Governador entrega Troféu Equinócio da Palavra na 48ª Expofeira do Amapá

 Governador entregando o troféu Equinócio da Palavra ao poeta, escritor e professor Antônio Munhoz – Foto: Márcia do Carmo. 

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, premiou nesta segunda-feira, 24, no Palco Inclusão Social da 48ª Expofeira do Amapá, 10 personalidades do Estado, entre poetas e escritores, com o “Troféu Equinócio da Palavra”, uma honraria a autores de obras primas da Literatura Amapaense. Três deles receberam homenagem póstuma. A ação fez parte da programação do 1º “Corredor Literário”, realizado no Parque de Exposições da Fazendinha.

A ação tem o objetivo de valorizar a Literatura Amapaense, incentivo à leitura, fortalecimento da cultura local, resgate da história tucujú e parte da política de inclusão implementada pelo Governo do Amapá. O projeto, idealizado pelo grupo “Abeporá das Palavras” e realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), consiste em saraus que ocorrerão durante toda a programação da 48ª Expofeira.

Os poetas e escritores que receberam o Troféu Equinócio da Palavra foram Alcy Araújo (em memória); Aracy Mont’Alverne (em memória); Isnard Lima (em memória); Hodias Araújo; Manoel Bispo; Paulo Tarso; Antônio Munhoz; Ricardo Pontes; Ranilson Chaves e Simãozinho Sonhador. Todos eles reconhecidos pelo relevante trabalho para a consolidação da Literatura Amapaense.

Segundo o titular da Secult, Zé Miguel, o incentivo do governador em disponibilizar um estande para a Literatura é um avanço para a Cultura do Amapá. O secretário disse ainda que a medida faz parte da política de inclusão do governo do Estado, que abriu espaço para todas as linguagens regionais na  48ª Expofeira.

“Essa é a oportunidade de fazer cultura na Expofeira. Agradeço ao governador Camilo Capiberibe por essa possibilidade e digo a todos que a Literatura chegou à Feira para ficar, pois nossos escritores merecem isso e o Estado dará o apoio necessário para a concretização deste sonho. Este ano, temos no Parque de Exposições todas as linguagens regionais, como Teatro, Música, Dança, só não temos Cinema, mas será incluído no ano que virá”, disse Zé Miguel.

O governador disse que a produção literária no Estado precisa de apoio e se comprometeu a dar este suporte ao gênero. “Fazer Cultura no Amapá não é fácil, principalmente para os nossos escritores. Entendemos que nossa Literatura precisa de apoio. Por isso, resolvemos abrir o espaço para o 1º Corredor Literário na Expofeira, pois é um evento que atrai milhares de cidadãos, que poderão ter acesso aos escritos que retratam nossas raízes e identidade cultural”, afirmou o governador.

O reconhecimento dos poetas e escritores
 
De acordo com a coordenadora do grupo “Abeporá das Palavras”, Carla Nobre, a iniciativa do governador é histórica. A poetisa ressaltou que nunca antes em uma Expofeira do Amapá um governante abriu um espaço para a Literatura.

“Agradeço a sensibilidade do governador em incentivar a nossa Literatura. A iniciativa mostra o compromisso do governo com a inclusão de todos e com a cultura brasileira. Camilo Capiberibe acreditou no nosso trabalho e nós acreditamos nele. Este é o primeiro ano que a Literatura tem espaço na Expofeira, um momento histórico que mostra o trabalho e pioneirismo da atual gestão”, pontuou Carla Nobre.

Por sua vez, o escritor e poeta Paulo Tarso, que também é presidente da Associação de Escritores do Amapá, agradeceu em nome dos escritores homenageados e de todos que produzem material literário no Estado.

“Moro há 30 anos neste Estado, desde então tenho pesquisado e estudado esta terra para compartilhar o conhecimento com a classe estudantil e população em geral. Nossa Cultura é muito rica e isso inspira quem escreve. Agradeço ao governador Camilo Capiberibe pela homenagem e pelo incentivo, pois a luta pela leitura é o nosso objetivo primordial”, disse o escritor.

Prestigiaram o evento poetas, escritores, secretários de Estado, membros de associações de classe ligadas a Cultura, imprensa e sociedade civil.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *