Peixes mortos no Araguari: MP-AP aguarda laudo do GEA para dar andamento em inquérito civil e público


O promotor de Justiça do município de Ferreira Gomes, Laércio Mendes, aguarda relatórios conclusivos do Governo do Estado do Amapá (GEA) para dar andamento aos inquéritos relacionados aos peixes encontrados mortos no rio Araguari. O Ministério Público do Amapá (MP-AP), através da Comarca do município, dará entrada em inquérito civil público, para apurar danos ambientais, e inquérito criminal, para investigar crime contra o meio ambiente.

O caso aconteceu na última semana quando pescadores denunciaram haver uma grande quantidade de peixes mortos na área próxima à barragem da obra da usina hidrelétrica que está em construção em Ferreira Gomes. O Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento do Amapá (Imap) e Polícia Técnico-Científico (Politec), está apurando a responsabilidade da empresa, cujo responsável técnico pelo projeto foi notificado.

O promotor afirma que as denúncias serão apuradas e os culpados responsabilizados. “As investigações estão acontecendo, e todas as possibilidades apuradas até chegarmos à uma conclusão sobre as culpabilidades sobre os danos e crimes ambientais. O Ministério Público aguarda os relatórios para entramos com medidas judiciais para que fatos desta natureza não voltem a acontecer”, disse o promotor Laércio Mendes. 

SERVIÇO: 

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá 
Contato: (96) 3198-1616/(96) 8121-6478 Email: asscom@mpap.mp.br
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*