Hemoap reforça campanha para ampliar número de mulheres doadoras de sangue


O Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) se prepara para mais uma edição do programa Doa Mulher, instituído no Estado há 12 anos. A ação faz parte das estratégias da instituição para ampliar o estoque de sangue e incentivar as mulheres a tornarem-se doadoras de sangue

A sétima edição do Doa Mulher deste ano acontece nos dias 30 e 31 deste mês (quarta e quinta-feira), respectivamente. “O objetivo é sensibilizar a todos para o ato de doar sangue e salvar vidas, e nestas datas especialmente, as mulheres que ainda são em minoria no Brasil na condição de doadoras de sangue”, disse a assistente social do Hemoap, Marilda Ferreira da Cruz de Jesus.

Ela ressaltou que, para assegurar a participação maciça das mulheres no final do mês no programa Doa Mulher, o Hemoap está atualizando o cadastro de doadores de sangue. “Técnicos do Hemoap estão acionando, por telefone, todas as nossas mulheres doadoras cadastradas em nossos bancos de dados para que participem da campanha”, frisou.

Segundo Marilda Ferreira da Cruz, o programa Doa Mulher acontece sempre no final de cada mês, com aproximadamente 400 mulheres cadastradas. “O Hemoap vai intensificar cada vez mais as campanhas, com o objetivo de atingirmos pelo menos mil mulheres doadoras de sangue até o final deste ano. Neste aspecto as mulheres estão muito atrás dos homens sim”, declarou.

“É importante que nossas mulheres doadoras de sangue recebam apoio de seus maridos, namorados e amigos, inclusive fazendo companhia a elas durante a doação, para que também se interessem pela iniciativa e tornem-se doadores de sangue”, aconselhou.

Sensibilização

Paralelo a essa campanha do programa Doa Mulher, o Hemoap vem reforçando o trabalho de captação hospitalar. As ações acontecem dentro dos hospitais públicos e particulares, com a proposta de sensibilizar familiares e amigos de pacientes internados, com indicação cirúrgica, para a necessidade de tornarem-se doadores voluntários de sangue. Marilda diz que a reposição de sangue é sempre muito complicado. “Ainda existe muita resistência da família e de amigos em se propor a fazer a reposição de sangue. Isso implica, claro, na manutenção do nosso baixo estoque de sangue”. O trabalho é coordenado pelo Serviço de Captação e Orientação Social (SCOS).

Em agosto, o Hemoap fará uma campanha direcionada ao pais, alusiva ao Dia dos Pais. No mês de setembro, o foco será os militares por conta da Semana da Pátria. Enquanto que em novembro a programação será mais intensa e marcará o Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado dia 25 daquele mês.

O Hemoap funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, e recebe doadores a partir dos 16 anos de idade. O hemocentro fica localizado à Avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a Rua Jovino Dinoá, no Centro.

Mais Informações: 3223- 8819/ 3212- 6289/ 9148- 8001.

Edy Wilson Silva
Asscom GEa
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*