Você planeja o futuro? Eu não.

                                                                                Por Elton Tavares

Hoje, após conversar com uma amiga, me toquei que não planejo o futuro. Sério, no máximo uma viagem a curto prazo ou as próximas férias. Mas aquele papo de juntar grana para comprar alguma coisa porrada ou programar ações para o ano que vem e etc, não.


Ela ainda disse que o meu “discurso” é semelhante ao de um personagem de novela global. Ainda bem que eu não assisto novela e esse lance de viver um dia de cada vez é uma forma que adotei há anos.

Procuro não fazer mal a ninguém, bem aos meus e trabalhar direito. Acho que o resto é conseqüência. A ação e reação dos seus atos.

Costumo brincar dizendo que não tenho um pinto para dar água e que sou um cara livre, claro que não é bem assim. Nossas obrigações profissionais e pessoais nos impedem sim.
 

Outra coisa, conheço poucas pessoas auto-suficientes, seja financeira ou emocionalmente. Posso afirmar que sou muito apegado ao meu povo para cometer certas doidices.


Meu falecido pai dizia que o importante era ser feliz e não politicamente correto. E como aquele cara foi feliz em sua curta e fervorosa vida.

É por isso que gosto de gente inteligente e maluca. Mas ó, os doidos responsas, que seguram suas ondas. Melhor do que os que têm sua própria bula pronta e repetem como se fosse um mantra da auto-afirmação. “Eu sou isso e aquilo e não preciso de ninguém”. Doce ilusão.

Claro que quero, como todos nós, ter um futuro legal. Mas não é algo que tira o meu sono. Quem sabe um dia ser “exímio escritor” ou um bom profissional, como me disse uma colega de trabalho no ano passado (nem sei por onde anda aquela figura).

Até aí beleza. Mas esse papo todo é para dizer que, nem sempre o “planejamento de vida” funciona e para ser feliz é melhor aceitar algumas coisas que não podemos mudar (não, não to plagiando aquela oração) e viver, sim, um dia de cada vez. Sem planos, simples assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.