Instrumentistas do Banzeiro do Brilho-de-fogo e Bloco Firme, de Belém, participam de intercâmbio musical no Amapá

94

Nesta quarta-feira, 10, batuqueiros do Banzeiro do Brilho-de-fogo participam de intercâmbio cultural com integrantes do Bloco Firme, de Belém, trocando experiências de percussão, marca dos dois projetos musicais. Os percussionistas podem interagir em três momentos: Oficina de Percussão, Roda de Conversa e o Encontro dos batuqueiros do Banzeiro e do Bloco Firme.

O encontro entre os percussionistas dos projetos é um momento de total integração cultural, reunindo instrumentistas em torno de uma linguagem, a do tambor, base das duas tribos, formada por pessoas de todas as idades. O Bloco Firme veio ao Amapá participar de uma programação com o Fora do Eixo, e aproveitaram para promover o encontro.

97

O Bloco Firme é um projeto artístico musical com fundamentação no afrobeat, que trabalham a produção dos instrumentos, rodas de conversa e aulas de percussão. O Banzeiro do Brilho-de-fogo, nasceu há três anos em Macapá, para capacitar na arte da fabricação dos tambores e adereços, aulas práticas de percussão com base no marabaixo e batuque, que culmina em cortejos e apresentações na cidade.

43

“É uma oportunidade linda de encontrar outros percussionistas nascidos de projetos no Norte do Brasil, e estreitar as relações culturais com o Pará. Esta relação já existe, como através de parcerias musicais e encontros como do Banzeiro com o Arraial do Pavulagem, mas desta vez estaremos trocando informações com instrumentistas de dois projetos irmãos, criados com os mesmos objetivos”, disse Adelson Preto, coordenador do Banzeiro.

O intercâmbio será a partir das 14h, no Sankofa – Orla do Santa Inês.

Mariléia Maciel – Assessoria de Comunicação/Banzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *