Nota de Esclarecimento


Sobre a recente operação “Eclésia”, promovida pelo Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria de Investigação Cível e Criminal (PICC), a Delegacia Geral de Polícia do Estado do Amapá esclarece que sua participação na operação foi o de apoio operacional, no sentido de garantir a força policial necessária para o cumprimento dos mandados de busca e apreensão de documentos em dependências da Assembleia Legislativa do Estado e na residência de deputados estaduais, expedido pela juíza Alaíde Maria de Paula, da 4ª Vara Cível e da Fazenda Pública da Comarca de Macapá da Justiça Estadual, não cabendo qualquer outra interpretação ou especulação para a participação desta instituição na operação “Eclésia”.

Por fim, a Polícia Civil do Estado do Amapá reafirma o seu papel de polícia judiciária e reitera que vai continuar exercendo sua missão de combater a criminalidade, a corrupção e quaisquer outras práticas lesivas ao patrimônio público e à sociedade, sejam estas realizadas por autoridades, funcionários públicos, empresários ou qualquer outra pessoa, não importando a condição social ou política dos mesmos.

Delegacia Geral de Polícia do Estado do Amapá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *