Concurso escolhe o melhor bartender do Brasil durante Festival Brasil Sabor, em Macapá

Na terceira e última noite do Festival Brasil Sabor, que aconteceu no domingo, 2, no Trapiche do Santa Inês, foi escolhido o melhor bartender do Brasil. Com a participação de profissionais de todo o país, o evento consagrou o bartender que entregou o drink mais bem avaliado pelos cinco julgadores. O primeiro lugar ficou com o estado de Santa Catarina, a segunda colocação com o estado do Pará e o terceiro lugar com o estado do Amapá.

Representando Santa Catarina, João Luiz Klauck, de 38 anos, trabalha como bartender há mais de 15 anos e foi o grande vencedor da competição. Ele apresentou uma bebida que utiliza as Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs) em sua composição, inspirado na atmosfera de quem vive nos litorais.

“Trouxe um coquetel que representa bastante a minha identidade cultural, que é a beira da praia. Sou criado na beira do mar e uso como ingredientes, a erva baleeira, um arbusto nativo da restinga e também a capuchinha, ingredientes de fácil acesso e ótima qualidade e que dão um toque especial na bebida”, explicou o profissional. Pela primeira vez no Amapá, Klauck também destacou o sentimento de participar da competição e de conhecer o extremo norte do Brasil.

“É uma grande honra participar deste concurso, mas principalmente, conhecer o Estado do Amapá, sua gente e tudo o que isso representa. É uma satisfação pessoal poder apresentar meu trabalho e aprender com tantos profissionais competentes no ramo da coquetelaria”, contou.

Lucas Uchôa, de 29 anos, foi o representante do Amapá na competição e conquistou o terceiro lugar na competição. O jovem assinou um drink composto por um dos alimentos mais consumidos na mesa do amapaense: o açaí. A bebida intitulada “Peconha”, tem como base além do açaí, a tequila e o licor de laranja.

“Estou muito feliz de ter participado do concurso representando meu estado e por meio dele, ter fortalecido os laços e criado uma rede de contatos com profissionais incríveis de outros estados. Foi um momento de aprendizado, vivências e confraternização”, destacou Lucas. Festival Brasil Sabor.

Promovida pela Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel), a 18ª edição do Festival Brasil Sabor aconteceu entre 31 de maio a 2 de junho e buscou valorizar o melhor da gastronomia amapaense com a comercialização de mais de 35 pratos.

Com a temática “Amapá destino gastronômico – Pra toda gente e pra todo gosto”, o evento aconteceu pela primeira vez no Trapiche do Santa Inês e apresentou recorde de público, com mais de 50 mil visitantes por noite, de acordo com dados da Abrasel.

Texto: Vithória Barreto
Foto: Jorge Júnior
Secretaria de Estado da Comunicação

Festival Brasil Sabor reúne chefes da gastronomia nacional e internacional às margens do Rio Amazonas

Com incentivo do Governo do Amapá, a 18ª edição do Festival Brasil Sabor, maior encontro gastronômico do país, acontece às margens do Rio Amazonas. A abertura do evento aconteceu na sexta-feira, 31, reunindo chefs nacionais e internacionais no Trapiche Santa Inês, na orla de Macapá. Promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o evento segue até domingo, 2.

O coordenador do Festival, Sandro Belo destacou que o Brasil Sabor é uma estratégia para fortalecer a gastronomia amapaense com toda a sua diversidade e potencial de desenvolvimento.

“A gastronomia é tudo aquilo que é produzido enquanto alimento, e nos últimos anos o Brasil Sabor tem propiciado que mais pessoas possam comer fora do lar, isso promove empreendedorismo, o surgimento de novas empresas, receitas e profissionais. Então é algo que a gente precisa fortalecer e valorizar, a prova disso é o patrocínio institucional do Governo do Estado nesse evento importante que tem atraído pessoas e olhares para esse momento”, enfatizou.

Com o tema “Amapá destino gastronômico – Pra toda gente e pra todo gosto”, a programação conta com presença de profissionais de vários estados e da França, que também vão participar da final do concurso da Associação Brasileira de Chefes de Cozinha e Bartanders (Abrachefs) Brasil 2024, que vai ocorrer durante o evento, com escolha dos melhores chef e bartenders, que é um especialista em drinks e coquetéis.

O festival representa uma oportunidade dos chefs apresentarem seus trabalhos e divulgarem os seus empreendimentos. Ao todo, 35 pratos inéditos foram colocados à disposição para degustação e comercializados ao preço de R$ 25,00.

O chef José Souza, de 36 anos, atua na área da gastronomia há mais de uma década, e veio ao Amapá participar do concurso. Ele reforçou o significado de ter esse espaço de valorização do trabalho que desenvolve.

“Acredito que para cada um que está aqui é muito gratificante. Primeiramente, o reconhecimento de todo o trabalho que estão fazendo para a nossa classe profissional, que é a gastronomia. Estou representando o Amazonas com muita garra”, celebrou.

O presidente da Abrachefs, ex-chefe de cozinha executivo do Palácio do Jaburu, Pedro Alex Nascimento, relatou o sentimento de retornar ao Estado, pela primeira vez na condução do evento nacional.

“Entre os 27 estados da federação o Amapá teve a generosidade de abraçar a gastronomia e a mixologia brasileira. Assim, abriu as portas para receber esse grande evento que é o mais representativo do setor no país e com apoio do Estado, temos toda essa estrutura maravilhosa, casas cheias, lotadas e cozinhas de todo o Brasil”, finalizou.

Além de aproveitar os sabores da culinária, o público também vai poder curtir a feirinha de artesanato e a economia criativa, exposição de produtos do Selo Amapá, oficinas de mini-chefs para a criançada e ainda, se divertir no palco Tucupi, com o melhor da música brasileira e amapaense.

Investimento

O Governo do Amapá garante o suporte ao Festival Brasil Sabor como parte da política de fortalecimento do turismo a partir de grandes eventos, estabelecida no Plano de Governo, com a finalidade de aquecer a economia e gerar mais emprego e renda para a população.

“O Governo estadual fomentando o segmento de grandes eventos, consolidando o Amapá nesse circuito, e nós estamos proporcionando o encontro de diversos nomes da gastronomia movimentando o segmento hoteleiro, de alimentação entre outros, fortalecendo a economia, gerando oportunidade de empregos. Esse é o primeiro evento que sai na tipologia patrocínio, feito pelo Governo do Amapá com um investimento de mais de R$ 375 mil reais”, destacou a secretária de Turismo Syntia Lamarão.

O Festival Brasil Sabor precede o 40º Encontro Nacional da Abrasel que retornou ao Amapá em abril de 2024, após 10 anos, movimentando o turismo e o comércio. O evento impactou R$ 5,3 milhões na economia local, onde a cada R$ 1 investido, retornaram mais de R$ 10.

Programação do Festival Gastronômico Brasil Sabor

Sábado, 1
17h – Feira Gastronômica: 35 opções de pratos a R$ 25,00

Concurso Abrachefs
17h às 20h – 2º dia de prova prática do Concurso Nacional de Chefs de Cozinha
17h às 23h – Feirinha de artesanato gastronômico de produtos com o Selo Amapá

20h30 – Final do Concurso Nacional de Chefs de Cozinha

Mini Chefs: oficina de culinária para crianças de 3 a 12 anos
18h30 – Turma 1
19h30 – Turma 2
20h – Palco Tucupi: atração musical “Ajota e Banda”

Domingo, 2
17h – Feira Gastronômica: 35 opções de pratos a R$ 25,00

17h às 20h – Palco Tucupi: atrações musicais, DJ Rhuan e Banda Casa Nova

17h às 23h – Feirinha de artesanato gastronômico de produtos com o Selo Amapá

Mini Chefs: oficina de culinária para crianças de 3 a 12 anos
18h30 – Turma 1
19h30 – Turma 2
Aula “Show Internacional”


– Chef Felipe Caran – Brasil
– Chef Antoine Zulemaro – França
– Chef Theivan Luce – França
– Chef Dorys Mirta – França
– Chef Solano – Peru
21h30 – Aula Show: “Tucuju Cocktail Club”

Texto: Cristiane Nascimento
Foto: Nayana Magalhães/GEA e Israel Cardoso/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação

Brasil Sabor coloca o Amapá na rota da gastronomia nacional com o incentivo do Governo do Estado

Com o apoio do Governo do Estado, a Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel) vai promover o Festival Brasil Sabor no Amapá, que acontece no período de 31 de maio a 2 de junho, no Novo Trapiche do Santa Inês, na orla de Macapá.

Com a temática “Amapá destino gastronômico – Pra toda gente e pra todo gosto”, a ação vai contar com a presença de profissionais da gastronomia de todos os estados brasileiros, para a final do concurso Abrachefs Brasil 2024, que vai ocorrer durante o evento.

O festival é a oportunidade dos chefs apresentarem seus trabalhos e divulgarem os seus empreendimentos. Ao todo, 35 pratos inéditos estarão à disposição para degustação e serão comercializados ao preço de R$ 25,00.

Além de aproveitar os sabores da culinária, o público também vai poder curtir a feirinha de artesanato gastronômica e economia criativa, exposição de produtos do Selo Amapá, oficinas de mini-chefs para a criançada e ainda, se divertir no palco Tucupi, com o melhor da Música Popular Brasileira (MPB) e Música Popular Amapaense (MPA).

O suporte ao Festival Brasil Sabor faz parte da política de fortalecimento do turismo a partir de grandes eventos, estabelecida no Plano de Gestão do governador Clécio Luís, com a finalidade de aquecer a economia e gerar mais emprego e renda para a população.

Confira a programação da 18ª edição do Festival Gastronômico Brasil Sabor:

Sexta-feira, 31 de maio

Feira Gastronômica: 35 opções de pratos a R$ 25,00
– 17h – Abertura dos portões
– 19h – Cerimônia de abertura no Palco Tucupi
– 20h – Atração musical Mauro Cotta
Mini Chefs: oficina de culinária para crianças de 3 a 12 anos
– 18h30 – Turma 1
– 20h – Turma 2
Feirinha de artesanato gastronômico de produtos com o Selo Amapá
– 17h às 23h
Concurso Abrachefs
– 17h às 23h – 1º dia de prova prática do Concurso Nacional de Chefs de Cozinha
Sábado, 1º de junho

Feira Gastronômica: 35 opções de pratos a R$ 25,00
– 17h – Abertura dos portões
Palco Tucupi
– 20h – Atração musical ‘Ajota e Banda’
Mini Chefs: oficina de culinária para crianças de 3 a 12 anos
– 18h30 – Turma 1
– 19h30 – Turma 2
Feirinha de artesanato gastronômico de produtos com o Selo Amapá
– 17h às 23h
Concurso Abrachefs
– 17h às 20h – 2º dia de prova prática do Concurso Nacional de Chefs de Cozinha
– 20h30 – Final do Concurso Nacional de Chefs de Cozinha
Domingo, 2 de junho

Feira Gastronômica: 35 opções de pratos a R$ 25,00
– 17h – Abertura dos portões
Palco Tucupi
– 17h – Atração musical DJ Rhuan
– 20h – Atração musical Banda Casa Nova
Mini Chefs: oficina de culinária para crianças de 3 a 12 anos
– 18h30 – Turma 1
– 19h30 – Turma 2
Feirinha de artesanato gastronômico de produtos com o Selo Amapá
– 17h às 23h
Concurso Abrachefs
– 17h às 20h – Final do Concurso de Coquetelaria, categoria Bartender
Aula “Show Internacional”
– Chef Felipe Caran – Brasil
– Chef Antoine Zulemaro – França
– Chef Theivan Luce – França
– Chef Dorys Mirta – França
– Chef Solano – Peru
– 21h30 – Aula ‘Tucuju Cocktail Club’

Texto: Leidiane Lamarão
Foto: Arquivo Sebrae/AP
Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

Empreendimentos da gastronomia expõem na Feira de Negócios da Semana do MEI

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae) promove a Feira de Negócios, na 15ª edição da Semana do Microempreendedor Individual (MEI). Com o tema ‘Chega Junto com o Sebrae!’, o evento ocorre no período de 20 a 24 de maio, com uma programação exclusiva, em Macapá, Santana, Oiapoque e Laranjal do Jari, em formato digital, e com atendimento itinerante Aqui Tem Sebrae – Zona Norte (Av. Carlos Lins Cortes, nº 75 – Infraero II) e Zona Sul (Novo Buritizal em frente ao Superfácil).

“A realização da feira proporciona as empresas expositoras, a oportunidade de gerar negócios, comercializar produtos, potencializar vendas, atrair novos clientes, realizar network e divulgar a marca, produtos e serviços”, disse a coordenadora estadual da Semana do MEI, Lailla Nascimento.

Feira

A 15ª edição da Semana do MEI promovida pelo Sebrae, apresenta aos visitantes a Feira de Negócios, a Praça de Alimentação com exposição e comercialização de alimentos variados, como sorvetes e chopps gourmet, salgados e refeições, cafés saborizados, bolos de potes, doces, e comidas típicas. A feira acontece no estacionamento do Sebrae, das 16h às 21h.

A empreendedora responsável pela empresa Sabores na Cuia, Gizele Teixeira, destaca que a Feira de Negócios trouxe um retorno excepcional e inesperado, superando todas as expectativas.

“Participar da Feira de Negócios tem sido uma oportunidade grandiosa para o nosso empreendimento, está nos proporcionando um retorno muito positivo e somos imensamente gratos por essa oportunidade”, destacou Gizele Teixeira.

Expositores

As empresas de gastronomia expositoras na Feira de Negócios na Semana do MEI são, Confeitaria Casal Cake Designer; Ralú Comfort Food; Sorveteria Campos; Rosquinhas Croc; Arrudas Nutri Biscoitos; Sandra’s Cakes; Bem Docinho – Confeitaria Artesanal; Doce Castle; Gelateria Tropicana; Lu Delícias Gourmet; Sabor na Cuia; e Café de Açaí Faustina.

Coordenação

A 15ª Edição da Semana do Microempreendedor Individual (MEI) é coordenada pela gerente da Unidade de Atendimento e Relacionamento do Sebrae no Amapá (UAR), Denise Nunes, e pela coordenadora estadual da Semana do MEI, Lailla Nascimento.

Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae no Amapá
Contato: (96)3312-2832

Sobre o Dia Internacional da Família, celebrado neste 15 de maio – Por Elton Tavares

Quem me conhece sabe: amo minha família. Não toda, mas boa parte. A central, minha mãe, irmão, namorada , sobrinha, cunhada e padrasto. E quase todos os que compõem o meu ciclo de forma ampla, avós, cunhada, tios e primos. Com algumas preferências que são resultado da trajetória. Afinal, a gente dá o que recebe e com amor não é diferente.

Pois bem, hoje é o Dia Internacional da Família e como este site tem uma sessão denominada “Datas Curiosas”, resolvi registrar textualmente aqui.

A data é comemorada anualmente em 15 de maio e é uma homenagem à instituição familiar, um núcleo essencial para a formação moral (e também imoral) de todos os indivíduos. O conceito de família é: grupo de indivíduos que protegem, cuidam e amam você. Ou pelo menos deveria ser assim.

O Dia Internacional da Família foi instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), durante reunião feita em 20 de setembro de 1993. A data foi celebrada pela primeira vez em 1994.

Com a instituição da data, a ONU visa: Divulgar a importância da família na sociedade; Sublinhar o caráter basilar da família na educação das crianças; Passar mensagens de amor, respeito e união, elementos essenciais para o relacionamento de todos os componentes da família; Alertar a sociedade para os direitos e responsabilidades das famílias; Sensibilizar os cidadãos para as questões sociais, econômicas e demográficas que afetam a família e sensibilizar a população sobre os diferentes tipos de família que existem, sendo todas completamente legítimas.

A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família“, disse Léon Tolstoi. Tenho o privilégio de isso ser fato na minha vida. Outra sábia, a Maria Lúcia (também conhecida como minha mãe), diz: “amigo de verdade é família”. Ela tá certa, se isso for em relação aos familiares que amamos e isso em uma relação recíproca. Sim, posso contar com eles. E vice-versa!

Aliás, a força e o amor que tenho em mim, boa parte veio de Maria Lúcia. A outra porção é herança do saudoso Zé Penha, meu pai era Phoda, acreditem. Mas a vó Peró (que virou saudades há exatamente três anos e dois meses) e tia Maria ajudaram na minha formação como homem. Sou grato por isso.

Emerson, meu único irmão de sangue (sim, tenho irmãos de jornada) é o meu parceiro em tudo. Com ele e mamãe, enfrento tudo. Eles sacam minhas rabugices e estranhezas e me amam assim mesmo. Sou um baita cara sortudo.

Ah, tenho mais afinidade com minha família paterna, por diversos motivos que não cabem em um texto e que também não estou com vontade de explicar. O que não significa que no meu clã materno não tenham pessoas importantes e amadas por mim. Mas é com os Penha Tavares que me identifico, de fato.

E a Bruna Cereja, minha namorada, que também é minha família, pois divide a vida comigo, me ajuda e me amam em todos os momentos. Há quase dois anos, ela é uma das pessoas mais importantes da minha jornada.

Posso me gabar que tenho o amor e respeito da minha mãe e irmão – melhores amigos de toda a vida – além das outras pessoas consanguíneas que são importantes para mim. Esse sentimento é retratado aqui em muitos textos sobre os membros de minha família. Tudo escrito/dito com muito amor.

Neste 15 de maio, é muito bom ter do que recordar sobre sua família (do latim Re-cordis, que significa ‘passar pelo coração). É o caso de minhas memórias e o motivo de minhas saudades de meu irmão, sobrinha, cunhada, tias, tios e primos muito queridos. Além do pai, vovó e vô, que já seguiram para as estrelas.

É uma baita sorte se você tem muitos amigos dentro da sua família. Pois realmente existem familiares inimigos, o que é triste. Mas no meu caso, os que amo, me amam e sei bem quem são. Obrigado por tudo, família!

Elton Tavares

“…Brindo à casa, brindo à vida. Meus amores, minha família…” – Mar de Gente – O Rappa

Fonte: Calendar Brasil

“Salva Rolê”, uma empresa que tem diversão e cultura no sobrenome

Este ano um novo empreendimento circula pelas ruas do Amapá: a “Salva Rolê”.A iniciativa comandada pela recém aposentada, Ivanilde Tavares, recebeu esse nome como forma de ilustrar de forma criativa o seu objetivo de oferecer tira-gostos a quem recebe família em casa em cima da hora ou sai para socializar com amigos na orla de Macapá e não leva nada para petiscar junto.

Munida de temperos, opções de frios e charcutarias de qualidade, a empreendedora vende de forma ambulante, a bandeja “S.O.S Tira Gosto” em eventos públicos e privados, orlas, praças, lojas de conveniência e até em miniboxes.


Conhecida por já ter salvado a diversão de muita gente, a empreendedora iniciou com a ideia de levar uma variação da “tábua de frios” para momentos de diversão dos amapaenses, enquanto estes tomam a bebida de sua preferência e curtem a diversão nas ruas e avenidas da cidade. “Percebemos que a tendência de levar cubas para os eventos está se tornando uma prática comum do nortista, que costuma levar as bebidas de casa, mas não a comida”, diz a empreendedora Ivanilde Tavares.

Em apenas 2 (dois) meses de funcionamento a empresa já atendeu mais de mil pessoas juntando literalmente a fome com a vontade de comer e beber. “Comecei as vendas durante as festas de pré-réveillon e cheguei ao carnaval sendo conhecida por sempre oferecer bons tira-gostos em eventos populares”.


Batizado carinhosamente de “resgates” pelos clientes, as vendas feitas de forma física agora avançam para os pedidos virtuais, pois além de vender em eventos, a empresa inaugura seus serviços de encomenda e entrega delivery de caixas de frios para ocasiões sociais e corporativas “Além da tradicional bandeja de frios, agora temos opções de caixas para presentear em datas especiais e também para atender empresas e eventos sociais como aniversários. Oferecemos também os serviços para bares e restaurantes que revendem nossos tira-gostos pela cidade” afirma Ivanilde.


Agenda Cultural

Por ter nascido em meio ao “rolê”, a empresa busca incentivar as ações do segmento cultural amapaense e por isso sempre busca divulgar os eventos culturais que ocorrem pelo estado.

Por meio de seu perfil @salva.role.ap em rede social Instagram, a empresa também oferece outro serviço importante, pois é possível saber tudo que é ofertado de programações musicais e culturais pelo Amapá. “Sempre procuramos estar informados de tudo que acontece culturalmente pela cidade, pois rolê é nosso sobrenome. Incentivamos os clientes a seguirem nosso perfil para ficarem sempre atualizados da agenda cultural do estado, pois é uma forma de fomentar também o segmento cultural amapaense. Por isso se pensar em rolê pode contar que a “Salva Rolê” salva você!” finaliza a empreendedora.

Informações Salva Rolê:

WhatsApp: (96) 99137-1340
Instagram: @salva.role.ap

Assessoria de comunicação do Salva Rolê

Sebrae é parceiro no Ciclo de Palestras Gastronômicas

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae) em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-AP) promovem o Ciclo de Palestras Gastronômicas, durante o 40º Encontro Nacional da Abrasel. O objetivo é contribuir para um ambiente de negócios mais favorável no setor dos negócios da alimentação no Estado do Amapá. O evento acontece no Salão de Eventos Macapá, nos dias 20 e 21, das 14h30 às 18h30.

“O ciclo de palestras foi pensado para contemplar os participantes com temas e assuntos que atendam às necessidades do setor e agregar elementos que explorem questões emergenciais”, disse a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviços do Sebrae no Amapá (UAC-CS), Vânia Chermont.

Palestras

O Ciclo de Palestras Gastronômicas conta com os seguintes temas: Gestão 360º: Conheça os mais importantes passos para você ter as rédeas do seu negócio nas mãos, ministrado pelo sócio da RoadMap Assessoria, assessoria financeira focada no ramo da gastronomia, Rafael Guedes; Fome de vender: Aquisição e fidelização de clientes no delivery e no salão, ministrada pela mente estratégica por trás da CW – Agência de Growth Marketing para Gastronomia e com formação nas renomadas Le Cordon Bleu em Londres, Ferrandi, em Paris e Tokyo Sushi Academy, no Japão, Jackie Watanabe e o especialista em aceleração, estruturação de conceitos e plano de negócios para restaurantes, estratégias de marketing e aquisição de clientes para o food servisse, sócio fundador e CEO do grupo EGG, Ivan Achcar; Donos de restaurantes, ministrado por um dos maiores especialistas em marketing para restaurantes do brasil, Marcelo Marani.

Cerimônia

A Cerimônia de abertura do 40º Encontro Nacional da Abrasel ocorreu no Maison Nuance Eventos, na última terça (19), às 19h.

Coordenação

O Ciclo de Palestras Gastronômicas é coordenado no Sebrae pela gerente da Unidade de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviços do Sebrae no Amapá (UAC-CS), Vânia Chermont e gestora do Projeto Gastronomia Tucuju no Amapá, Tatiane Negrão.

Sebrae no Amapá/Unidade de Marketing e Comunicação

Com apoio do Governo do Estado, 40º Encontro Nacional da Abrasel transforma Amapá no centro da gastronomia brasileira

O Amapá se tornou o centro da gastronomia na terça-feira, 19, na abertura do 40º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Com apoio do Governo do Estado e do Sebrae, a iniciativa integra a política de fortalecimento do turismo a partir de grandes eventos, estabelecida no Plano de Governo da atual gestão.

Ao som dos grandes sucessos da música popular brasileira e amapaense, o evento reuniu as maiores lideranças do Brasil no ramo de alimentação fora do lar. O público pôde desfrutar de pratos tradicionais da culinária amapaense e participar de debates sobre inovações para o setor gastronômico. O evento segue até sexta-feira, 22, e deve reunir mais de 600 pessoas.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

“Ao sediar este encontro, o Amapá se coloca no centro da gastronomia brasileira. É um momento de planejamento, troca de experiências, promoção e valorização da nossa cultura, do nosso turismo e da nossa história”, destaca a secretária de Estado do Turismo, Sintya Lamarão.

Reconhecimentos

Na ocasião, também ocorreu o 9º Prêmio Melhores da Gastronomia, que reconhece os melhores empreendimentos amapaenses do setor alimentício fora do lar. O destaque da noite foi para a Peixaria Amazonas, premiada em quatro categorias: Melhor Restaurante, Melhor Culinária, Melhor Carta de Drinques e Melhor Atendimento.

Atualmente, o Amapá conta com mais de 5 mil estabelecimentos formais em atividade no segmento, gerando a contratação e manutenção de mais de 40 mil empregos. O encontro retorna à região Norte após dez anos e traz como tema principal a “Sustentabilidade e Eficiência na Gestão de Negócios Gastronômicos”.

“Aqui estão as maiores lideranças do setor da alimentação fora do lar. Eles estão aqui no estado para conhecer a nossa diversidade gastronômica, estreitar os laços com os nossos empresários e, principalmente, deliberar as tendências gastronômicas para o ano de 2024, além de aquecer a economia e mostrar para o Brasil o que o nosso Amapá tem de especial no setor da gastronomia”, destaca o presidente da Abrasel no Amapá, Yukio Nagano.

Incentivo ao turismo

A programação conta com passeios guiados, palestras, oficinas e visitas a empreendimentos de sucessos do Amapá. Antes da abertura, os visitantes participaram de um receptivo no Aeroporto Internacional de Macapá e realizaram um passeio turístico pela cidade.

Visitando o Amapá pela primeira vez, a presidente da Abrasel de Minas Gerais, Karol Rocha, ficou encantada com a Fortaleza e o Rio Amazonas. Na abertura do encontro nacional, ela teve o primeiro contato com a gastronomia amapaense e demonstra ansiedade para o restante da programação.

“Eu acho que a culinária entre Minas Gerais e Amapá faz todo sentido. Minas tem uma culinária extremamente aguçada, e eu percebo que aqui também é desse jeito, com uso dos peixes de água doce. Não tive tempo de conhecer todos os produtos da gastronomia amapaense, mas as primeiras impressões foram lindas”, descreve Karol.

Com origem italiana, Alex Di Pascuale é presidente da Abrasel Bahia há dez anos e já se rendeu à comida brasileira há muito tempo. Segundo ele, o Amapá é o estado que mais representa a diversidade e a riqueza que existe na culinária nacional.

“É um prazer estar aqui em Macapá, é a minha primeira vez no estado e fiquei impressionado de forma positiva com a riqueza cultural, que se reflete também na gastronomia. Sempre fico surpreendido quanto o Brasil é rico gastronomicamente, e o Amapá é uma demonstração disso. Vou comer muita comida amapaense!”, afirma Di Pascuale.

Sustentabilidade

Antes mesmo de embarcarem no voo rumo a Macapá, os visitantes receberam o ‘Manual Abraselino’, com orientações para um comportamento sustentável, sem o uso de matérias descartáveis, para evitar a poluição do meio ambiente. Todos os utensílios usados durante a cerimônia de abertura foram biodegradáveis.

Os resíduos gerados foram coletados seletivamente e destinados à Associação dos Catadores de Macapá, que trabalha dentro de um aterro sanitário controlado. Com os resíduos já pré-selecionados, os catadores conseguem captar recursos sustentáveis através da venda e reciclagem.

9º Prêmio Melhores da Gastronomia

A abertura do evento teve como ponto alto a premiação máxima da gastronomia no Amapá. O objetivo é fortalecer a competitividade do setor de alimentação fora do lar, reconhecendo de forma meritocrática, séria e justa os negócios gastronômicos em diversos segmentos que receberam serviços de destaque nos últimos 12 meses. Os restaurantes foram julgados por críticos gastronômicos. Confira os vencedores e categorias:

Melhor Restaurante:
313 e Amazonas Peixaria

Melhor Cafeteria:
Empório Café Postal

Melhor Doceria:
Bendita Confeitaria

Melhor Lanchonete:
Lanchonete Benoliel e Aldemar Lanches

Melhor Hamburgueria:
Sinner Hamburgueria e Homemade

Melhor Sorveteria:
Santa Clara

Melhor Culinária Amapaense:
Amazonas Peixaria

Melhor Franquia Gastronômica:
Lugano Macapá

Melhor Comida a Quilo:
Sagrada Família Restaurante e Hotel e Restaurante Macapaba

Melhor Culinária Internacional:
Casa Lisboa

Melhor Pizzaria:
Bizzum Da Pizza

Melhor Culinária Saudável:
Varanda

Melhor Culinária Oriental:
Japan

Melhor Delivery Gastronômico:
Delícias da Oci

Melhor Bar:
Vinhos & Co.

Melhor Panificadora:
Fino Grão

Melhor Buffet:
Suelly Buffet

Melhor Carta de Vinhos:
Vinhos & Co.

Melhor Carta De Drinks:
Amazonas Peixaria

Melhor Churrascaria:
Churrascaria De Casa

Melhor Atendimento:
Peixaria Amazonas

Texto: Winicius Tavares
Foto: Nayana Magalhães/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação

Com apoio do Governo do Estado, 40º Encontro Nacional da Abrasel inicia nesta segunda-feira (18)

Com apoio do Governo do Estado e Sebrae, o 40º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) retorna a região norte após dez anos nesta segunda-feira, 18. A ideia é colocar em evidência o crescimento do setor de alimentação fora do lar, impulsionar o turismo e colocar o Amapá na rota de grandes eventos, compromisso firmado no Plano de Governo atual. A programação deve atrair mais de duas mil pessoas no estado.

Com mais de seis milhões de empregos diretos e indiretos, o setor de alimentação representa 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). No Amapá, foram mais de 3,5 mil novos postos de trabalho diretos criados em 2023, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O segmento de alimentação gera emprego e renda. Eventos como esse discutem as mudanças que o mercado sofre diante das dificuldades e o que pode ser feito. Além disso, mostra para os que vêm de fora, o potencial e a riqueza da nossa gastronomia regional”, destacou a secretária de Estado do Turismo, Syntia Lamarão.

Com o encontro, a expectativa é movimentar a economia, como ocorreu com o Startup20, em fevereiro, e o Carnaval 2024, além de outras atividades que impulsionaram o setor no Amapá no último ano.

Os participantes, de diferentes estados, terão a oportunidade de mergulhar na diversidade gastronômica amapaense, experimentando itens como o açaí e o camarão no bafo, além de conhecer empresas locais em processo de expansão no mercado nacional, promovendo trocas culturais e a valorização dos produtos regionais.

40º Encontro Nacional da Abrasel

O evento, que retorna à região Norte após 10 anos, e vai discutir inovações no setor gastronômico e destacar os potenciais da região amazônica.

Com o tema “Sustentabilidade e Eficiência na Gestão de Negócios Gastronômicos”, o encontro busca também promover a profissionalização dos empreendedores locais e o turismo gastronômico do Amapá. As inscrições podem ser feitas pela internet.

Confira a programação

Segunda-feira, 18

8h – Fórum de Talentos da Abrasel no Auditório do Museu Sacaca (programação aberta para estudantes, técnicos e professores locais)
12h – Almoço no Restaurante Encanto Amapaense
19h30 – Happy Hour
Terça-feira, 19

0h – Receptivo no Aeroporto Internacional de Macapá
8h – Citytour (Monumento Marco Zero, Fortaleza de São José, Museu Sacaca e Casa do Artesão)
12h – Almoço na Di Casa Churrascaria
19h – Cerimônia de abertura do 40º Encontro Nacional da Abrasel na Maison Nuance Eventos
22h – 9º Prêmio Melhores da Gastronomia
Quarta-feira, 20

9h – Reunião do Conselho Nacional da Abrasel no Auditório da Fecomércio
13h – Almoço na Amazonas Peixaria
9h – Visita Técnica “Case de branding”
14h30 – Ciclo de Palestras Gastronômicas no Sebrae
Palestra 01: Rituais de operação com o palestrante Ivan Achcar

Palestra 02: Gestão 360º com o palestrante Rafael Guedes

19h30 – Happy Hour 1 no 313 Restaurante
19h30 – Happy Hour 2 no Bar do Vila
Quinta-feira, 21

9h – Reunião do Conselho Nacional da Abrasel no Auditório da Fecomércio
9h – Visita Técnica “Case de expansão regional” na Sorveteria Santa Clara
12h – Almoço na Sagrada Família
14h30 – Ciclo de Palestras Gastronômicas no Sebrae
Palestra 03: Donos de Restaurantes com o palestrante Marcelo Marani

Palestra 04: Fome de vender com os palestrantes Jackie Watanabe e Ivan Achcar

19h30 – Happy Hour no Alquimista Gastrobar
Sexta-feira, 22

9h – Rivertour no Rio Amazonas com saída do Igarapé da Fortaleza, em Santana
12h – Almoço e “Visita Técnica Culinária de origem” no Restaurante Flora Matapi, em Macapá
Sábado, 23

12h – Almoço de encerramento

Texto: Crystofher Andrade
Foto: Divulgação/Abrasel
Secretaria de Estado da Comunicação

Com apoio do Governo do Estado, 40° Encontro Nacional da Abrasel busca imersão na gastronomia amazônica

A partir de segunda-feira, 18, acontece o 40º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), com apoio do Governo do Estado e Sebrae. O evento retorna região Norte após 10 anos e busca discutir inovações no setor gastronômico, além de evidenciar os potenciais da região amazônica, integrando a política de fortalecimento do turismo e colocando o Amapá na rota de grandes eventos, um compromisso estabelecido pela atual gestão no Plano de Governo.

O encontro irá reunir mais de 2 mil pessoas e movimentar a economia, como ocorreu com o Startup20, em fevereiro, e o Carnaval 2024, além de outras atividades do setor no último ano. As inscrições podem ser feitas pela internet.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

Com o tema “Sustentabilidade e Eficiência na Gestão de Negócios Gastronômicos”, a iniciativa também quer fomentar a profissionalização dos pequenos e grandes empreendedores locais, além de promover o turismo gastronômico amapaense.

“Toda a programação proporciona oportunidades de aprendizado e mentoria para os profissionais do setor gastronômico, permitindo a chance de desenvolver os micros e pequenos negócios do Amapá”, destacou o vice-presidente da Abrasel, Sandro Belo.

Durante a programação, ocorrerá o ‘Fórum de Talentos da Abrasel’, onde os participantes terão a oportunidade de interagir com profissionais de destaque no mercado, participar de palestras e workshops, além de explorar novas oportunidades no setor gastronômico. Além disso, serão realizados negócios, capacitações e visitações aos cases de sucesso no Amapá. O público-alvo são empresários e donos de restaurantes de várias regiões do Brasil.

Confira a programação

Domingo, 17

13h – Receptivo no Aeroporto Internacional de Macapá
Segunda-feira, 18

8h – Fórum de Talentos da Abrasel no Auditório do Museu Sacaca (programação aberta para estudantes, técnicos e professores locais)
12h – Almoço no Restaurante Encanto Amapaense
19h30 – Happy Hour
Terça-feira, 19

0h – Receptivo no Aeroporto Internacional de Macapá
8h – Citytour (Monumento Marco Zero, Fortaleza de São José, Museu Sacaca e Casa do Artesão)
12h – Almoço na Di Casa Churrascaria
19h – Cerimônia de abertura do 40º Encontro Nacional da Abrasel na Maison Nuance Eventos
22h – 9º Prêmio Melhores da Gastronomia
Quarta-feira, 20

9h – Reunião do Conselho Nacional da Abrasel no Auditório da Fecomércio
13h – Almoço na Amazonas Peixaria
9h – Visita Técnica “Case de branding”
14h30 – Ciclo de Palestras Gastronômicas no Sebrae
Palestra 01: Rituais de operação com o palestrante Ivan Achcar

Palestra 02: Gestão 360º com o palestrante Rafael Guedes

19h30 – Happy Hour 1 no 313 Restaurante
19h30 – Happy Hour 2 no Bar do Vila
Quinta-feira, 21

9h – Reunião do Conselho Nacional da Abrasel no Auditório da Fecomércio
9h – Visita Técnica “Case de expansão regional” na Sorveteria Santa Clara
12h – Almoço na Sagrada Família
14h30 – Ciclo de Palestras Gastronômicas no Sebrae
Palestra 03: Donos de Restaurantes com o palestrante Marcelo Marani

Palestra 04: Fome de vender com os palestrantes Jackie Watanabe e Ivan Achcar

19h30 – Happy Hour no Alquimista Gastrobar
Sexta-feira, 22

9h – Rivertour no Rio Amazonas com saída do Igarapé da Fortaleza, em Santana
12h – Almoço e “Visita Técnica Culinária de origem” no Restaurante Flora Matapi, em Macapá
Sábado, 23

12h – Almoço de encerramento

Texto: Crystofher Andrade
Foto: Divulgação/Abrasel
Secretaria de Estado da Comunicação

Sabores de Santana: Festival gastronômico começa nesta sexta-feira, (1)

O Sabores de Santana acontece de 01 a 03 de dezembro, na Praça do Fórum, no bairro Vila Amazonas, a partir das 18h. O festival realiza a sua 3ª edição e conta com a participação de 17 estabelecimentos, entre eles, churrascarias, restaurantes, lanchonetes, bares e docerias.

O Sabores de Santana compõe a programação do 36° aniversário do município e visa explorar as potencialidades da culinária santanense, em construções autênticas e saborosas, pelo custo de R$20 cada degustação.

A realização é da Prefeitura Municipal de Santana, Governo do Amapá e Sebrae, além de contar com a parceria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e Senac.

Além da originalidade de pratos típicos da terra, o evento promete o melhor da música santanense e feira de artesanato.

Estabelecimentos Participantes

1. B2 Urban Food
2. Frutmix
3. Sicak
4. Lawê Doces Artesanais
5. Titos
6. Rei do Sorvete
7. Brasília Churrascaria
8. Estação da pizza
9. Degust Buffet
10. Bistrô Pai D’Égua
11. Amazon Beach
12. Suely Buffet
13. Flora Restaurante
14. Dona Tê Bistrô
15. Sabor Paraense
16. A Paulista
17. Bar do Urso

Serviço:

Sabores de Santana
Data: 01 a 03 de dezembro
Local: Praça do Fórum. Bairro Vila Amazonas
Hora: A partir das 18h
Entrada gratuita

Luana Silveira
Assessora de Comunicação da Prefeitura de Santana

Prefeitura anuncia empreendimentos selecionados para Festival Gastronômico ‘Santana Sabores’

A Prefeitura de Santana realizou, na sexta-feira, 10, o anúncio oficial dos empreendimentos selecionados para o Festival Gastronômico “Santana Sabores”. O evento faz parte da programação de aniversário de 36 anos do município, denominada “Viva Santana”, que terá início no dia 24 de novembro com o festival de batuque e marabaixo.

Esta será a 3ª edição do circuito gastronômico que contará com a participação de 17 estabelecimentos. O evento pretende enaltecer e valorizar a gastronomia local, prometendo apresentar aos visitantes a diversidade e autenticidade de pratos elaborados por grandes chefs santanenses. A realização é da Prefeitura de Santana, Governo do Amapá, Sebrae, com apoio da Abrasel e Senac.

O “Santana Sabores” será realizado nos dias 01, 02 e 03 de dezembro, na Praça do Fórum.

Abaixo, segue a relação dos empreendimentos confirmados:

1. B2 Urban Food
2. Frutmix
3. Sicak
4. Lawê Doces Artesanais
5. Titos
6. Rei do Sorvete
7. Brasília Churrascaria
8. Estação da Pizza
9. Degust Buffet
10. Bistrô Paidegua
11. Amazon Beach
12. Suely Buffet
13. Flora Restaurante
14. Dona Tê Bistrô
15. Sabor Paraense
16. A Paulista
17. Bar do Urso

Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Santana

‘Chocolate com cumaru traz notas florais e picantes, eu adorei’, diz especialista francesa ao experimentar produto amapaense, em Paris

Uma das maiores especialistas em chocolate da França, a jornalista e escritora Valentine Tibère, ficou encantada com as notas de sabor apresentadas pelas empresas amapaenses Chocolates Cassiporé e Cunani Cacau em uma análise sensorial promovida pela Embaixada do Brasil no país europeu.

Valentine, que é autora de livros como ‘101 Chocolats à Découvrir’, apreciou as notas de sabor variadas dos chocolates amapaenses, como frutado, amadeirado e a mistura de cacau com cumaru, fruto conhecido como a ‘baunilha amazônica’.

“É sutil, é uma pura maravilha, eu me apaixonei! Adorei o chocolate, sua textura é muito fina, suave, os aromas são delicados e o chocolate com cumaru traz notas florais e picantes. É realmente um grande prazer!”, pontuou Valentine sobre o produto fabricado pela Chocolates Cassiporé.

O evento trouxe os destaques brasileiros no Salon du Chocolat, que reuniu produtores de cacau, fabricantes de chocolates e apreciadores do produto de vários países de 26 de outubro a 2 de novembro, no Paris Expo Porte Versailles, na capital francesa.

A análise sensorial detalhada dos produtos avaliou se atendiam aos requisitos essenciais de um chocolate de qualidade superior. As características avaliadas incluíram brilho, granulometria, dureza e notas de sabor variadas, como frutado, amadeirado e floral.

O evento reforçou a capacidade do Amapá em produzir chocolates que possam competir em igualdade com os melhores do mundo, conquistando os paladares mais exigentes.

As empresas participantes foram selecionadas pela Secretaria de Estado de Relações Internacionais e Comércio Exterior em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicap), com o apoio do senador Randolfe Rodrigues, que articulou a destinação de emendas para custeio das passagens e hospedagens.

“Foi mais uma oportunidade de mostrar aquilo que os povos da floresta podem produzir. Foram dias de muito aprendizado e compartilhamento de experiências, em que nossos empreendedores puderam aprender e mostrar ao mundo o potencial do Amapá nesse segmento”, avaliou o secretário.

Sabores tucujus

O chocolate apresentado pela Cunani Cacau chamou a atenção, com 70% de cacau, notas novas e sabor diferenciado. O produto demonstrado pela Chocolates Cassiporé, que apresentou em sua composição 60% de cacau, foi destaque pelo gosto suave devido à mistura com o fruto cumaru, conhecido como a ‘baunilha amazônica’.

Para o chocolatier Danrlei Nogueira, da Chocolates Cassiporé, o momento representa a chance de expandir e tornar o chocolate amapaense mundialmente conhecido.

“Com essa avaliação, tivemos a segurança de que nosso objetivo, que era levar o Chocolate Cassiporé para o mundo, está sendo alcançado”, ressaltou Danrley.

Salon du Chocolat

Durante sete dias, os empreendedores tiveram acesso a exposições, degustações e puderam compartilhar experiências com especialistas do mundo todo. A partir da participação, a expectativa é aumentar as oportunidades de exportação para as empresas amapaenses.

Para a empreendedora Kátia Sarmento, proprietária da empresa Cunani Cacau, a seleção dos chocolates para a análise sensorial reforça a qualidade e a inovação dos produtos regionais, abrindo portas para uma presença potencial e marcante no cenário internacional.

“O evento mostrou a capacidade do Amapá em produzir chocolates que possam competir em igualdade com os melhores do mundo, conquistando os paladares mais exigentes. Tivemos a chance de comercializar nossos produtos e conseguimos vender tudo o que levamos”, pontuou Kátia.

Produção artesanal

Tanto a Chocolates Cassiporé quanto a Cunani Cacau realizam todos os processos de produção no estado, desde o cultivo do cacau até o beneficiamento, gerando empregos e promovendo o desenvolvimento sustentável da região.

Texto: Cristiane Nascimento
Fotos: Arquivo pessoal de Kátia Sarmento
Secretaria de Estado da Comunicação

Governo do Estado apoia 1º Festival do Açaí de Mazagão

O Governo do Amapá apoia a realização do 1º Festival do Açaí, a partir de sexta-feira, 10, no município de Mazagão. Serão três dias de programação, com feira empreendedora, concurso de beleza, gastronomia e geração de renda em um evento que vai evidenciar a cadeia produtiva de um dos alimentos mais consumidos pelos amapaenses.

A economia em torno do açaí movimenta mais de R$ 1 milhão em Mazagão todos os anos, tornando-se essencial para o desenvolvimento econômico do município, que possui 22 mil habitantes, compõe a Região Metropolitana de Macapá e também é conhecido pelas riquezas culturais e históricas.

O Festival irá valorizar os coletores, plantadores e produtores de açaí, desde as localidades do Rio Vila Nova ao Rio Cajari. Para isso, haverá exposições sobre o processo de produção até a preparação e degustação do fruto.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer a rotina dos trabalhadores, entendendo de perto como o açaí é cultivado, colhido e transformado em produto final para o consumidor.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) garante apoio para a programação cultural, oferecendo aos visitantes uma verdadeira imersão nas tradições locais. As atrações ainda serão divulgadas pela Prefeitura de Mazagão, mas já estão confirmados nomes como Fineias Nelluty, Rogério & Cia e Arthur Lorran.

“O Governo do Estado é parceiro de mais um importante evento que fomenta a economia e possibilita a atividade cultural, movimentando tanto o setor produtivo e fortalecendo o desenvolvimento sustentável”, reforça a secretária de Cultura do Amapá, Clícia Vieira Di Miceli.

Cadeia produtiva do açaí

Os organizadores do festival esperam atrair não apenas a comunidade local, mas também visitantes de toda a região, promovendo o turismo e a troca de experiências. Segundo o prefeito de Mazagão, Dudão Costa, a ideia é incluir o evento no calendário cultural e econômico da região.

“Esse festival do açaí vai fomentar toda a cadeia do açaí, desde a produção, da distribuição fluvial, do transporte, da logística, da fabricação, das roçadeiras, tudo que envolve a produção do açaí. Hoje, Mazagão, junto com as ilhas do Pará, é um corredor do açaí, escoando para Santana e Macapá, ou seja, temos uma possibilidade grande de fortalecer essa economia”, explica o prefeito.

Açaí na região

O evento possui metas, como fortalecer a gastronomia tradicional do açaí e o turismo; estimular o desenvolvimento da culinária local, fortalecendo a preservação do patrimônio cultural; produzir benefícios econômicos através da geração de renda por meio do turismo ligado às áreas de gastronomia, hotelaria e serviços; incluir a programação do Festival do Açaí no calendário municipal, fazendo desse evento parte do roteiro das agências de turismo; e consolidar a imagem de Mazagão como polo regional de turismo gastronômico e de lazer.

O açaí é um fruto icônico da Amazônia, conhecido por suas propriedades nutricionais e sabor inigualável. A produção e o processamento do açaí são uma parte vital da economia de Mazagão, envolvendo muitas famílias locais. Com o festival, o município pretende reconhecer a importância dessa indústria para a comunidade, proporcionando-lhe visibilidade e apoio.

Texto: Rafaela Bittencourt
Foto: Reprodução/Internet
Secretaria de Estado da Comunicação