Temporada de Amazônica Elegância aquece a chegada do verão

                                                                          Músico Eudes Fraga.
Julho vem chegando com o sol, as férias e a música de Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes, trazendo convidados de grande qualidade para o verão de Macapá. A temporada de shows vai acontecer no bar Armazém Beer, todas as terças-feiras com o repertório do premiado Amazônica Elegância. Na abertura de cada terça a elegante presença de um artista paraense, com show completo. Estão confirmados como convidados Eudes Fraga (05), Adilson Alcântara (12), Maria Lídia (19) e Mário Moraes (26).

“Vamos começar cedo, a partir das 20 horas, para assegurar a presença das pessoas, porque mesmo sendo um período de férias muitas delas continuam com seus compromissos de trabalho. É uma forma de valorizar o verão e prestigiar o público. São dois shows completos por dia que vão agitar as terças de julho”, explica Clícia Di Miceli, da Bacabeira Produções, responsável pelo projeto.

Amazônica Elegância
Amazônica Elegância é um dos trabalhos mais festejados da Música Popular Amapaense. O CD, que deu origem ao show, foi premiado pelo Projeto Pixinguinha do Ministério da Cultura, lançado em 2009 com show de portas abertas no Teatro das Bacabeiras. Resulta do trabalho autoral do poeta Joãozinho Gomes em parceria com o compositor Enrico Di Miceli. Rico em ritmos amazônicos, com forte influência dos tambores do marabaixo, o repertório é de uma sensualidade sutil e reveladora do jeito de amar amazônico.

A canção que dá nome ao CD e ao show pode ser considerada uma daquelas que se tornam hinos do cancioneiro regional. Propositalmente, suas imagens poéticas homenageiam as mulheres e as cidades dessa imensa parte do Brasil tão peculiar em sua cultura, descrevendo força, sensualidade e história. A paixão é cantada em ritmos quentes e dançantes como o lundu e o zouk. Um show pra cima e envolvente que mexe com nossas raízes culturais e com nossos sentidos essenciais.

Os convidados
A primeira terça-feira de julho (05) trará Eudes Fraga no show de abertura, um dos mais respeitados compositores entre o Norte e o Nordeste do Brasil. Sua carreira é consolidada com mais de 180 prêmios em festivais de música e suas canções já foram gravadas por artistas como Jane Duboc, Nilson Chaves, Flávio Venturini, Selma Reis, Quinteto Agreste, entre outros, em 33 trabalhos. A discografia autoral do artista conta com “Por todos os Cantos” (1995); “Tudo Que Me Nordestes” (2002); “Do Espinho Da Flor Do Mandacaru”(2005) e “Santa Paisagem” (2009). Como produtor musical atuou em 15 trabalhos.

Na segunda semana, dia 12, o convidado será Adilson Alcântara, cantor, compositor, violinista, intérprete e produtor cultural natural de Vigia (PA). O CD “Tributo à Cidade em Romaria”, lançado em 1998, é seu primeiro registro fonográfico. O segundo CD do artista, “Cantar”, foi produzido por Nilson Chaves e tem participações de Pinduca, Almirzinho Gabriel, Daniel Benites e do próprio Nilson. Adilson tem composições gravadas por Lucinnha Bastos, Olivar Barreto, Tadeu Pantoja, Fabrício dos Anjos, Marhco Monteiro e María Lídia. Espirituoso no palco, Adilson garante um show de ritmos, poesia e bom humor.

Dia 19 de julho será a vez da bela voz de Maria Lídia. Vem de Santarém essa compositora e intérprete da música popular que lota as casas de shows, bares e teatros por onde se apresenta. Estudou piano clássico e é autoditada em violão popular. Com toda essa bagagem, os anos 80 viram surgir no Pará uma das mais queridas artistas da música. Suas composições foram gravadas por diversos artistas, inclusive no Japão. Na discografia autoral conta com “Carnaval 84” (1984), “Por Tudo e Tanto” (1990), “Coração Leviano” (1993), “Maria Lidia” (1995), “Projeto Uirapuru V.7 – Maria Lidia” (2000), “Canções de Maria Lidia” (2003) e “Ícones” (2005).

Fechando o projeto da Bacabeira Produções, dia 26, a voz incomparável de Mário Moraes. Compositor e intérprete que desde os 16 anos se apresenta na noite de Belém. Seu timbre arrebatador é responsável por inúmeros prêmios como melhor intérprete de importantes festivais de música em várias regiões do Brasil. Canções como “Tocaia”, Tirano Tirano”, “Coura” e “Aos Filhos da Nossa Aldeia”, revelam um artista que vai além do apurado senso estético e mergulha na realidade e nas lutas de sua gente.

 
Serviço:

Amazônica Elegância e convidados
No Armazém Beer
Av. Presidente Vargas, 1702 – Centro
Todas as terças-feiras de julho
Às 20 horas
Ingressos: R$ 20,00


 
Márcia Corrêa

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*