Nuvem da janela do trampo (final do dia) – Foto: Elton Tavares


“Eu sou nuvem passageira, 
que como vento se vai…”
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*