Piratas Estilizados comemora formação de novos ritmistas – Por @gilvana_ap

piratinha2

A diretoria do Grêmio Recreativo Escola de Samba Piratas Estilizados (GRESPE) comemorou a formatura da primeira turma do projeto “Ritmistas do Amanhã”, na noite de sábado (25), na quadra da Escola Estadual Azevedo Costa, com a presença do presidente da Maracatu da Favela, Paulo Flexa, comunidade esilizada e familiares dos alunos. Foram 4 meses de aulas teóricas e práticas visando a formação em percussão para bateria de agremiação carnavalesca e inclusão social de crianças, jovens e adultos.

“Hoje vejo o carnaval de forma diferente. São projetos dessa natureza que aproximam a comunidade da escola, pois da forma como Piratas Estilizados recebe, acolhendo com carinho e atenção, faz com que as pessoas passem a se sentir parte da escola”, disse José Maria, pai de duas alunas, e que conhecia a escola e nunca fez parte do carnaval.

Ivamar Santos, falou em nome dos participantes sobre a satisfação de todos nesse aprendizado e, principalmente, porque oportuniza aos jovens e crianças uma forma de integração social. “Cada segundo que estamos aqui aprendendo é de transformação para essas crianças e jovens”, ressaltou.

“O projeto “Ritmistas do Amanhã” envolve não só a cultura e arte, mas também a resignificação dessas pessoas no contexto social”, comemorou o vice-presidente de Piratas Estilizados, Jorge Alberto Souza, coordenador e idealizador das oficinas de percussão.

piratinhas

Representando a Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap), a vice-presidente Aracilene Monteiro, parabenizou a filiada pela iniciativa e coragem. “Estou emocionada de estar presente neste momento de grande significado para o desenvolvimento do nosso carnaval. Piratas Estilizados está de parabéns e a Liesap está à disposição de vocês”, afirmou Aracilene Monteiro.

O presidente do GRESPE, Robério Estilizado, não escondeu sua satisfação e orgulho de poder contribuir, junto com a diretoria, para sua comunidade e o engrandecimento da escola. “Foram quase 5 meses, 90 horas de trabalho, e posso dizer aos participantes do projeto que vocês estão preparados. Sejam muito bem vindos como ritmistas da bateria Orquestra de Bambas de Piratas Estilizados”, saudou o presidente Estilizado que comemorou, ainda, um ano de sua gestão.

As oficinas de percussão são coordenadas por Jorge Alberto (Poca), com apoio do diretor de Bateria, Jeferson Mendonça, e ministradas por Fernando Carlos, o mestre Pelé, com a colaboração de ritmistas da escola. Os trabalhos terão continuidade no próximo semestre, com reinício previsto para o dia 13 de agosto, aberto ao público de todas as idades.

Gilvana Santos
Jornalista – (96) 99113-3879

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *