Amapá terá seu primeiro longa-metragem

img_20161117_172958351_hdr

O primeiro longa-metragem amapaense, intitulado “A Ponte e o Tempo”, será gravado na capital Macapá. É uma produção independente dos cineastas Thomé Azevedo e Ana Vidigal. O elenco e produção foram escolhidos a partir de oficinas que ocorreram no Sesc/AP. O filme abordará a vida na ponte, a importância de instituições que desenvolvem atividades para jovens e adolescentes, destaca a cultura amapaense e fala sobre o primeiro amor.

Segundo o diretor Thomé Azevedo, a oficina é uma excelente ferramenta para descobrir talentos e trabalhar os atores para o cinema, que tem uma dinâmica diferente de outros que envolve atuação. “Fico encantado em ver que tem tanto talento em nossa cidade. Sinto-me revigorado com a energia e entusiasmo, com a dedicação de todos. Temos, na maioria, jovens de 16, 17, até mais velhos, de 40, 50 anos, e todos mergulhados em seus personagens”.
img-20161125-wa0005
A roteirista e também diretora do filme, Ana Vidigal, e Thomé Azevedo trabalham desde o fim dos anos 80 buscando aprimorar suas experiências com o audiovisual. “Essa sintonia profissional começou quando trabalhávamos como atores no Movimento Teatral Paraense e depois passamos a integrar a equipe de profissionais da TV Cultura, do Pará, onde começamos a desenvolver atividades ligadas ao audiovisual”, relembra Vidigal.

No Amapá já produziram os documentários “Marabaixo: ciclo de amor, fé e esperança”; “Brasileiro Lindo”, “A Banda”, entre outros nesse gênero. Também realizaram a produção, a preparação do elenco e a direção dos curtas “A Rosa”, de Dominique Allan, e do “Agora já foi”, de Manuela Oliveira, esse último realizado por meio de um convite da Federação Espírita do Amapá e premiado no V Festival de Cinema Transcendental de Brasília como melhor filme e melhor direção.
img-20161110-wa0048
Nesse novo projeto, a intenção dos realizadores e dos técnicos do Sesc/AP é produzir um filme a partir do envolvimento dos participantes. O roteiro tem como espinha dorsal um romance que aborda questões sociais, os desafios da juventude, mas, sobretudo, é uma história de superação, de amor e de fé no futuro.

O longa tem a SETfilmes como coprodutora e o apoio do Sesc/AP. Conta com participações especiais de artistas como músico Paulinho Bastos, o ator e diretor de teatro Geovanni Coelho e o bailarino e coreógrafo Agesandro Rêgo. As gravações estão previstas para dezembro, contam como cenários áreas de pontes, praças, ruas e pontos culturais locais. O elenco está ensaiando no Sesc Araxá, no período da tarde.

Ficha técnica
Roteiro: Ana Vidigal
Direção: Thomé Azevedo e Ana Vidigal
Preparação de elenco: Thomé Azevedo
Direção de fotografia: Nildo Costa e Aladim Júnior

Asscom Pérola Pedrosa 99127 9591

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *