Música de agora: Slow Hands (Mãos Lentas) – Interpol

Slow Hands – (Mãos Lentas) – Interpol

Sim, mas ninguém procuras
E ninguém se importa de maneira nenhuma
Quando o amor que você desperdiçou
Vem chovendo de uma nuvem infeliz
Então, eu poderia parar e olhar em sua cara
E desaparecer em um doce, doce olhar
Ver a veracidade que me rodeia (ontem)
Dissipar-se em uma chama violeta

Você não vê o que fez ao meu coração, e alma?
Aqui é um terreno baldio agora

Nós os espiões , nós os mãos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você
Nós os espiões, é, nós os mãos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você

Eu admito, meu incentivo é o romance
Eu assisto a dança polar das estrelas
Nós nos alegramos porque a dor é tão indolor
Da distância do passar dos carros
Mas eu estou casado com seus charmes e graça
Eu me sinto louco como nos bons e velhos tempos
Você me faz querer pegar uma guitarra (aconteça o que acontecer)
E celebrar as milhares de maneiras de como eu te amo

Você não vê o que você fez ao meu coração, e alma?
Aqui é um terreno baldio agora

Nós os espiões , nós os mãos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você
Nós somos espiões, é, nós temos mãos lentas
Matador de Aluguel, Você não conhece a si mesmo

Nós os espiões, Nós os mãos lentas
Você pôs os pesos ao redor de você
Nós os espiões, oh sim, Nós os mãos lentas
Descansamos como ninguém

Nós os espiões, temos íntimas mãos lentas
Matador de aluguel, você não conhece a si mesmo
Nós os espiões, temos íntimas mãos lentas
Você deu a cara a tapa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *