Banda Godzilla viaja para gravar CD em Belém do Pará

Banda Godzilla –  Foto: Camila Karina.
2010 parece realmente ser o ano da música em Macapá. Após anos de marasmo e falta de incentivo para músicos locais a cidade agora parece prestes a revelar sua identidade musical para todo o Brasil. Se por um lado temos a Mini Box Lunar estampada em revistas e programas de circulação nacional, por outro temos a Stereovitrola prestes a entrar em turnê pelo país e um sem número de bandas criando suas próprias músicas e descobrindo seus próprios estilos nos becos e nas esquinas de Macapá.

Agora é a vez da banda Godzilla mostrar a que veio. Formada por Raoni Holanda (vocal e letras), Wendril Araújo (guitarra), Sandra Borges (contra-baixo) e “Magrão” Souza (bateria) a banda é um dos maiores expoentes do atual cenário local e uma das grandes promessas da música macapaense. Na próxima segunda-feira, 12 de julho, os quatro Godzillas embarcam para a cidade de Belém, Estado vizinho do Pará, para gravar o seu álbum de estréia sob o olhar atento do jornalista e produtor Alex Antunes. Esta cooperação entre Estados é uma ação inédita promovida pelo circuito Fora do Eixo através da parceria entre o Coletivo Palafita (AP) e o Casarão Cultural Floresta Sonora (PA).

“Ficaremos hospedados no próprio Casarão Cultural durante todo este processo de gravação em uma espécie de imersão musical que deverá resultar, no mínimo, na experiência mais incrível que já tivemos como artistas” declara Raoni. “Estamos muito ansiosos. Vamos gravar um álbum envolvendo grandes expectativas e isso carrega uma enorme responsabilidade para a banda. Mas, ao mesmo tempo, tenho certeza que será um aprendizado divertido”.

“É importante reconhecer o trabalho de todo o pessoal envolvido neste projeto, afinal, é uma aposta no trabalho da Godzilla ” continua Sandra, “o circuito Fora do Eixo, o Casarão Cultural, o Coletivo Palafita e o nosso ‘pai’ Alex merecem todos os créditos por essa ação. Fico feliz pela honra de sermos os primogênitos deste projeto e esperamos que o trabalho saia o melhor possível, pois os ‘caras’ que vão dar essa força são todos foda (risos).” conclui.

A banda Godzilla permanece em Belém até o dia 23 de julho, totalizando 11 dias dedicados à gravação. Para conhecer mais sobre o trabalho da banda, acesse:

Fonte: Assessoria de Comunicação do Coletivo Palafita


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *