Caravana popular realiza PPA na zona Norte de Macapá

                                                                         Foto: Antônio Sena

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, participou, nesta segunda-feira, 27, na Escola Estadual Mariam Meriam, localizada na zona Norte de Macapá, da 15° escuta pública do Plano Plurianual Participativo (PPA). Por meio de plenária, a caravana popular, composta por secretários de Estado, identificou demandas da cidade e de comunidades que compõem o município.

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Orçamento e Tesouro (Seplan), Juliano Del Castilo Silva, o PPA ditará os programas e ações do governo estadual até o final da gestão atual. Durante seu pronunciamento, o titular da Seplan listou ações do governo nestes seis meses.

De acordo com o governador, o PPA dá voz e vez ao cidadão. Assim, os moradores podem dizer aos gestores onde os recursos devem ser aplicados. Camilo Capiberibe ressaltou também que, mesmo antes da plenária, o governo já executa ações importantes para a melhoria da qualidade de vida do povo que reside na área.

“Já lançamos e retomamos obras que beneficiam os moradores da zona Norte, como a Rodovia Norte Sul, no valor de R$ 40 milhões. Estamos trabalhando para normalizar o abastecimento de água e energia elétrica para essa área e até o agosto de 2011, a zona Norte contará com mais sete viaturas para o policiamento ostensivo. Hoje o cidadão elegeu suas prioridades e nós atenderemos. Estamos avançando devagar, mais com responsabilidade”, afirmou o governador.

Regularização de terrenos

Em seu discurso, o governador explicou que o Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap) está trabalhando para regularizar os moradores que vivem em áreas de invasão na zoa Norte. “Estamos trabalhando para assentar os cidadãos que precisam, é um compromisso nosso com o povo”, explicou Camilo Capiberibe.

Falta de vontade política da Prefeitura de Macapá

Camilo Capiberibe disse ainda que, durante encontro com o prefeito de Macapá, Roberto Góes, propôs ao gestor municipal o repasse das obras do Shopping Popular, no centro da capital, e Hospital Metropolitano, localizado na zona Norte da cidade, além da pavimentação da avenida Mato Grosso, para melhoria do trânsito no local. Segundo o governador, assim sobraria recursos para a Prefeitura asfaltar Macapá, mas a parceria não foi aceita.

“Sugerimos que a Prefeitura de Macapá repassasse a obra do Hospital Metropolitano, parada desde o final de 2004, para executarmos, pois temos compromisso com a saúde do cidadão. Tanto que repassamos R$ 250 mil de contrapartida ao Poder Executivo Municipal, para o acesso a verba federal, visando a conclusão da casa de saúde. Mas, o prefeito não aceitou a parceria, a exemplo do Shopping Popular e avenida Mato Grosso, todas benfeitorias importantes para a melhoria da qualidade de vida dos que residem na zona Norte”, destacou o governador.

Reivindicações dos moradores da zona Norte de Macapá

Na plenária, as prioridades eleitas pelos moradores foram a construção de uma escola e uma arena no bairro Amazonas; construção de um centro educacional no Novo Horizonte; criação de um ambulatório para tratamento de portadores de HIV; pavimentação de vias; construção de uma arena no São Lázaro; remanejamento de moradores das áreas alagadas do São Lázaro para um assentamento e melhoria do policiamento.

Os cidadãos também pediram a pavimentação de vias que ligam o Jardim I ao Jardim II; reforma da Escola e da Arena do Jardim Felicidade e incentivo de projetos esportivos e sociais no bairro; construção de um Centro Comunitário no Abacate da Pedreira, reforma do porto do local e criação de uma Escola Técnica na localidade, além do reforço no policiamento da área.

Também foi reivindicada a reforma da Ponte do Rio Pedreira e a melhoria do ramal do Bonito, que dá acesso a localidade, além da colocação de uma caixa d’água para a melhoria do abastecimento do produto na área; construção de um Centro de Convivência no bairro Infraero II, a fim de incentivar a cultura no local; normalização da energia elétrica no Jardim Caranã e fortalecimento da infraestrutura no Novo Horizonte (água, energia elétrica e escola).

Conforme as reivindicações, ao final da primeira etapa do PPA na zona Norte, secretários de Estado explicaram para os presentes sobre medidas já adotadas e ações que estão e que serão desenvolvidas na área.

Bairros e comunidades

Além do governador e secretários de Estado, participaram da plenária os moradores dos bairros Novo Horizonte, Infraero I e II, Brasil Novo, Jardim Felicidade I e II, Ilha Mirim, Ipê, São Lázaro, Renascer, Sol Nascente, Morada das Palmeiras, Amazonas e comunidades Abacate da Pedreira, Jardim Caranã e Curiaú. A vice-governadora Dora Nascimento, vereador Washington Picanço, representantes de associações de classe, sindicatos e imprensa também compareceram.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*