Música de agora: Sobre O Tempo – Nenhum de Nós

Sobre O Tempo – Nenhum de Nós

Os homens trocam as famílias
As filhas, filhas de suas filhas
E tudo aquilo que não podem entender
Os homens criam os seus filhos
Verdadeiros ou adotivos
Criam coisas que não deviam conceber

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover.. êê,êê

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover.. êê,êê
Se mover… êê,êê

O passado está escrito
Nas colunas de um edifício
Ou na geleira
Onde um mamute foi morrer
O tempo engana aqueles que pensam
Que sabem demais que juram que pensam
Existem também aqueles que juram
Sem saber

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover… êê,êê

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover.. êê,êê
Se mover.. êê,êê

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover.. êê,êê

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover..
Se mover..

Música de agora: Meu Reino – Biquini Cavadão

Meu Reino – Biquini Cavadão

Atrás da porta
Guardo os meus sapatos
Na gaveta do armário
Coloco minhas roupas
Na estante da sala
Vejo muitos livros
E a geladeira conserva o sabor das
refeições

Minha casa é meu reino
mas eu preciso de outros sapatos

De outras roupas, outros temperos
Para formar minhas ideias e meus sentimentos
Eu sou a soma de tudo que vejo

E minha casa é um espelho
Onde a noite eu me deito e sonho com as coisas mais
loucas

Sem saber porque
É porque trago tudo de fora
Violência e dúvida, dinheiro e fé

Trago a imagem de todas as ruas por onde passo
E de alguém que nem sei quem é
E que provavelmente eu não vou mais ver
Mas mesmo assim ela sorriu pra mim

Ela sorriu e ficou na minha casa que é meu reino
É porque trago tudo de fora
E minha casa é um espelho
Trago a imagem de todas as ruas

Eu sou a soma de tudo que vejo
mas mesmo assim, ela sorriu pra mim
Sorriu e ficou na minha casa que é meu reino

Que a razão não diga nada
Os sonhos sempre foram minha fuga
Lembranças perdidas sem sentido
Mas juntas pra mim parecem musica

 

 

Música de agora: A Novidade – Os Paralamas do Sucesso

A Novidade – Os Paralamas do Sucesso

A novidade veio dar a praia
Na qualidade rara de sereia
Metade o busto de uma deusa maia
Metade um grande rabo de baleia

A novidade era o máximo
Um paradoxo estendido na areia
Alguns a desejar seus beijos de deusa
Outros a desejar seu rabo pra ceia

O mundo tão desigual
Tudo é tão desigual
O, o, o, o…
De um lado esse carnaval
De outro a fome total
O, o, o, o…

E a novidade que seria um sonho
O milagre risonho da sereia
Virava um pesadelo tão medonho
Ali naquela praia, ali na areia

A novidade era a guerra
Entre o feliz poeta e o esfomeado
Estraçalhando uma sereia bonita
Despedaçando o sonho pra cada lado

Ô Mundo tão desigual…
A Novidade era o máximo…
Ô Mundo tão desigual…

Música de agora: Capitão De Indústria – Os Paralamas do Sucesso

Capitão De Indústria – Os Paralamas do Sucesso

Eu às vezes fico a pensar
Em outra vida ou lugar
Estou cansado demais
Eu não tenho tempo de ter
O tempo livre de ser
De nada ter que fazer
É quando eu me encontro perdido
Nas coisas que eu criei
E eu não sei

Eu não vejo além da fumaça
O amor e as coisas livres, coloridas
Nada poluídas
Ah, Eu acordo prá trabalhar
Eu durmo prá trabalhar
Eu corro prá trabalhar

Eu não tenho tempo de ter
O tempo livre de ser
De nada ter que fazer
Eu não vejo além da fumaça
Que passa e polui o ar
Eu nada sei
Eu nao vejo além disso tudo
O amor e as coisas livres, coloridas
Nada poluídas

Eu acordo prá trabalhar
Eu durmo prá trabalhar
Eu corro prá trabalhar
Eu não tenho tempo de ter
O tempo livre de ser
De nada ter que fazer
É quando eu me encontro perdido
Nas coisas que eu criei
E eu não sei
Eu não vejo além da fumaça
O amor e as coisas livres, coloridas
Nada poluídas
Ah, Eu acordo prá trabalhar
Eu durmo prá trabalhar
Eu corro prá trabalhar

Música de agora: A Banda – Chico Buarque

A Banda – Chico Buarque

Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor

A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor

O homem sério que contava dinheiro parou
O faroleiro que contava vantagem parou
A namorada que contava as estrelas parou
Para ver, ouvir e dar passagem

A moça triste que vivia calada sorriu
A rosa triste que vivia fechada se abriu
E a meninada toda se assanhou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor

Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor

A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor

O velho fraco se esqueceu do cansaço e pensou
Que ainda era moço pra sair no terraço e dançou
A moça feia debruçou na janela
Pensando que a banda tocava pra ela

A marcha alegre se espalhou na avenida e insistiu
A lua cheia que vivia escondida surgiu
Minha cidade toda se enfeitou
Pra ver a banda passar cantando coisas de amor

Mas para meu desencanto
O que era doce acabou
Tudo tomou seu lugar
Depois que a banda passou

E cada qual no seu canto
Em cada canto uma dor
Depois da banda passar
Cantando coisas de amor
Depois da banda passar
Cantando coisas de amor…

Música de agora: Meu Amigo Pedro – Raul Seixas

Meu Amigo Pedro – Raul Seixas

Muitas vezes Pedro você fala
Sempre a se queixar da solidão
quem te fez com ferro fez com fogo, Pedro
É pena que você não sabe não

Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
quando quer chorar vai ao banheiro
Pedro, as coisas não são bem assim

Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno

Pedro onde você vai eu também vou
Pedro onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou
Tente me ensinar das tuas coisas
Que a vida é séria e a guerra é dura
Mas, se não puder cale essa boca, Pedro
E deixa eu viver minha loucura

Lembro Pedro aqueles velhos dias
Quando os dois pensavam sobre o mundo
Hoje eu te chamo de careta
E você me chama vagabundo
Pedro onde você vai eu também vou
Pedro onde você vai eu também vou
Mas, tudo acaba onde co..me..çou

Todos os caminhos são iguais
O que leva à glória ou a
perdição

Há tantos caminhos, tantas portas
Mas, somente um tem coração
E eu não tenho nada a te dizer
Mas, não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vou
Pedro onde você vai eu também vou
Pedro onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde co..me..çou

Música de agora: Cachorro Urubu – Raul Seixas

Cachorro Urubu – Raul Seixas

Baby, essa estrada é comprida
Ela não tem saida
é hora de acordar
Pra ver o galo cantar
Pro mundo inteiro escutar

Baby, a história é a mesma
Aprendi na quaresma
Depois do carnaval
A carne é algo mortal
Com multa de avançar sinal

Todo jornal que eu leio
Me diz que a gente já era
Que já não é mais primavera
Oh baby, oh baby, a gente ainda nem começou

Baby, o que houve na França
Vai mudar nossa dança
Sempre a mesma batalha
Por um cigarro de palha
Navio de cruzar deserto

Baby, isso só vai dar certo
Se você ficar perto
Eu sou um índio sioux
Eu sou cachorro urubu
Em guerra com zé “u”

Música de agora: Eu Sou Egoísta – Raul Seixas

Eu Sou Egoísta – Raul Seixas

Se você acha que tem pouca sorte
Se lhe preocupa a doença ou a morte
Se você sente receio do inferno
Do fogo eterno, de Deus, do mal

Eu sou estrela no abismo do espaço
O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço
Onde eu tô não há bicho-papão, não, não
Eu vou sempre avante no nada infinito
Flamejando meu rock, o meu grito
Minha espada é a guitarra na mão

Se o que você quer em sua vida é só paz
Muitas doçuras, seu nome em cartaz
E fica arretado se o açúcar demora
E você chora, cê reza, cê pede, implora

Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho
Eu quero é ter tentação no caminho
Pois o homem é o exercício que faz
Eu sei
Sei que o mais puro gosto do mel
É apenas defeito no fel
E que a guerra é produto da paz

O que eu como a prato pleno
Bem pode ser o seu veneno
Mas como vai você saber sem tentar?

Se você acha o que eu digo fascista
Mista, simplista ou antissocialista
Eu admito, você tá na pista
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou egoísta, eu sou
Eu sou egoísta, eu sou
Eu sou egoísta, eu sou
Eu sou

Por que não?
Porque não!
Por que não?
Porque não!
Por que não?
Porque não!
Por que não?

Música de agora: Touch Me (Me Toque) – The Doors

Touch Me (Me Toque) – The Doors

Venha, venha
Venha, venha
Agora, me toque, amor
Você não vê que eu não tenho medo?
Qual foi a promessa que você fez?
Por que não me conta o que ela disse?
Qual foi a promessa que você fez?

Agora, eu vou te amar
Até que o céu pare a chuva
Eu vou te amar
Até que as estrelas caiam do céu
Por você e por mim

Venha, venha
Venha, venha
Agora, me toque, amor
Você não vê que eu não tenho medo?
Qual foi a promessa que você fez?
Por que não me conta o que ela disse?
Qual foi a promessa que você fez?

Agora, eu vou te amar
Até que o céu pare a chuva
Eu vou te amar
Até que as estrelas caiam do céu
Por você e por mim

Agora, eu vou te amar
Até que o céu pare a chuva
Eu vou te amar
Até que as estrelas caiam do céu
Por você e por mim

Música de agora: Riders On The Storm (Viajantes Na Tempestade) – The Doors

Riders On The Storm (Viajantes Na Tempestade) – The Doors
 
Viajantes na tempestade
 
Nessa casa nascemos
Nesse mundo fomos jogados
Como um cachorro sem osso
Um ator atuando sozinho
Viajantes na tempestade
 
Há um assassino na estrada
Seu cérebro está se contorcendo como um sapo
Tenha um longo feriado
Deixe suas crianças brincarem
 
Se você der uma carona a este homem
A doce família morrerá
Assassino na estrada, yeah
 
Garota, você tem que amar seu homem
 
Pegue-o pela mão
Faça-o entender
Que o mundo depende de você
Nossa vida nunca acabará
Você tem que amar seu homem, yeah
 
Viajantes na tempestade
 
Nessa casa nascemos
Nesse mundo fomos jogados
Como um cachorro sem osso
Um ator atuando sozinho
Viajantes na tempestade
 
Viajantes na tempestade

Música de agora: People Are Strange (Pessoas São Estranhas) – The Doors

People Are Strange (Pessoas São Estranhas) – The Doors

Pessoas são estranhas quando você é um estranho
Os rostos parecem feios quando você está sozinho
Mulheres parecem cruéis quando você é indesejado
Ruas são irregulares quando você está pra baixo

Quando você é um estranho, rostos saem da chuva
Quando você é um estranho, ninguém lembra seu nome
Quando você é um estranho, quando você é um estranho, quando você é estranho

Pessoas ficam estranhas quando você é um estranho
Os rostos parecem feios quando você está sozinho
Mulheres parecem cruéis quando você é indesejado
As ruas são irregulares quando você está pra baixo

Quando você é um estranho, rostos saem da chuva
Quando você é um estranho, ninguém lembra seu nome
Quando você é um estranho, quando você é um estranho, quando você é estranho

Quando você é um estranho, rostos saem da chuva
Quando você é um estranho, ninguém lembra seu nome
Quando você é um estranho, quando você é um estranho, quando você é estranho

Música de agora: Strange Days (Dias Estranhos ) – The Doors

 
Strange Days (Dias Estranhos ) – The Doors
 
Os dias estranhos nos encontraram
Os dias estranhos nos rastrearam
Eles vão destruir
Nossas alegrias casuais
Nós temos que seguir em frente ou encontrar uma outra cidade
Sim!
 
Olhos estranhos ocupam salas estranhas
Vozes anunciarão o seu cansado fim.
A anfitriã está sorrindo
Seus hóspedes dormem em pecado
Me ouça falar sobre o pecado e você sabe que isso é um
Sim!
 
Os dias estranhos nos encontraram
E através de suas estranhas horas
Ficamos sozinhos à espera
Corpos confusos, memórias mal usadas
Enquanto trocamos o dia
Pela estranha noite de pedra

Música de agora – Dream On (Sonhe) – Aerosmith

Dream On (Sonhe) – Aerosmith

Toda vez que me olho no espelho
Todas estas rugas no meu rosto ficam mais aparentes
O passado se foi
Passou como o crepúsculo à aurora
Não é assim?
Todo mundo tem suas dívidas na vida para pagar

Eu sei que ninguém sabe
De onde vem e para onde vai
Eu sei que é o pecado de todo mundo
É preciso perder para saber vencer

Metade da minha vida está escrita em páginas de livros
Vivi e aprendi dos tolos e dos sábios
Você sabe que é verdade
Todas as coisas voltam para você

Cante comigo, cante pelo ano
Cante pelo riso e cante pelas lágrimas
Cante comigo, mesmo se for apenas por hoje
Talvez amanhã o bom senhor te leve embora

Cante comigo, cante pelo ano
Cante pelo riso e cante pelas lágrimas
Cante comigo, mesmo se for apenas por hoje
Talvez amanhã o bom senhor te leve embora

Sonhe, sonhe, sonhe
Sonhe até que seus sonhos se tornem realidade
Sonhe, sonhe, sonhe
E sonhe que seus sonhos se tornem realidade

Sonhe, sonhe, sonhe, sonhe
Sonhe, sonhe, sonhe
Aaah

Cante comigo, cante pelo ano
Cante pelo riso e cante pelas lágrimas
Cante comigo, mesmo se for apenas por hoje
Talvez amanhã o bom senhor te leve embora

Cante comigo, cante pelo ano
Cante pelo riso e cante pelas lágrimas
Cante comigo, mesmo se for apenas por hoje
Talvez amanhã o bom senhor te leve embora

Música de agora: Heroes (Heróis) – Motörhead – (David Bowie Cover)

Heroes (Heróis) – Motörhead – (David Bowie Cover)

Eu, eu serei rei
E você, você será rainha
Embora nada os afaste
Nós podemos vencê-los, apenas por um dia
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia

E você, você pode ser mau
E eu, eu vou beber o tempo todo
Porque somos amantes, e isso é um fato
Sim, somos amantes, e isso é que

Embora nada, nos mantenha juntos
Nós poderíamos enganar o tempo, apenas por um dia
Nós podemos ser heróis, para todo o sempre
O que você diz?

Eu, eu gostaria que você pudesse nadar
Como os golfinhos, como os golfinhos podem nadar
Embora nada, nada vai nos manter juntos
Nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Oh, nós podemos ser heróis, apenas por um dia

Eu, eu serei rei
E você, você será rainha
Embora nada os afaste
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia
Nós podemos ser nós, apenas por um dia

Eu, eu me lembro (eu me lembro)
De pé, junto à parede (na parede)
E as armas, disparou acima de nossas cabeças (sobre nossas cabeças)
E nós nos beijamos, como se nada pudesse cair (nada
Poderia cair)
E a vergonha, estava do outro lado
Oh nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Então poderíamos ser heróis, apenas por um dia

Nós podemos ser heróis
Nós podemos ser heróis
Nós podemos ser heróis
Só por um dia
Nós podemos ser heróis

Nós não somos nada, e nada vai nos ajudar
Talvez estejamos mentindo, então é melhor não ficar
Mas poderia ser mais seguro, apenas por um diaoh-oh-oh-oh, oh-oh-oh-oh, só por um dia

Oh-oh-oh-ohh, oh-oh-oh-ohh, apenas por um dia