Assembleia do AP recebe decisão que cassou mandato de Mira Rocha

14212072_939872326136247_4542546435570202774_n

Por Abinoan Santiago

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) recebeu na segunda-feira (5) o acórdão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que determinou a cassação do mandato da deputada estadual Mira Rocha (PTB), condenada por compra de votos nas Eleições 2014.

A comunicação da cassação da parlamentar foi protocolada na Alap sem notificação determinando a perda imediata do cargo.

Por se tratar de um ofício, o documento será lido em plenário na sessão ordinária seguinte e resultará na vacância do mandato, conforme prevê o regimento interno da Assembleia.

Por causa do período eleitoral, o parlamento tem sessão ordinária apenas às terças-feiras. A próxima estava marcada para 13 de setembro, mas a data é feriado estadual pela criação do território federal do Amapá, ficando apenas para 20 de setembro a possibilidade de decretação de vacância do cargo.

Em caso de perda, quem assume é o empresário Haroldo Abdon (PPL), que teve 5.445 votos nas eleições de 2014.

Mira Rocha foi condenada no dia 1 de setembro pelo TRE por compra de votos.

O crime foi caracterizado pelo beneficiamento de nomeações na prefeitura de Santana, que tem como gestor o irmão dela, Robson Rocha (PR). Ambos ficaram inelegíveis por oito anos a partir de 2014. A cassação foi resultado de denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) do Amapá.

Fonte: G1 Amapá

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*