Poema de hoje – Da Observação

Da Observação:


Não te irrites, por mais que te fizerem…
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás assim do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio…”


Mário Quintana

Obs: Juro que queria aprender isso.

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*