Movimento Amapá Rock promove show em homenagem ao Pink Floyd


O Movimento Amapá Rock (MAR) realizará no próximo sábado (5), a partir das 23h, na boite Country Beer, show em homenagem ao Pink Floyd. A banda Echoes promete executar canções da clássica banda inglesa por mais de 3h de Rock. 

Garanta seu ingresso antecipado à R$25,00 – PISTA (Sorveteria Jesus de Nazaré e Latitude Zero) e Vip R$30,00 na loja Amapá Tonner ( Leopoldo Machado com Pedro Baião) .

Echoes é uma banda especializada em tocar  o repertório da maior banda do rock progressivo: Pink Floyd.  O grupo é formado por Jandir (cantor), Eder Valente (baterista), Madson Sussuarana (baixista), Pedro Reis (guitarrista), Henrique Oliveira (Vocal e guitarra) e Robson Costa (teclados). Certamente farão um ótimo show. 

O Pink Floyd

Pink Floyd foi uma banda de rock inglesa música psicodélica e progressiva. Seu trabalho foi marcado pelo uso de letras filosóficas, experimentações musicais, capas de álbuns inovadoras e shows elaborados. Trata-se de um dos grupos de rock mais influentes e comercialmente bem-sucedidos da história, tendo vendido mais de 200 milhões de álbuns ao redor do mundo. 

A banda foi formada pelos estudantes Roger Waters, Nick Mason, Richard Wright e Syd Barrett. Os caras tornaram-se populares tocando no cenário underground londrino, no fim dos anos 60. Sob a liderança de Barrett, lançaram dois singles (“Arnold Layne” e “See Emily Play”) e um bem-sucedido álbum de estreia, The Piper at the Gates of Dawn, de 1967. O nome Pink Floyd é a abreviação de The Pink Floyd Sound, nome sugerido por Barrett em homenagem a dois músicos de blues admirados por ele: Pink Anderson e Floyd Council.

O guitarrista e vocalista David Gilmour juntou-se à banda em 1968, meses antes da saída de Barrett do grupo, devido ao seu estado de deterioração mental, agravado pelo uso de drogas. 

Na sequência da perda de seu principal letrista, Roger Waters tornou-se o principal compositor e líder conceitual do grupo, com Gilmour assumindo a guitarra solo e parte dos vocais. Com essa formação o Pink Floyd atingiu o sucesso internacional com álbuns como The Dark Side of the Moon, Wish You Were Here, Animals e The Wall.

Wright deixou o grupo em 1979, e Waters em 1985, mas Gilmour, Mason e, subsequentemente, Wright, continuaram a gravar e se apresentar. Waters processou-os por questões legais relacionadas ao uso do nome “Pink Floyd”; todavia, a disputa foi resolvida com uma decisão que permitiu a Gilmour e Mason que continuassem a usar o nome, ainda livrando Waters de quaisquer obrigações contratuais com a banda. Dois álbuns foram lançados após esse conflito:

 A Momentary Lapse of Reason e The Division Bell. Após quase duas décadas de amargor entre seus membros, o Pink Floyd se reuniu em 2005 para uma única apresentação, no concerto para a caridade Live 8. Wright morreu em 2008. 

Os membros restantes — Waters, Gilmour e Mason — reuniram-se novamente, para um show da The Wall Tour de Waters, em 12 de maio de 2011, na O2 Arena, em Londres; Gilmour tocou “Comfortably Numb” com Waters e “Outside the Wall” com Mason e Waters.

Obs: Não irei ao show, pois neste dia estarei em São Paulo, mas recomendo. 
Elton Tavares
Fonte: Wikipédia (história) e Darlan (informações sobre o evento). 
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*