Cutias do Araguari teme estiagem completa e busca alternativas para o ecoturismo

P1100388
Foto: blog do Gesiel Oliveira

Por Bianca Castro

A exemplo de diversas cidades no Brasil afora, em que rios estão secando por causa de mudanças nos cursos das águas, impostas pela construção de barragens e hidrelétricas, no Estado do Amapá não é diferente.

Um rio famoso, que empresta seu nome para muitas canções, também corre o risco de secar: o rio Araguari. O fenômeno da pororoca que acontecia no município de Cutias, já não tem tanta força e não atrai mais tantos turistas que foram para a parte norte do curso do rio acompanhar o fenômeno que, agora, faz um pouco mais distante, próximo ao município de Amapá.

Para ir atrás de novas opções de belezas naturais e oferecer aos turistas, nova opções, a prefeita de Cutias, Eliane Pimentel, diz que busca apoio do Governo do Estado e, principalmente, da população, para voltar a chamar a atenção do público para as maravilhas do lugar.

Mas, enfrentar a crise não está sendo fácil. A prefeita também falou das necessidades e melhorias que o município precisa ter, para voltar a cair no gosto dos turistas.

A prefeitura de Cutias do Araguari oferece ponto de apoio para os turistas da região. Ao chegar ao município, procure a prefeitura.

Fonte: RDM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *