Acadêmico de Engenharia da Ueap é aprovado em instituto referência na área


O acadêmico Cleyson Santos de Paiva, concluinte do 5º ano de Engenharia de Produção, está entre os dez aprovados para o curso de Mestrado em Ciências dos Materiais, no Instituto Militar de Engenharia, sediado no Estado do Rio de Janeiro. A lista dos aprovados pode ser conferida no site do Instituto Militar de Engenharia, na internet, no endereço www.ime.eb.br

O Instituto Militar de Engenharia é referência nas áreas de engenharia no Brasil, o que eleva a concorrência pelos cursos de pós-graduação oferecidos em nível de mestrado, doutorado e PhD. Para Cleyson, a concretização de um sonho antigo.

Filhos de pais naturais do Rio de Janeiro que se mudaram para Macapá quando ainda era um bebê, o acadêmico, que defenderá nos próximos dias seu Trabalho de Conclusão de Curso, intitulado “Estudo da Resistência à flexão de compósitos processados a partir de resíduos: garrafas PET, resíduo do beneficiamento do caulim e biomassa”, sob a orientação do professor M.Sc. Felipe Fernando da Costa Tavares, pretende retornar para o Estado ao reencontro dos pais tão logo conclua os estudos.

Integrante da primeira turma de Engenharia de Produção da Ueap, curso único no Estado, Cleyson Paiva reconhece as dificuldades enfrentadas na instituição, pelo seu pouco tempo de existência, e considera o primeiro concurso público realizado para professor, em dezembro do ano passado, o início de grandes transformações.

“Não se pode comparar a Ueap com outras universidades mais antigas, mas a partir deste ano, com o concurso público, foi dado o passo inicial para que a instituição se estruture e se capacite cada vez mais”, disse.

Sobre a profissão escolhida, o acadêmico desmistifica a crença de que não há campo de serviço para o profissional de Engenharia de Produção.

“Esta formação é muito boa porque se dedica ao aprimoramento e ao desenvolvimento do serviço e da produção. Além de se tratar de setores ainda muito tímidos no Amapá, não há profissionais para alavancá-los, daí as pessoas acreditarem que não há campo”, defendeu.

A carreira acadêmica de Cleyson, na Ueap, foi marcada pela pesquisa. Bolsista de iniciação científica do CNPq/Ueap por duas vezes, foi primeiro lugar da área de ciência exatas no I Congresso Amapaense de Iniciação Científica, onde concorreu com bolsistas da Unifap, Embrapa e do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa).

No ano de 2011 teve a oportunidade de desenvolver atividades relacionadas ao monitoramento e gestão dos sistemas de tratamento de água por membranas em funcionamento nas comunidades do Sucuriju, no município de Amapá, e Anauerapucu, pertencente ao município de Santana, serviços que estão sob a coordenação da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia. O acadêmico participou, ainda, da elaboração de projeto similar para o Arquipélago do Bailique e ampliação do sistema implantado na Vila do Sucuriju.

Na Setec, Cleyson Paiva pôde participar dos cursos de Introdução de projetos de sistemas de membranas e Manutenção, Monitoramento e limpeza química de membranas.

Keila Gibson Rebelo/Ueap
Meu comentário: Cleyson Paiva, além de estudioso,  também é tecladista da banda de rock Radiofone, um cara gente fina que já se tornou um amigo. Fiquei feliz em saber de sua aprovação e fico na torcida para que ele alcance ainda mais sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *