Embrapa participa do Dia do Extensionista Rural no Amapá

A importância do profissional da extensão rural para a eficácia da pesquisa agropecuária foi destacada pelo chefe-geral interino da Embrapa Amapá, Nagib Melém, durante evento comemorativo realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (Rurap) em homenagem ao Dia do Extensionista Rural, na última quarta-feira, 6/12. “O papel da extensão rural é fundamental para o desenvolvimento de qualquer estado, o reflexo do trabalho do extensionista rural tem alcance amplo, também impacta na melhoria do espaço urbano. Devemos valorizar cada vez mais este setor. O extensionista rural é o agente que semeia o conhecimento”, acrescentou Melém, durante discurso na Associação dos ex-Servidores da Aster Amapá (Asser), localizada em Macapá. O evento reuniu extensionistas, produtores, autoridades e parceiros.

O chefe da Embrapa Amapá ressaltou ainda o papel de intermediador e de agente ativo do extensionista rural na definição da carteira de pesquisas da Embrapa. “Este profissional contribui trazendo a demanda do agricultor e do extrativista para a Embrapa pesquisar, e também atua nas atividades de retorno dos estudos, com a entrega e aplicação das tecnologias, produtos e serviços. Nossa linha é trabalhar juntos, contem com nossa parceria”, afirmou Nagib Melém, que já atuou como extensionista rural.

Também participaram do evento, gestores que já atuaram como extensionistas rurais, a exemplo do prefeito do município de Amapá, Carlos Sampaio, e da diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amapá (Fapeap), Mary Guedes; além do secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Robério Nobre. O próprio diretor-presidente do Rurap, Hélio Dantas, acumula trinta anos de experiência na extensão rural e destacou que sempre atuará neste segmento, independente da função. “Quero parabenizá-los neste momento de confraternização e lembrar que vocês executam políticas públicas de alcance em todo o estado, são vocês que chegam nas comunidades. O mais importante de todo o trabalho é a entrega que fazemos ao produtor e também o aprendizado neste processo de troca de conhecimentos”, afirmou Hélio
Dantas.

A programação na Asser contou também com homenagem especial ao técnico em extensão rural Jock San Souza Mineiro, do município de Vitória do Jari, que recebeu em Brasília no último dia 4/12, uma premiação representando os profissionais amapaenses deste setor. Seu nome foi escolhido por meio de uma seleção regional, a partir dos critérios de avaliação como experiência, dedicação e desempenho às atividades aplicadas setor. Os convidados participaram ainda de torneio de futebol, almoço e bingo dançante.

Dia do Extensionista Rural – Esta data foi instituída pelo governo federal, em 1948, como forma de homenagear e reconhecer esse importante agente de desenvolvimento rural sustentável. Seu trabalho é essencial para o fortalecimento do setor agrícola, pois leva as novas tecnologias até o agricultor. No Brasil, mais de 5 mil unidades de atendimento da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) beneficiam mais de 2 milhões de produtores rurais. No Amapá, são cerca de 226 extensionistas distribuídos nos 22 escritórios do Rurap, nos 16 municípios do Estado do Amapá, com a responsabilidade de levar políticas públicas de desenvolvimento sustentável aos 16 municípios do Estado. Eles estão divididos entre técnico agrícola, extensionista agropecuário, agrônomo, analista de meio ambiente, extensionista social-nutrição, extensionista social-economia doméstica, extensionista social-serviço social, engenharia agrícola, engenharia florestal, extensionista agropecuário-médico veterinário, extensionista agropecuário-zootecnista entre outros.


Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Núcleo de Comunicação Organizacional
Embrapa Amapá
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Macapá/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *