Contagem regressiva: THE SILVER BEATLES inicia maratona de shows no Othelo Restaurante, nesta sexta-feira e sábado

 
Contagem regressiva. Com 20 anos de carreira a banda The Silver Beatles começa uma maratona de shows pelo Othelo Restaurante (antigo Bar e Restaurante Soho). O quarteto fará duas apresentações na casa; um na sexta, 04 e outra no sábado, 05. Os integrantes adiantam que prepararam coisas bem diferentes. “Quem for no sábado verá um show bem diversificado do que apresentamos na sexta-feira”.

No repertório, um passeio pelos 13 discos oficiais dos Beatles, de 1962 a 1969, a banda que mais vendeu discos nos anos 60 e continuou com este feito até os dias de hoje. São vários estilos adotados ao longo de pouco mais de 13 anos, contando com o fim dos anos 50, e que agradaram em cheio a juventude da época, a serem executados nos shows no Othelo. Os Silver Beatles é a única banda no Amapá a tocar a música dos “reis do iê, iê, iê” praticamente de forma exclusiva.

Com exceção de um mergulho na origem do rock, nos anos 50, eles tocariam somente o repertório dos Beatles. “Nosso trabalho envolve pesquisa. Buscamos nos aprofundar na musicalidade daquela época, quando o rock dava os primeiros passos. Os Beatles fazem parte disso e isso é história. O que fazemos é repassar o que está lá, ao público”, explica o guitarrista Jeankelson.

Esse tipo de música, de fato já passou para a história. Basta pensar que foram compostas, tocadas e gravadas há mais de 40, 50 e até 60 anos e permanecem aí, agradando muita gente. Sentimos ter uma certa responsabilidade em atravessar décadas para tocar esse tipo de repertório no presente, mas é isso que gostamos de fazer”, declara o baterista José Marques Jardim, que como jornalista está organizando uma longa pesquisa sobre música e a influência dela nos anos 60.  

 
O baixista Geanfranco, que fecha o trio fundador dos Silver Beatles tem a mesma opinião dos companheiros. E nem poderia ser diferente, como ele próprio diz. “Para estarmos tocando juntos há tanto tempo teríamos que nos entender musicalmente. Todos aqui são apaixonados pela música dos anos 50 e 60. Nosso repertório hoje, chega tranquilamente há cinco ou seis horas de show se fôssemos tocar ele inteiro. Isso é gratificante”, considera. A mais nova na banda é a cantora Simone Cavalcante, que está com os Silver Beatles desde 2005.

A preocupação declarada dela é com os vocais de apoio e solo. “Os Beatles, principalmente, costumavam abusar da divisão de vozes, este é um diferencial. Não basta só cantar Beatles, qualquer um pode decorar as letras e sair por aí com uma guitarra fazendo tudo programado e de forma mecânica. Nós nos preocupamos em dividir os vocais e executá-los da melhor forma possível”, disse.

Sobre repertório, o que pode se esperar para estes dois dias de volta no tempo rumo aos anos dourados, da brilhantina, jaqueta de couro, topete ou mop top (corte de cabelo característico dos Beatles), lambreta e rebeldia, os Silver Beatles são unânimes:

Quem gosta da música dos Beatles e não tem local para ouvi-la ao vivo precisa ir a estes shows. Nós vamos voltar mesmo no tempo e todos estão convidados”. O Othelo Restaurante fica na Avenida Pedro Baião, com rua Manoel Eudóxio Pereira. Camisetas da banda e CD´s estarão à venda nos dias de show.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*