Música de agora: Slow Hands – Interpol

Slow Hands – Interpol

Yeah mas ninguém procura
Ninguém se preocupa de alguma maneira
Ao o amor que você desperdiçou
Vem, chovendo de uma nuvem infeliz
Eu posso olhar em sua face
Desaparecer na doçura, doce olhar,
Vejo que vivendo isso me cerca
Dissipado num violento desperdício

Você não pode ver o que você fez com o meu coração
e alma
Esta é a terra do desperdício agora

Nós os espioes, nós as maos lentas
Ponha os pesos ao redor de você
Nós os espiões, oh yeah, nós as maos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você

Me submito, meu incentivo é romance
Eu assisti a dança de pólos das estrelas
Nos alegramos pois o ferimento é tão indolor
Da distância de ultrapassar carros
Mas eu estou casado com seus charmes e graça
Apenas fique louco com os velhos bons tempos
Você me faz querer apanhar um violão
E celebrar os modos miríades que eu a amo

Você não pode ver o que você fez com o meu coração
e alma
Este é a terra do desperdício agora

Nós espiões, years, nós as mãos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você
Nós os espiões, oh yeah, nós as mãos lentas
Assassino por contrato, você sabe que é você mesma

Nós os espiões, nós as mãos lentas
Ponha os pesos ao redor de você
Nós os espiões, oh yeah, nós as mãos lentas
Nós nos recolhemos como ninguém mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *