Macapá continua processo de mapeamento urbano e titulação de lotes


“O Mapeamento é uma importante ferramenta para redução das áreas de risco e alagamento”, diz o engenheiro Luíz Otávio Campos, da empresa Fototerra Urbanismo, instalada no Amapá. A empresa que veio de São Paulo é responsável pelo mapeamento da capital em parceria com a Prefeitura de Macapá. Para Luiz Otávio a qualidade de vida está diretamente relacionada ao planejamento urbano.

“O trabalho de mapeamento urbano contribui para o planejamento e tomada de decisões por parte dos gestores públicos. Como exemplo, temos o planejamento do transporte público, no qual é possível demonstrar as deficiências da malha viária como  curvas com geometria inadequada e obras de arte mal projetadas. Além da identificação do uso e ocupação do solo.”, comenta.

De acordo com o engenheiro, o trabalho é feito por meio de um criterioso planejamento que une esforços de uma equipe especializada em cartografia, topografia e geoprocessamento para o levantamento das áreas e a medição em terra. “Realizamos a cobertura aerofotogramétrica digital, obtidas de uma aeronave, que representa correta e completamente a superfície da zona urbana de Macapá. A execução foi feita por meio de câmeras digitais de alta tecnologia. A partir do imageamento aéreo foi feita a restituição altimétrica e planimétrica, onde são traçados os detalhes do terreno”, explica.

De acordo com Ricardo Perches, diretor executivo da Fototerra Urbanismo no Amapá, a maior parte das zonas urbanas de Macapá já foi mapeada, destes trabalhos foi possível obter informações que embasaram decisões importantes na capital, como o mapeamento da área onde ocorreu o grave incêndio no Perpétuo Socorro. “Pudemos dar com grande precisão, detalhes da área atingida” informa.

Programa Cidade Legal – A Fototerra Urbanismo realiza, também em parceria com a Prefeitura de Macapá, a regularização de lotes urbanos da cidade. O trabalho funciona por meio de um sistema de atendimento personalizado que reúne vários órgãos ligados ao processo de titulação de terrenos, o Programa Cidade Legal. “Com a implantação deste programa pudemos oferecer ao munícipe, além de mais agilidade nos processos de titulação, descontos especiais, como o de 45% no valor do lote” finaliza Marta Barriga secretária de Desenvolvimento  Urbano e Habitacional de Macapá (SEMDUH).
Assessoria de Imprensa Foto Terra
Dune Comunicação Corporativa
Flávia Fontes
Cel: (96) 9142-8556 / 8112-9431
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*