Abastecimento de água: Vitória do Jari recebe investimentos do GEA

                                                  Governador Camilo Capiberibe – Foto: Márcia do Carmo.
O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, durante as escutas do Plano Plurianual Participativo (PPA) que ocorreram no Vale do Jari, nos dias 14 e 15 deste mês, visitou a obra da construção de uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA), do Sistema Isolado de Tratamento de Água e novas redes de Distribuição de Água, no município de Vitória do Jari.

A ação é executada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na ordem de R$ 4,7 milhões, sendo R$ 1 milhão da prefeitura da cidade, com contrapartida do Estado, no montante de R$ 804 mil.

O projeto, executado pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), visa melhorar o abastecimento de água no município e atender cerca de 12 mil moradores, da cidade. A previsão da conclusão dos serviços é novembro de 2011.

De acordo com o gerente regional da Caesa no Vale do Jari, que engloba os municípios de Laranjal e Vitória do Jari, Marcelo Sarraf, o investimento em Vitória se deu após o início do governo de Camilo Capiberibe. Segundo ele, houve uma reformulação dos projetos e retomada das obras do PAC na cidade.

“O governo alocou recurso e agora as obras estão andando. Temos o apoio do governador no trabalho que estamos desenvolvendo em Vitória do Jari, assim como no Laranjal Jari.”, pontuou o gerente regional da Caesa.

Para o governador, a construção das benfeitorias é o cumprimento do compromisso assumido. Camilo Capiberibe também afirmou que o investimento resolverá o problema de abastecimento de água na idade.

“Com a nossa determinação e parceria do governo federal, Estado e prefeitura, é possível realizar ações como essas. A ETA, sistema isolado e novas redes de distribuição resolverão o problema de água em Vitória, não só no presente, mas para o futuro. Este foi um compromisso assumido e estamos cumprindo a promessa, que é retirar a região ao Sul do Amapá da situação de abandono”, disse o governador.

                                                    Governador Camilo Capiberibe – Foto: Márcia do Carmo.
Descaso e recuperação

Segundo o gerente da Caesa, a empresa foi sucateada pela gestão passada. Marcelo Sarraf afirmou que a irresponsabilidade e descaso resultaram na falta de condições para a Companhia atender a demanda da população de Vitória do Jari.

“Houve um descaso muito grande por parte da gestão passada com a população. A situação caótica chegou ao ápice quando o cidadão do município comprava água, um garrafão de 20 litros custava R$ 2,00 e um balde de 100 litros era cobrado pelo preço de R$ 10,00.

Valorização do munícipe

O gerente regional da Caesa agradeceu a confiança do governador, que o nomeou para o dirigir a empresa no Vale do Jari, a exemplo de outras cidades do interior do Amapá.

“A atitude do governador em regionalizar as gerências municipais foi fundamental para a execução de nossas ações positivas. Camilo Capiberibe entende que o morador do município é quem conhece a realidade da cidade onde vive. Assim os problemas são identificados in loco e a solução ocorre de forma mais rápida”, destacou Marcelo Sarraf.

Conscientização

Marcelo Sarraf disse ainda que a Caesa fará uma campanha de conscientização nas escolas de Vitória do Jari. Ele crê que isso ajudará a minimizar o desperdício de água na cidade. Para ele, as crianças terão noção da importância da economia do produto e atuarão juntos aos pais, nos lares do município.
Elton Tavares
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *