Ciclo do Marabaixo 2012 abre neste sábado, 7


Hoje (7), acontecerá a abertura do Ciclo do Marabaixo 2012. Em Macapá, o calendário da maior manifestação cultural do Estado inicia no Sábado Santo e se estende até do Domingo do Senhor, em junho. As rodas de Marabaixo acontecem em pontos tradicionais da capital amapaense, nos bairros Laguinho, Jesus de Nazaré, Santa Rita (antiga Favela), Centro e na zona rural, na comunidade de Campina Grande.

Trata-se de uma manifestação secular, preservada, com muita resistência, pela comunidade negra amapaense. Os rituais dessa cultura evidenciam o sincretismo religioso peculiar da manifestação, através de louvação à Santíssima Trindade e ao Divino Espírito Santo; ainda há o mastro, feito de madeira retirada das matas do Curiaú.

Antes de cantar os “ladrões” (versos improvisados), ao som das caixas, os participantes tomam o caldo, para dar “sustança” e podem apreciar a gengibirra (batida de gengibre), servida durante as danças. Tudo isso cerca o espetáculo de cores, criatividade e beleza que é o Marabaixo, patrimônio cultural do Amapá.

“É nossa maior manifestação cultural e uma riqueza imaterial do Amapá. Nosso povo precisa prestigiar, conhecer e não deixar essa cultura morrer”, defende Marilda Leite, titular da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro).

O Governo do Estado apoia o Ciclo do Marabaixo, através das secretarias de Estado da Cultura (Secult), do Turismo (Setur) e Seafro. No sábado e domingo, Marilda Leite e comitiva estarão percorrendo os pontos onde acontece o Marabaixo em Macapá.

Principais datas do Ciclo do Marabaixo

Sábado Santo – 1º Marabaixo (Favela)
Domingo de Páscoa – 1º Marabaixo (Laguinho)
Sábado do Mastro
Domingo do Mastro – 2º Marabaixo
Quarta-feira da Murta do Divino Espírito Santo – 3º Marabaixo
Quinta da Hora
Domingo do Divino Espírito Santo – 4º Marabaixo- Murta da Trindade
Domingo da Trindade
Segunda-feira do Mastro
Corpus Christi – 5º Marabaixo
Domingo do Senhor – Derrubada do Mastro

Fonte: http://www.agenciaamapa.com.br/noticia/28845/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *