

Reforço Janssen
Para quem recebeu a 1ª dose da vacina Janssen.

Documentos
Para receber o imunizante, é necessário apresentar os originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência, CPF e carteira de vacinação. Para pessoas com comorbidade, é necessário também o laudo que comprove a condição.

O público que receberá a 2ª dose deve apresentar a carteira de vacinação com indicação do recebimento da 1ª dose. Já as pessoas que receberão a 3ª dose do imunizante, deverão ter a indicação da 2ª dose da vacina.

Além do imunizante contra a Covid-19, os pontos também ofertam a vacina Tríplice Viral.

Ascom PMM