GEA regulamenta passe livre aos doadores de sangue

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, assinou, nesta segunda-feira, 11, no Palácio do Setentrião, um convênio com a Associação dos Doadores Voluntários de Sangue do Amapá (ADVSA), que regulamenta a Lei Estadual n° 0824/2004. A ação assegura, aos doadores de sangue regulares, o direito ao passe livre no transporte coletivo rodoviário intermunicipal.

A medida visa incentivar a doação de sangue no Estado e valoriza o cidadão que contribui com o produto e ajuda a Saúde Pública do Estado. A Lei foi criada em 10 de maio de 2004, mas somente agora o governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Transporte (Setrap), regulamentou. Ao todo, 2.151 beneficiários já podem ir até a Setrap, localizada na zona Norte da cidade e adquirirem suas carteiras de passe livre.

A lista de beneficiários da gratuidade será apresentada à Setrap pelo Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), órgão responsável pela coleta e armazenamento de sangue no Estado. A relação do Hemoap contará com informações sobre os cidadãos que serão beneficiados, como os números da Carteira de Identidade (CI) e Carteira de Pessoa Física (CPF).

De acordo com o titular do Hemoap, Ivan Daniel da Silva Amanajás, o levantamento já foi feito pelo Hemocentro. Segundo ele, são 64 mil doadores cadastrados, destes, 15 mil são ativos, ou seja, que doam o produto uma vez ao ano. Os regulares, que são os cidadãos que doam sangue pelo menos duas vezes ao ano, ou em um período máximo de seis meses, mesmo em anos diferentes, terão a gratuidade tarifária intermunicipal.

“Essa é uma ação importante, pois estimulará a população a doar sangue, já que ela poderá usufruir deste benefício. Os doadores ativos podem se tornar regulares e também beneficiados, basta procurarem o Hemocentro e realizarem o ato solidário. Trabalhamos a fidelização do doador e o passe livre, é um incentivo à doação de sangue”, explicou o diretor do Hemorap.


 

Reconhecimento do beneficiário
De acordo com o presidente da ADVSA, Cláudio Augusto Cassiano, a ação motivará a população a doar sangue. Ele disse também que a classe tentou, junto ao governo passado, durante 7 anos, regulamentar a Lei do passe livre, sem êxito.

“Ainda bem que resolvemos essa situação de uma vez por todas. Durante a gestão passada, brigamos muito por este direito e não conseguimos adquiri-lo. Agora, graças ao governador, o Setrap fará o que está na Lei. Essa medida vai nos ajudar a captar mais doadores de sangue. Agradeço a Camilo Capiberibe por essa iniciativa”, ressaltou Cláudio Augusto.

Segundo o governador, a assinatura deste decreto aos doadores de sangue do Amapá é um reconhecimento ao cidadão. Camilo disse que é preciso valorizar aqueles que contribuem com este ato fundamental para a Saúde Pública do Estado.

“Estou feliz em regulamentar essa Lei. Além de ser um direito do doador, é uma forma de incentivar os amapaenses a doar sangue. Pois doar o seu próprio sangue para garantir a vida de outras pessoas é um ato de amor e solidariedade”, enfatizou o governador.

Anúncio

Durante a solenidade, o governador anunciou que a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para a Juventude (Sejuv) trabalha, juntamente com a Setrap, para a regulamentação da meia passagem intermunicipal para os estudantes do Amapá.

“A Sejuv e Setrap estão trabalhando para a regulamentação da meia passagem intermunicipal para os estudantes. Com exceção de Macapá para Santana, onde este direito já é garantido, o aluno da zona rural e dos municípios do interior, que estudam na capital amapaense, não usufrui o direito consagrado na Constituição Estadual de 1990”, finalizou Camilo Capiberibe.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Anonymous

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*