Comissão criada para revisão da estrutura do Judiciário do Amapá começa a definir ações


Uma Comissão encabeçada pelos Desembargadores Raimundo Vales, Sueli Pini e Carlos Tork, e pelos juízes Décio Rufino, Keila Utzig e José Castellões, vai discutir e proceder estudos para a revisão da estrutura dos Órgãos Jurisdicionais e Administrativos do Judiciário amapaense, que a Justiça do Amapá vai implementar em futuro próximo.

O diferencial da Comissão está na abertura que o Judiciário do Amapá dá para a participação de órgãos do Estado que auxiliam a Justiça na prestação jurisdicional, como: Procuradoria de Justiça, Defensoria Pública, Procuradoria do Estado, Subprocuradoria-Geral do Município de Macapá, OAB/AP, e representantes do Sindicato dos Serventuários da Justiça amapaense.

Com a colaboração dessas instituições, que fazem parte também da Comissão, o Judiciário pretende receber ricas sugestões e contribuições que irão nortear os estudos e definir os procedimentos a serem adotados para traçar o perfil da estrutura organizacional da Instituição para os próximos anos.

“Nosso Judiciário, próximo de completar 23 anos, muito avançou em qualidade e prestação de serviços à população. Mas se faz necessário que tenhamos essa reengenharia para complementar novas ações que atendam as necessidades da Justiça do Amapá frente à coletividade”, ressaltou o Presidente do TJAP, Desembargador Luiz Carlos.

Nesta sexta-feira, dia 13, o grupo fará o primeiro encontro oficial para explanar sobre os encaminhamentos iniciais.

Texto: Edson Carvalho
Fotos: Adson Rodrigues
Comunicação do Tjap
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*