Audiovisual independente e música: hoje rola som no 8º dia de Mostras em Movimento na Biblioteca Pública Elcy Lacerda

11070061_764145730320563_7167515640595226729_n

Nesta quarta-feira, 18 de março, a partir das 19 horas, a Mostra em Movimento apresenta dois documentários que tem na música o seu principal elemento.

Confira a programação:

19h – O QUE HOUVE E NÃO SE OUVE.
31 min/2014
A trajetória de pesquisa do músico Marcus Costa, em encontro com o cineasta Augusto Souza, resultou em “O que houve e não se ouve”, documentário que resgata expressões musicais do povo do litoral catarinense. Encontros étnico/raciais que formaram uma identidade cultural própria, hoje em extinção, mas que sobrevive em derradeiras memórias eternizadas neste projeto.

19h35 – TOMADA XII – SONS E ESTÓRIAS NA TERRA DO ROCK TUPINIQUIM.
54 min/2013
“Fazer arte, fazer som, fazer rock no Brasil”. Pepe Bueno, baixista e fundador da banda Tomada, sabe mais do que ninguém que isso implica muitas coisas, mais do que você provavelmente imagina. Levando em conta que ele montou a banda já compondo, como conta o vocalista Ricardo Alpendre, no início do filme, tudo fica ainda mais louvável: arte, som e rock autoral, no Brasil.

O Tomada está na estrada há mais de doze anos, com volume máximo, sempre. Discos e doses depois, bares foram fechados, vizinhos tiveram seu sono interrompido, policiais precisaram ser acalmados e fiéis seguidores, em todo o Brasil, foram conquistados.

Nos impagáveis contos da estrada aqui contidos, uma única e crucial recomendação: “Pode aumentar mais um pouquinho”.
Dirigido por Marcelo Bueno e Eduardo Donato, XII – Estradas, Sons e Estórias na Terra do Rock Tupiniquim é o primeiro vídeo oficial do Tomada, após três álbuns de estúdio, com registros que abrangem os 12 anos de carreira do grupo independente.

Local: Biblioteca Pública Elcy Lacerda
Classificação: 14 anos
Entrada franca.

Fonte: FIM.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*