Mais de 58 mil eleitores estão com título de eleitor cancelado no Amapá

Por Cassio Albuquerque, do G1 Amapá

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá informou que 58.723 eleitores estão com o título de eleitor cancelado no Amapá. O número revela a quantidade de eleitores que não realizaram a revisão biométrica no tempo estipulado pelo tribunal. Os eleitores com pendências poderão se regularizar até o dia 7 de maio.

De acordo com a diretora do TRE, Odete Scalco, os municípios de Macapá, Santana e Oiapoque tiveram o maior número de títulos cancelados, com 29,7 mil; 7,9 mil e 5,8 mil, respectivamente.

“Muitas pessoas não fizeram o cadastro por conta da insatisfação com o quadro político no país, mas esses eleitores devem lembrar que o título de eleitor é um documento tão essencial quanto a carteira de identidade”, explicou.

Durante o prazo normal para o cadastramento biométrico, o tribunal promoveu a isenção de débitos, mas na nova prorrogação os eleitores pendentes terão que pagar multa de R$ 5,30. “Quem perder esse prazo vai ficar sem votar nas eleições de 2014 e não poderá realizar empréstimos, se matricular em faculdades e nem ingressar no serviço público”, alertou Odete.

Eleitores ativos

A direção do TRE informou que houve uma diminuição do eleitorado no Amapá. Em 2013 eram quase 440 mil eleitores ativos, mas o número caiu para 381 mil em 2014. “Essa baixa é devido ao número de eleitores que foram presos, faleceram, trocaram de domicílio eleitoral ou estão morando em outro país”, disse a diretora.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*