Uma pequeno paralelo entre a série House of Cards e a política amapaense

Season_1_Chapter_4

Por Vitória Gurgel

No seriado House of Cards, o protagonista Frank Underwood tinha como aliado Peter Russo, um congressista toxicômano faz-tudo pra ele. Por orientação de Underwood, Russo entra no Alcoólicos Anônimos e concorre a governador de seu estado. Tudo vai bem, até que Russo tem uma recaída no mundo das drogas, bota a campanha a perder, e após dias de farra e depressão, é encontrado morto em seu carro. De fato, Russo foi assassinado por Underwood, mas a verdade nunca veio à tona.

Com a morte de Russo, Underwood alcança a vice-presidência e, após criar uma série de acontecimentos (aparentemente aleatórios) que culminariam com um impeachment, não restou ao presidente outra alternativa senão a renúncia. Assim, Underwood conseguiu alcançar seu objetivo de se tornar o homem mais poderoso do mundo.

Fazendo um paralelo com o Brasil, Cunha tem Vini Ownerboite como aliado que, até onde sei, não é toxicômano, mas mistura álcool com remédios controlados… A sequência lógica dos fatos seria o Vini concorrer ao governo do Amapá, ter uma recaída, misturando doses cada vez maiores de álcool e remédios, sendo por fim encontrado morto em seu carro (não se sabe se morto de overdose ou homicídio). E o impeachment da Dilma já está acontecendo!

Portanto, Ownerboite, se o Cunha propor que você concorra a governador do Amapá, desconfie! É casinha!!!

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*