Jovens músicos amapaenses fazem sucesso em São Paulo (por @heraldocalmeida)

849490c006bb4d49771370ab2cc100ba_XL

Por Heraldo Almeida

Os jovens músicos amapaenses Nico Cadenã e Bruno Mont’Alverne estão fazendo o maior sucesso em São Paulo, com a banda musical “Tramp Stamp Moose”, criada por eles, no início de 2014, e formada só por jovens da nova geração da música brasileira. Com estilo pop rock alternativo, eles vêm embalando a noite paulista, tocando em vários locais já conhecidos em realizar grandes shows musicais.

A banda Tramp Stamp Moose é composta pelos artistas amapaenses Nico Cadeña, 20, artisticamente chamado de Skipp Worm (guitarrista, compositor, vocalista e cantor) e Bruno Mont’alverne, 22, (baixo), do paraense Sherlon Ruy, 26, (bateria) e do paulista Gabriel Ferreira, 19, (guitarra). Esses jovens talentos da música brasileira, além de cantarem e tocarem fantasticamente, são estudantes universitários na capital paulista. Nico (Designer), Bruno (Psicologia), Sherlon (bateria) e Gabriel é professor de inglês.

Os artistas destacam que no início da banda foi preciso de muito foco para que o primeiro registro fosse lançado, ainda em 2014. Horas de ensaios, gravações e reuniões renderam o primeiro EP da banda, lançado em Setembro, intitulado “The Joker”. “Já teria sido um ano bastante proveitoso somente com o fato do lançamento do EP, mas a banda conseguiu alguns shows relevantes, entre eles uma abertura para os Selvagens à Procura de Lei, no Inferno Club (SP). Foram distribuídas cerca de 500 cópias do EP “The Joker” ao público presente nos shows, de forma gratuita. O primeiro clipe lançado é o da faixa título do EP”, disse Nico. O vídeo de “The Joker”, na internet, já alcançou mais de mil visualizações.

O Soundclound da banda também já conta com mais de seis mil acessos. O som da TRAMP STAMP MOOSE tem referências em bandas como The Strokes, Arctic Monkeys e Gorillaz. O primeiro objetivo dos “meninos da música” já foi alcançado com a divulgação do EP por vários estados do Brasil, em 2015.

Os artistas

Nico Cadenã (Skipp Worm): O frontman da Tramp Stamp Moose é também vocalista na The Strokes cover Brasil. Seu trabalho com o cover rendeu elogios do próprio Julian Casablancas; Gabriel Ferreira: O guitarrista hero da banda é um dos fundadores da The Strokes cover Brasil, e já fez perto de 100 shows por todo o Brasil com eles; Bruno Mont’Alverne: O baixista é um reforço de peso trazido diretamente do Amapá. Ex-Integrante da Red Light Cops, também tem bastante experiência de palco e bagagem musical; Sherlon Ruy: O baterista da banda é o músico mais experiente do grupo. Fez parte da banda Os Corleones, tocando em festivais importantes e em boa parte do país.

Os dois amapaenses, Nico e Bruno, têm pedigree artístico musical nas terras tucujus. Nico é filho da consagrada cantora Patrícia Bastos, a maior referência do cancioneiro amapaense no Brasil e exterior, e Bruno é sobrinho do renomado violonista e professor de música, Sebastião Mont’Alverne, um dos maiores músicos da região Norte.

Fonte: Diário do Amapá

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*