Skatista amapaense faz “vaquinha virtual” para participar de final do Campeonato Nacional Amador, em São Paulo (bora ajudar)

O skatista amapaense Gabriel Miranda, de 19 anos, se classificou, em seletiva realizada para a região Norte de skate, para a final do Campeonato Nacional Amador, que será realizado em São Paulo (SP), no dia 14 de dezembro de 2019. Entretanto, o atleta não possui apoio institucional e, sem dinheiro para a viagem, ele precisa fazer uma “vaquinha virtual” para ir até a capital paulista disputar a competição.

É sempre absurdo quando um caso destes vem a público e um atleta de alto nível precisa levantar dinheiro para representar o Amapá. Injusto, mas não incomum, infelizmente.

Gabriel relatou ao site Blog De Rocha que possui skate desde os 3 anos de idade e que, entre suas memórias afetivas, lembra que sempre admirou o esporte, mas que começou a “andar de carrinho” somente aos 11 anos.

Logo aos 12 anos, Gabriel começou a se destacar no skate e se desenvolver como atleta da modalidade. Ele contou ainda que sempre conseguiu boas colocações em campeonatos regionais. A seletiva amazônica para a competição nacional aconteceu em Belém (PA), no último dia 27 de outubro. Skatistas de vários estados participaram da fase classificatória, onde Miranda alcançou o segundo lugar. Ao todo, três competidores nortistas conseguiram o índice para o torneio nacional.

Miranda falou sobre os problemas da prática de skate no Amapá, como falta de pistas adequadas e o preconceito que os praticantes sofrem. “Várias vezes já tentaram me ofender com injúrias durante minha trajetória como skatista, mas nada muito grave”, comentou Gabriel, que sonha em ser um atleta profissional e incentivar os mais jovens.

“Estou na corrida pra me tornar profissional. Além de disputar o campeonato nacional, meu objetivo individual é crescer como atleta. Também pretendo instigar a prática dessa modalidade esportiva no Amapá, que está muito fraca no estado”, comentou Gabriel Miranda.

Na competição nacional estarão os 24 melhores skatistas da categoria no país. Na capital paulista, Gabriel ficará hospedado no alojamento cedido pela Federação Nacional de Skate, mas eles precisa custear passagens, alimentação e deslocamento na cidade.

Portanto, contamos com todos os que possam ajudar – com qualquer quantia – o skatista a representar o extremo norte do país em uma grande competição.

É bom ajudar! É raro um talento como o do Gabriel Miranda vingar sem apoio. Ele será o Amapá de skate em São Paulo.

Além disso, boas ações produzem sonhos felizes.

A vaquinha virtual pode ser acessada aqui: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/me-ajude-a-participar-da-final-do-campeonato-nacional-de-skate

Elton Tavares

Neste sábado rola Plantão da campanha Papai Noel dos Correios em Macapá

Papai Noel dos Correios – Plantão neste sábado para adoção de cartas e recebimento de presentes

A agência central dos Correios em Macapá, abre neste sábado (30), das 8h às 12h, somente para atender a campanha Papai Noel dos Correios. As cartas estarão disponíveis para adoção e os coordenadores estarão a postos para o recebimento dos presentes trazidos pelos padrinhos. Este ano a campanha completa 30 anos. São muitos anos de histórias emocionantes contadas ao Bom Velhinho. Venha adotar uma carta! Seja você, o Noel!

Funcionamento da campanha

A adoção pelos padrinhos é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartinhas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas na Casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. Os Correios não distribuem cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartinhas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados no blog da campanha.

Os presentes são recebidos nos pontos de entrega divulgados pelos Correios para que, posteriormente, a estatal realize a distribuição. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança nunca é divulgado ou informado ao padrinho.

Serviço

Plantão da campanha Papai Noel dos Correios
Data: 30/11/2019
Horário: das 8h às 12h
Local: Agência Central dos Correios de Macapá – Av.: Coriolano Jucá, 125 – Centro

Fonte: Blog da Mary Paes

Pequenas histórias diárias: A BONDADE HUMANA

Por Marcelo Guido

Existem casos que acontecem com a gente que dão sentindo à vida. Talvez sem essas estórias, histórias e “causos”, a vida perderia um “Q” de graça e – por que não dizer – o próprio sentido.

Isso realmente aconteceu comigo.

Corria o ano de 2018. Minha esposa encontrava-se, na época, desconfortável com sua forma. Por mais que dissesse que não via problema, a nega – como carinhosamente costumo chamá-la – andava meio pra baixo. Tomou a decisão de começar a se exercitar, logicamente foi apoiada por mim (quem é marido sabe do que estou falando). Modalidade escolhida: corrida.

Mas não seria uma corrida qualquer, seria MATINAL! Isso mesmo, meus caros leitores: a nega sairia nos primeiros raiares de sol; o cantar do galo seria seu primeiro compromisso, quando a madrugada se despedisse, ela estaria prontamente vestida com roupa colada, meias grossas, uma camisa minha (claro que não vou mostrar o que é meu) e um indefectível rabo de cavalo. Estava pronta a nova etapa da vida.

Um detalhe – e que detalhe! – é que temos um lindo e belo rebento. Por isso precisávamos da colaboração de todos em casa. Escutei a seguinte frase no começo da empreitada “vou começar a correr, e tu vai acordar e FICAR com o Bento”. Quem seria eu pra discordar dela, além de amar muito a nega eu me AMO muito.

Poderia ser pior, a missão poderia ser “vou correr, e tu vai CORRER comigo”, quem me conhece sabe que não sou muito chegado a desgastes.

Eis que a Nega se vai, correndo feliz em busca de seu objetivo e eu pude ficar dormindo feliz em minha cama até que… ele acordou. Sim o Bento, precisamente às seis horas da manhã de um domingo, abriu seus olhos e sua primeira palavra foi “mamadeila”. Acabou meu sossego.

Fazendo a bendita massa para saciar a fome do pequeno, com os olhos repletos de remela e quase fechando me queimei com a água. Vendo meu filho consumir o conteúdo do recipiente com a voracidade de um peregrino imaginei que o mesmo iria encher a pança e voltaria a dormir. Ledo engano.

O “mi hijo” sentiu a falta da presença da mãe, começou um choro infernal – que rapidamente me despertou – e eu tentava acalmar com todo tipo de gracejo, imitava bicho, voz fofa, carregava no colo e nada; o choro tomava conta do ambiente e quem ouvia poderia imaginar a surra que Jesus levou no filme do Mel Gibson (spoiler: ele ressuscita).

Desesperado sem saber o que fazer, ele me deu a dica “papai descer”. Como assim filho, são sete e quinze da manhã – volta o choro. Não tem argumento melhor que um choro no “pé do escuta rock”.

Descemos, meu filho de fralda e chinelinha e uma mamadeira – a segunda da manhã na boca – e eu mais desgrenhado que um urso, a barba arrepiada, sem camisa com um short folgado e descalço. Eu era um misto de Bicho-Papão com poodle maltratado.

Começamos o nosso rolé (isso mesmo, rolê é coisa de paulista).

Primeira parada: Praça da Bandeira, os poucos transeuntes que se arriscavam a estar pelo passeio público naquele momento se assustavam com minha figura. Meu filho com a desenvoltura e disposição de um cão “sajico”, e eu tão disposto quanto uma velha múmia.

Seguimos, atravessamos a rua e eu comecei a imaginar onde iriamos parar se fôssemos adiante na Avenida Iracema Carvão Nunes, felizmente ninguém na rua. E paramos na Praça do Barão.

Aquela areia amarela, pisada, puxando mais para um laranja. Meu filho se encantava . E eu só queria dormir.

Eis que a poucos, uma nobre senhora vem se aproximando de nós e munida de sua bolsa e vestes sóbrias começa a nos indagar: “Pelo amor de Deus, onde vocês passaram a noite?” Continuando sem me dar chance de resposta “essa criança já comeu algo hoje?” “Jesus amado, tome senhor; é pouco mais o senhor pode tomar um café”. Juro, pela felicidade dos meus filhos, que quis me enterrar naquele campo. Expliquei e agradeci do fundo do coração, que não havia a necessidade, eu agradecia muito sua ajuda mas que tinha passado uma noite tranquila em minha casa, que por sinal era ali pertinho. “E a mãe dele, está onde, que não sabe que ele está assim até uma hora dessas?”. Eu olho para a quadra de basquete e vejo minha nega voltando de sua de sua corrida.

Agradeci aquela nobre alma e voltei com meu filho no colo, minha nega suada e eu rindo, por ter sido confundido com um morador de rua.

Existem pessoas no mundo que ainda se preocupam com o próximo. E isso é muito bom.

Outro dia eu conto mais.

*Marcelo Guido é jornalista, pai da Lanna Guido e do Bento Guido. Maridão da Bia.

Atuação Pela Vida: Escuta Psicológica Itinerante atende mais dois bairros de Macapá

No último sábado (16), o projeto Atuação Pela Vida, realizado pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio da Promotoria de Defesa da Saúde, promoveu mais uma “Escuta Psicológica Itinerante”, dessa vez, nas escolas estaduais Lucimar Amoras Del Castillo, bairro Santa Rita, e Maria Ivone de Menezes, localizada no bairro Cidade Nova I. A iniciativa, realizada em parceria com o Ambulatório de Atenção à Crise Suicida (Ambacs), da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), tem como objetivo o cuidado permanente com a saúde mental.

A Escuta Itinerante possibilita a identificação de casos e sintomas que possam levar à ideação suicida ou à automutilação, para que seja feito um pré-diagnóstico e, caso necessário, o devido encaminhamento à rede de apoio. Os atendimentos foram realizados por psicólogos do Ambacs, todos voluntários do projeto, que ficaram divididos nas duas unidades de ensino.

A procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, e os promotores da Saúde, André Araújo e Fábia Nilci, acompanharam as atividades nas escolas, quando reuniram com professores, psicólogos e voluntários. A necessidade de ampliar a oferta de vagas e unidades especializadas em saúde mental no Amapá foi apontado como prioridade. “Em vários casos – identificados durante as escutas – houve a necessidade de encaminhamento para outros profissionais de saúde. O problema é que uma consulta com psiquiatra, por exemplo, no Sistema Único de Saúde (SUS), costuma demorar meses para ser agendada”, frisou o André Araújo.

Após os relatos, a procuradora Ivana Cei reafirmou o apoio irrestrito da gestão com a iniciativa. “Observamos o quanto precisamos unir esforços para fortalecer e ampliar nossa capacidade de atendimento. Estamos buscando parcerias institucionais que possam nos ajudar com essa demanda, cada vez maior, por cuidados com a saúde mental. Não faltará, de nossa parte, esforço, dedicação e compromisso, afinal, estamos falando da necessidade de preservarmos vidas”, manifestou a PGJ.

“Viver é sempre a melhor opção”

O projeto Atuação Pela Vida tem na campanha de conscientização a mensagem de que “Viver é sempre a melhor opção”.

A cada etapa do projeto ocorre intensa troca de experiências, relatos e aprendizagem entre os integrantes da equipe. Ao final dos atendimentos, é realizada uma reunião de avaliação visando a próxima etapa.

Para mobilizar e sensibilizar a comunidade foram realizadas palestras e ações de comunicação junto aos moradores do entorno, a fim de que pudessem aproveitar a oportunidade de uma conversa empática com os psicólogos.

“Aos poucos a comunidade vai chegando e sentindo coragem de falar sobre seus sentimentos e emoções. Ainda á um tema tabu e nosso propósito é justamente quebrar estigmas e preconceitos, falar do assunto de forma assertiva, acolher os que estão precisando de cuidados e lutar pelo fortalecimento da rede de saúde mental no Amapá”, disse a titular da 2ª Promotoria de Defesa da Saúde, promotora de Justiça Fábia Nilci, uma das coordenadoras do projeto.

Washington Brandão, coordenador da Ambacs, avalia com positivo todo esse processo de sensibilização da sociedade amapaense para debater essas temáticas. “A cada dia estamos chegando a novos lugares e alcançando mais pessoas, o que é extremamente positivo, uma vez que ainda há muito preconceito quando o assunto envolve nossas próprias emoções. Precisamos quebrar essas barreiras e o Atuação Pela Vida tem dado enorme contribuição”, finalizou.

A coordenação do projeto registra um agradecimento especial a intérprete de Libras, Josielma Garcia, que voluntariamente aderiu ao projeto, e aos diretores das escolas Lucimar Amoras e Maria Ivone, Thassylany Amanajás e Maria de Lourdes Gama Neres, respectivamente, pelo apoio dado durante toda a ação.

Atuação pela Vida vai capacitar mais de 600 agentes comunitários de saúde

Na última quinta-feira (14), houve mais uma etapa do o ciclo de capacitação – previsto pelo projeto Atuação Pela Vida -, para mais de 600 agentes comunitários de saúde. Realizado em parceria com a Ambacs e a Prefeitura de Macapá (PMM), o curso tem como objetivo qualificar esses profissionais para melhorar o acolhimento e assistência a quem se encaixa no quadro de comportamento suicida. O foco é fortalecer o trabalho dos agentes comunitários de saúde, que, por meio de ações diretas junto à população, poderão identificar sinais em pessoas que precisam de apoio e atendimento especializado.

SERVIÇO:

Ana Girlene Oliveira
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Centro de prevenção ao suicídio com atendimentos por telefone seleciona novos voluntários no AP

Centro de Valorização da Vida seleciona voluntários em Macapá — Foto: Divulgação/CVV

Por Victor Vidigal

O Centro de Valorização da Vida (CVV) faz a seleção de novos voluntários plantonistas para o posto de Macapá. O serviço presta atendimento gratuito de apoio emocional por telefone a pessoas que querem e precisam conversar. A seleção contempla aulas, que acontecem em um shopping no Centro da capital.

Há uma seleção neste mês de novembro, que começa na segunda-feira (18), contudo, para esta turma as vagas já estão preenchidas. Para as turmas de dezembro, as inscrições estão abertas via internet. As aulas iniciam no dia 9 de dezembro.

O candidato deve ter no mínimo 18 anos e disponibilidade de 4 horas para o plantão. Para se inscrever, basta encaminhar um e-mail descrevendo o interesse para o endereço eletrônico [email protected].

“No próximo mês serão abertas turmas nos turnos da manhã e noite. O candidato faz o curso e, no final, se estiver apto, passa a fazer parte do grupo de voluntários”, explicou Jane Borges, coordenadora do CVV Macapá.

Segundo Jane, atualmente o Centro funciona com 12 voluntários. A expectativa é que o processo seletivo melhore esse quadro. Não existe um número fechado de pessoas a serem selecionadas.

O CVV atende pessoas que precisam de apoio emocional pelo telefone 188, com atendimento 24h em todo o Brasil.

Serviço:

Programa de Seleção de Voluntários do CVV
Dias: 18 de novembro e 9 de dezembro
Local: Vila Nova Shopping (sala Oiapoque)
Hora: 19h
Inscrições: [email protected]

Fonte: G1 Amapá

Solidariedade: 09 novembro é o Dia Nacional da Coleta de Alimentos

A campanha será realizada em 08 supermercados de Macapá e Santana e reserva um dia inteiro para a arrecadação de alimentos.

A solidariedade e a compaixão com o próximo marcam o Dia Nacional da Coleta de Alimentos, que será realizado no dia 09 de novembro em supermercados de Macapá e Santana. A campanha é desenvolvida pela Companhia de Obras (CdO) em todo o Brasil, e no Amapá conta com a parceria do Sesc Amapá e de supermercados, para sensibilizar a população sobre a importância da doação de alimentos na luta contra a fome. A programação reúne diversos voluntários, que ficarão no horário de 08h até às 19h nas entradas dos supermercados incentivando e convidando os clientes a doarem alimentos não perecíveis.

Objetivando sensibilizar os consumidores com a causa, a campanha reúne mais de 300 supermercados distribuídos em 61 cidades do Brasil e no ano de 2018 arrecadou mais de 199 toneladas de alimentos. Estando na sua 14º edição, no Estado do Amapá a campanha já arrecadou mais de 1.545 toneladas de alimentos.

No dia 09 de novembro diversos voluntários irão se concentrar na entrada de 08 supermercados distribuídos em Macapá e Santana, os alimentos arrecadados serão recolhidos pelo Programa Mesa Brasil, desenvolvido pelo Sesc para oferecer à população vulnerável qualidade de vida através da distribuição de alimentos, contribuindo com a cidadania dessas pessoas por meio de ações educativas.

O Dia Nacional da Coleta de Alimentos acontece em todo o Brasil e sensibiliza para um olhar mais humano sobre a alimentação, disponibilizando um dia inteiro destinado a arrecadação de alimentos que, ao final dia, serão recolhidos pelo Mesa Brasil e posteriormente levados para instituições que são assistidas pelo programa.

Pontos de arrecadação:

– Supermercados Fortaleza

Horário: 08h às 19h

Endereços:

Supermercado Fortaleza – BR Zona Norte – BR 156, Km 0, S/N, Jardim Felicidade I, Macapá/AP.

Supermercado Fortaleza – Rod. JK – Rod. Juscelino Kubitscheck, 1000 Jardim Marco Zero Macapá /AP.

Supermercado Fortaleza Santana – Rua Ubaldo Figueira, 623 Centro – Santana/AP.

– Supermercados Santa Lúcia

Horário: 08h às 19h

Endereços: Supermercado Santa Lúcia – BR Zona Norte – Rodovia BR 156, 1538 – Bairro Jardim Felicidade I.

Supermercado Santa Lúcia – Pe. Júlio – Av: Padre Júlio Mª Lombaerd, 2095 – Santa Rita.

Supermercado e Magazine Santa Lúcia – Trem – Rua: Jovino Dinoá, 2884 – Trem.

Supermercado Santa Lúcia – Buritizal – Rua: Claudomiro de Moraes, 1350 – Novo Buritizal.

Supermercado Santa Lúcia – Santana – Rua: Ubaldo Figueira, 1070 – Centro.

Serviço:

Marcel Ferreira – (96) 98809-4557
Assessoria de comunicação

Começou a Campanha Papai Noel dos Correios 2019

O Papai Noel dos Correios foi lançado oficialmente na manhã desta segunda-feira (4), na brinquedoteca do Hospital GRAACC, referência no tratamento oncológico de crianças e adolescentes na capital paulista. O bom velhinho participou da cerimônia e recebeu pessoalmente as cartinhas escritas pelas crianças internadas no hospital.

O presidente dos Correios, Floriano Peixoto, deu início à campanha. “Essa é a maior ação social da nossa empresa e um dos principais símbolos da fraternidade no país. E tudo isso é fruto da iniciativa dos nossos empregados, que deram início a essa ação há 30 anos”, explicou.

Presidente dos Correios, FLoriano Peixoto, no lançamento da campanha. Divulgação Correios.

O presidente parabenizou a equipe do GRAACC pelo trabalho e agradeceu a generosidade dos padrinhos e dos empregados que abraçam a campanha. “Todos nós fomos crianças e sabemos a importância de tirar os sonhos do papel, principalmente das crianças que passam por dificuldades muitas vezes maiores que o seu próprio tamanho”, disse.

O superintendente médico e fundador do GRAACC, Dr. Sérgio Petrilli, agradeceu aos Correios pela escolha do hospital para o lançamento do projeto. “Essa é uma campanha muito bonita e lançar a campanha aqui é motivo de orgulho para todos nós que trabalhamos no hospital. Temos muito carinho pela campanha e tenho certeza que as crianças terão um Natal muito melhor com as cartinhas atendidas pelo Papai Noel”.

Em 30 anos de campanha, foram atendidas mais de 6 milhões de cartinhas – muitas delas com histórias emocionantes de solidariedade. Essa corrente do bem une esforços de empresa, empregados e voluntários da sociedade para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Como funciona – Os Correios recebem as cartinhas de crianças que enviam seus pedidos diretamente ao Papai Noel e, também, de estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras. Após de serem lidas e selecionadas, as cartas são disponibilizadas na Casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. E para que a empresa possa acompanhar as adoções e as entregas dos presentes, os padrinhos devem cadastrar o CPF ou CNPJ. Este ano, os Correios devem disponibilizar 800 mil cartas para adoção. Nas duas últimas campanhas, 1,2 milhões de cartinhas foram adotadas em todo o país.

Também será possível adotar cartinhas pela internet em algumas capitais. Entre os dias 11 e 29/11/2019, os padrinhos das cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e região metropolitana de São Paulo poderão acessar o blog da campanha (http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios) e apadrinhar o pedido de uma criança.

As datas, locais e horários da Campanha Papai Noel dos Correios 2019 podem variar em cada Estado. Todas as informações sobre esta corrente de solidariedade podem ser obtidas no endereço http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios.

As histórias, os personagens e os principais momentos da Campanha Papai Noel dos Correios 2019 podem ser acompanhados nas redes sociais oficiais da empresa @Correiosbr; @correios; correiosoficial.

Assessoria de Imprensa
DCORE/Gerência de Comunicação
[email protected]
(96)3198-7208 / 98138-5712

Papai Noel dos Correios começa oficialmente dia 4 de novembro

Uma das campanhas de solidariedade mais aguardadas do ano, o Papai Noel dos Correios, será lançada oficialmente nesta segunda-feira (4), na brinquedoteca do Hospital do GRAACC, referência no tratamento oncológico pediátrico, localizado em São Paulo (SP). As crianças que estão em tratamento no Hospital poderão ver a chegada do Papai Noel e entregar as suas cartinhas em mãos ao Bom Velhinho. O evento contará com a presença do presidente dos Correios, Floriano Peixoto.

Durante a campanha, os Correios receberão as cartinhas de crianças que enviaram seus pedidos diretamente ao Papai Noel e, também, de estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, tais como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias com as Secretarias de Educação, a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Assim como na última edição, será possível adotar cartinhas pela Internet em 11 capitais: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e região metropolitana de São Paulo. Para fazer a adoção online, basta acessar o blog da campanha (http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios) e apadrinhar o pedido de uma criança. A entrega do presente deve ser feita pelo padrinho no ponto indicado pelos Correios, que levarão o presente até a criança. O período da adoção online será de 11/11 a 29/11/2019.

No Amapá, o lançamento da campanha acontece em 11/11/2019, na Agência Central de Macapá, já com as cartinhas disponíveis para a adoção. O período de apadrinhamento de cartas e entrega de presentes será de 11/11 a 6/12/2019. As crianças de todos os municípios do estado, podem escrever suas cartas, preencher os dados do remetente corretamente (endereço completo), e entregar em qualquer agência própria dos Correios.

30 anos

Em 2019, a maior ação de responsabilidade social dos Correios completa 30 anos de existência. Ao longo dessas três décadas, a campanha conseguiu atender ao pedido de mais de 6 milhões de cartinhas – muitas delas com histórias emocionantes de solidariedade. Essa corrente do bem une esforços de empresa, empregados e voluntários da sociedade para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A campanha Papai Noel dos Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartinhas escritas por crianças destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção na empresa e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

Funcionamento da campanha

A adoção pelos padrinhos é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartinhas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas na Casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. ATENÇÃO: Os Correios não distribuem cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartinhas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados no blog da campanha. E para que a empresa possa acompanhar as adoções e as entregas dos presentes, os padrinhos devem cadastrar o CPF ou CNPJ.

Os presentes são recebidos nos pontos de entrega divulgados pelos Correios que, posteriormente, realizam a distribuição. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança nunca é divulgado ou informado ao padrinho.

As datas, locais e horários da Campanha Papai Noel dos Correios 2019 podem variar em cada Estado. Todas as informações sobre esta corrente de solidariedade poderão ser obtidas no blog, no endereço http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios, que estará disponível a partir do lançamento da campanha.

Serviço

Lançamento oficial da campanha Papai Noel dos Correios 2019 – Amapá
Data: 11/11/2019
Horário: 16h
Local: Agência Central dos Correios – Macapá/AP

Mary Paes – Assessoria de comunicação dos Correios/AP

Deputada Aldilene Souza presta solidariedade à família de vítima de feminicídio no Araxá


A deputada estadual Aldilene Souza (PPL), integrante da Frente Parlamentar de Combate à Violência Doméstica e Redução do Feminicidio da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP), e procuradora adjunta da Procuradoria da Mulher da ALAP, visitou, neste domingo (20), a família de Samara Soares Mendes, de 21 anos, que foi assassinada pelo ex-companheiro, Josiel de Souza Martins, na madrugada do dia 19 de outubro, no bairro Araxá.

As filhas gêmeas do casal testemunharam o crime. O acusado não teria aceitado o fim do relacionamento e desferiu nove facadas em Samara, que não resistiu aos ferimentos.

Na oportunidade, a deputada se colocou à disposição da família, prestou atendimento jurídico por meio de sua equipe e prometeu trabalhar junto ao poder excutivo para que, além de garantir apoio psicossocial aos familiares de Samara, sejam realizadas ações para intensificar o combate à violência doméstica e ao feminicídio no Amapá.

“Vamos apoiar esta família no que for necessário e trabalhar junto às instituições para garantir atendimento pscológico, entre outras ações de acolhimento. Vamos acompanhar o caso para que a justiça seja feita. Não podemos aceitar uma brutalidade como essa. Estou empenhada em garantir o apoio institucional e em promover uma interlocução para que o ex-companheiro pague pelo crime. A luta contra o feminicídio requer a participação de toda a sociedade. Trata-se de garantir o cumprimento da lei, para que os agressores sejam rigorosamente punidos, bem como disponibilizar uma rede de assistência a essa mulher vítima de violência”, enfatizou a deputada Aldilene Souza.

Feminicídio

O crime está previsto no Código Penal (Art. 121, § 2º, inciso VI, do Código Penal) com pena de reclusão de 12 a 30 anos para casos de feminicídio (homicídio contra a mulher, por sua condição de mulher).

Dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que a cada duas horas uma mulher morre no Brasil vítima de violência. No Amapá, em 2018, a Delegacia de Crimes Contra Mulher (DCCM) registrou quase oito mil denúncias de violência doméstica.

A Lei do Feminicídio representa uma necessária ação afirmativa que favorece o romper com o silêncio das vítimas, denotando uma das estratégias mais efetivas na prevenção da morte de mulheres.

Assessoria de comunicação da deputada Aldilene Souza

Scorpion Snooker Bar realiza neste domingo (29) evento em prol de tratamento de saúde

O Scorpion Snooker Bar realizará neste domingo (29), a partir das 17h, a ação solidária “Scorpion cuida” com a apresentação de bandas e Dj. A ação será em prol da saúde da dona Maria Lima, a dona Léia, como é mais conhecida.

Dona Léia é mãe de Gerson Lima, baixista e um dos vocais da banda Moinhos de Vento. Ela fará a cirurgia de catarata em Belém em outubro e precisa de ajuda financeira para tornar este procedimento possível e com toda a dignidade que merece.

Dona Léia é mãe de Gerson Lima

No evento, o dinheiro adquirido com as entradas e a venda de chopps serão doados para o tratamento. A atração ficará por conta das bandas Moinhos De Vento, Toxodonte e Dezoito21, com muito Rock, Pop e Internacional, e nos intervalos entre as bandas, o Dj Arlanzinho.

Serviço:

Scorpion Cuida em prol da dona Maria Lima
Local: Scorpion Snooker Bar, localizado na Avenida Cora de Carvalho, Nº 1812
Data: 29/09/2019
Hora: a partir das 17h
Entrada: 5 reais
Mais informações: 98111-1654

Texto: Andreza Gil – Jornalista (e broda nossa).

Unacon Luzair Costa recebe doação da família de ex-paciente que dá nome à unidade

A Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Luzair Costa (Unacon), que funciona dentro do Hospital das Clínicas Alberto Lima, celebrou seus 10 anos de existência de uma forma diferente nesta segunda-feira, 19. Familiares da paciente que dá nome à unidade realizaram uma ação social e entregaram doações de equipamentos para auxiliar a quem busca atendimento contra o câncer.

A unidade recebeu aparelhos de pressão arterial digitais, aspirador cirúrgico, contínua para nebulização contínua de pacientes, oxímetro de pulso, kit umidificador para oxigênio e máscara dentre outros insumos. A entrega foi feita por dois filhos de Luzair Costa, Renivaldo e Katiane. Luzair, que faleceu em 2016, aos 74 anos, foi paciente da Unacon. Em 2017, por iniciativa dos deputados Pedro DaLua e Antônio Furlan, teve seu nome incorporado à unidade.

O relator do projeto de lei à época foi o deputado Dr. Furlan. Na Justificativa, DaLua defendeu que várias unidades homenageiam profissionais de saúde, mas poucos são os pacientes que emprestam seus nomes a estes espaços. Além disso, em seu relatório o Dr. Furlan destacou que “a homenageada possuiu uma conduta honrada, com um currículo de extensas experiências em busca de um atendimento humanizado”.

De acordo com Katiane Costa, a ideia é realizar outras ações. A proposta de comprar os equipamentos surgiu a partir de um pedido dos próprios funcionários, em razão das limitações orçamentárias existentes.

Justiça e Cidadania: Moradores da Baixada Pará receberam atendimentos de saúde, jurídico, estética e orientação para o mercado de trabalho

Atendimentos de saúde, jurídico, formação profissional e estética movimentaram a comunidade da Baixada Pará no último sábado (27). Os moradores aproveitaram para ir ao médico, fazer exames, cortar cabelo, fazer massagem nos pés e no corpo, além de receber orientações sobre o mercado de trabalho. Esta foi a segunda etapa do projeto “Colorindo o Futuro”, do Ministério Público do Amapá (MP-AP), em parceria com o SESI-SENAI, apoio do Exército, Prodap, Prefeitura de Macapá (PMM), empresas Nutriama e Sião Thur e Guardas Ambientais.

“Colorindo o Futuro” é fundamentado na necessidade de preservação ambiental na área de ressaca, com objetivo de conquistar, envolver a comunidade e fazer chegar até os moradores, serviços públicos que promovam justiça, cidadania e dignidade. Foi esta a motivação das parcerias firmadas para a realização de limpeza, capacitação, atendimento de saúde e educação. O projeto foi criado pelas Promotorias de Meio Ambiente e Urbanismo, e Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CAOP-AMB), em abril deste ano, apresentado e aprovado pelo Comitê de Gestão Estratégica em Reunião de Avaliação da Estratégia.

Dividido em três etapas, o projeto possibilitou em maio, em parceria com a PMM, ações ambientais e de limpeza de duas áreas da Baixada Pará, quando foram retiradas cerca de 19 toneladas de lixo da ressaca. Para a segunda etapa foi prevista a oportunidade de formação profissional, serviços de saúde, atendimento jurídico e serviços de estética. Os objetivos foram alcançados com a parceria com o Sistema S, que levou o projeto SESI-SENAI nos Bairros para a comunidade, promoveu a capacitação e ações de saúde, juntamente com o Prodap, Exército e empresas parceiras do SESI-SENAI.

Esta etapa iniciou na segunda-feira (22), com o início dos cursos de Produção de Pizza e Arte e Fotografia, e durante toda a manhã de sábado os serviços de saúde, jurídicos e aprendizado para entrada no mercado de trabalho ficaram disponíveis. Os certificados dos cursos foram entregues durante a ação, e os cursos de Noções Básicas de Carpintaria e Hidráulica, e Edição de Vídeos, serão realizados durante esta semana.

“Nossa comunidade é muito carente. Não temos acesso à serviços de saúde e cursos e estes projetos vieram para nos dar oportunidades, tentar mudar a realidade dos moradores, nos dar a chance de uma vida melhor. Foi emocionante receber o certificado e ver meus vizinhos pegarem também a certificação das mãos de autoridade e empresários”, disse Ricardo Oliveira, o Diron, vendedor de hambúrguer, que fez o curso de pizza.

A dona de casa Edna Vieira estava há três anos sem ir ao médico e aproveitou para se consultar. “Não imaginei que um dia teríamos médico e exames aqui na Baixada Pará, parece um sonho. Peguei encaminhamento, fiz testes de glicemia e colesterol, tirei minhas dúvidas. Estou muito satisfeita e agradecida ao MP-AP e SESI-SENAI”.

Annie Clara da Silva aproveitou para fazer limpeza de pele, foi ao spa dos pés e afirmou que este sábado foi especial. “Nunca tinha feito massagem nos pés e achei uma delícia, fiz também limpeza no rosto e estou me sentindo melhor”. O casal Reginaldo Luz e Edileuza Lima fizeram questão de aproveitar a massagem no corpo, nos pés e limpeza de pele. “Estamos em um dia mágico, de alegria, não pensei fazer isso aqui perto de casa, e de graça”, disse Reginaldo.

Famílias inteiras, idosos, jovens e crianças formaram fila desde que o dia começou para não perderem as oportunidades. Donos do açougue da comunidade, o casal Miguel e Ana Júlia de Paula, comemoraram a ação. “Fizemos testes e exames, consultamos com o médico, aproveitamos o máximo. Ficamos felizes em ver nossos vizinhos carentes cortando o cabelo, fazendo massagem, algo que não imaginei ver aqui na nossa comunidade, que é vítima de preconceito, mas tem muita gente boa por aqui, trabalhadores e muitos querendo somente uma oportunidade para se capacitar e trabalhar”, disse Miguel.

“Na Baixada Pará foi o piloto deste projeto que queremos levar para outras áreas de ressaca periféricas, onde as políticas públicas não alcançam, o que deixa os moradores com poucas alternativas para melhorar de vida e acabam se acostumando a viver em condições impróprias, jogar lixo embaixo das casas e nas ruas, porque não têm lixeiras, se acostumam com a violência, são discriminados por falta de oportunidades e aparelhamento de serviços públicos de saúde e educação. Eles precisam se enxergar como cidadãos, viver com dignidade, têm que saber que o MP-AP não é inimigo, pode ser um parceiro para melhorar a qualidade de vidam resolver questões judiciais, ajudar a melhorar o ambiente, abrir caminhos para a entrada de serviços públicos”, citou a procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei.

Na próxima etapa está prevista a pintura de 100 casas, oficinas de reciclagem de garrafas plásticas, óleo de cozinha e latas, a instalação de lixeiras, retirada de lixo, ações de educação ambiental, oficina de produção de audiovisual e festival de vídeos. O promotor de Meio Ambiente substituto, Hélio Furtado, falou sobre a importância das parcerias. “Os parceiros foram fundamentais para o sucesso do projeto nas duas etapas que já aconteceram, e com certeza na próxima também. PMM, SESI-SENAI, Prodap, iniciativa privada, comunidade que se mobilizou através das lideranças, só temos que agradecer por estarem sensíveis a estas demandas sociais”.

SERVIÇO:

Mariléia Maciel – Assessora Operacional – CAOP/AMB
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Aposentado tenta levantar recursos para cirurgia na próstata (ajudem o Sr. Domingos Fernandes)

A família do aposentado Domingos Fernandes luta para levantar recursos que custearão uma delicada cirurgia para extrair um tumor na próstata detectado no idoso. Diversos exames já foram realizados com a ajuda de amigos e familiares e até uma “vaquinha virtual” foi lançada nas redes sociais para levantar o montante de R$ 30 mil, que é o custo aproximado do procedimento.

No próximo dia 17 de agosto, a família vai realizar um bingo para tentar acelerar a arrecadação já que o quadro de saúde dele é delicado e quanto maior a demora, maior o risco e menor a possibilidade de sucesso.

O bingo acontecerá na Rua Raimundo Ramos dos Santos entre as avenidas José do Espírito Santo Araújo e Amélia Dias dos Santos.

Doações também podem ser feitas através de contas que foram disponibilizadas:

Itaú
Agência 4216
CC 12.721-9
Benedita Fernandes
CPF 638.236.832-68

Caixa Econômica Federal
Agência 3101
Conta Poupança 013 00010030-6
Benedita Fernandes
CPF 638.236.832-68

Mais informações pelo número 99166 4826 (Dalci)

Mãos que Ajudam com amor

As mulheres de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, através do programa Mãos que Ajudam reuniram-se em Macapá e Santana para produzirem lenços para cabelo, turbantes e máscaras de algodão para serem doados aos pacientes que fazem tratamento contra o câncer na Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital de Clínicas Alberto Lima (HCAL), em Macapá.

Produção cheio de amor!

A produção durou cerca de 4 meses e várias mulheres expressavam seus sentimentos como a irma Maria Aguiar que declarou: “Eu me senti muito feliz! Útil, por poder ajudar a confeccionar as máscaras para pessoas que precisam e mesmo sem conhecê-las pude contribuir para amenizar o sofrimentos delas. Foi uma maneira de ministrar , aprender algo novo e demonstrar amor ao próximo.”

O mesmo amor sente a irmã Beatriz Monteiro e disse que: “Sinto-me bem, fazendo algo bom pelas pessoas.”

A Doação

Na tarde do dia 24 de Junho foram doados mais de 100 kits. Na ação a irmã Elza Moraes, que coordenou a produção e entrega, representou a Igreja e ficou emocionada ao conversar com uma paciente que está em tratamento no hospital e muito feliz ao entregar os kits para a senhora Elizabeth Medeiros, enfermeira chefe responsável pela Unacom. Estes kits trazem um ar melhor ao tratamento e sentimos a preocupação que A Igreja teve com os nossos pacientes, disse a enfermeira Elizabeth.

Assessoria de comunicação da Ong Mãos que Ajudam com amor