Sábado e Domingo do Mastro tem Ciclo do Marabaixo no Laguinho e Favela

Sábado do Mastro 42 foto MÁRCIA DO CARMO
Foto: Márcia do Carmo

Neste final de semana, Sábado e Domingo do Mastro, reinicia o Ciclo do Marabaixo nos bairros Santa Rita, antiga Favela, e Laguinho. Festeiros, devotos e marabaixeiros cumprem o ritual de cortar os troncos que serão enfeitados para serem levantados na homenagem à Santíssima Trindade e Divino Espírito Santo, e realizam o Marabaixo do Mastro. O calendário do marabaixo é fundamentado no catolicismo e cumprido por quatro famílias descendentes de pioneiros negros, desde o início do povoamento de Macapá.

O Ciclo iniciou na semana Santa, e seguindo a tradição, cinco semanas após, recomeça com o corte dos mastros, e na sequência, rodas da marabaixo, retirada da murta, bailes, novenas, missas, levantar e derrubada dos mastros, quando encerra a programação, com a escolha dos festeiros do próximo ano. No Laguinho, a devoção é para a Santíssima Trindade e Divino Espírito Santo, e na Favela, somente para a Santíssima. Os elementos de devoção são representados por coroas com as pombas no alto, e pelas cores azul e branca, Santíssima, e vermelho e branco, Divino.

Os mastros são retirados em dois locais, no quilombo do Curiaú e no distrito do Coração, em meio a fogos e muito marabaixo, e são trazidos para casas de devotos próximas dos barracões, de onde são levados antes do Marabaixo do Mastro, em cortejo nas ruas, neste mesmo final de semana. O horário de retirada é o mesmo, 10h.

Os participantes do marabaixo do barracão do Mestre Pavão, e da Tia Biló, descendentes de Julião Ramos, situados no Laguinho, e da Tia Gertrudes, na Favela, retiram no Curiaú, e depois participam de um almoço de confraternização entre as famílias, no quilombo. Os festeiros do marabaixo do barracão da dona Irene, na Favela, cortam o mastro no Coração, e é o único que segue o antigo ritual em que somente os homens cortam o mastro. No barracão da Tia Gertrudes a roda de marabaixo é feita no próprio Sábado do Mastro, a partir das 16h, e nos demais barracões, acontecem no Domingo do Mastro, de 16h à meia-noite.

13124649_1304729242890590_8595887765713928145_n

Serviço:

Sábado do Mastro – 30 de abril

10h – Retirada dos mastros no Curiaú e distrito do Coração
Favela
16:30 – Devotos e brincantes do marabaixo da Tia Gertrudes pegam o mastro na av: Duque de Caxias entre Leopoldo Machado e Hamilton Silva.
18h – Marabaixo do Mastro no barracão da Tia Gertrudes, na avenida Duque de Caxias entre Hildemar Maia e Professor Tostes.

Domingo do Mastro – 1º de maio

Entre 8:30 e 10h – Devotos e brincantes pegam os mastros nos seguintes endereços:

Laguinho
Marabaixo do Mestre Pavão – Rua Hamilton Silva entre Mãe Luzia e José Tupinambá.
Marabaixo da Tia Biló – Rua General Rondon esquina com a Ana Nery.

Favela
Marabaixo da dona Irene – av: Carlos Gomes entre Hildemar Maia e Professor Tostes

17h – Marabaixo do Mastro nos seguintes endereços:

Laguinho
Marabaixo do Mestre Pavão – Av: José Tupinambá entre Leopoldo Machado e Jovino Dinoá
Marabaixo da Tia Biló – Rua Eliezer Levy, entre Mãe Luzia e José Tupinambá

Favela
Marabaixo da dona Irene – Av: Mendonça Hildemar Maia e Professor Tostes.

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *