Poema de agora: Carta para meu inimigo – Ramon Tavares

Carta para meu inimigo

Você contou de meus sonhos
Quebrou minha confiança
Da força que eu tinha
Se fez fim, a esperança

Onde você cai tudo se quebra
Um vento forte e destruidor
Você tornou tudo ódio
Quando havia um pouco de amor

Hoje você está quebrado
Não há alicerce desse lado do chão
Seu mundo se tornou inóspito
Perdido na sua própria razão

Inimigo, foi um nome dado por você
Sempre estive aqui para contradizer
Se um dia precisar de um chão
Levante-se e estenda sua mão

Ramon Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *