Poema de agora: Infinito mundo! Tão pequeno…- Jaci Rocha

Infinito mundo! Tão pequeno…

Veja, aquela flor, cabe na palma da minha mão.
Num universo vasto e lindo
O que importa é o bem-vindo
Apelo da emoção…

Assim, km, metro,segundo
Tudo é apenas medida e comporta
Regras de espaço e tempo que a gente só nota
quando é preciso alcançar a rota…

Prefiro então a medida do verso
Que eu seja o alcance do verbo
Que a gente saiba caber
Bem dentro de um amor!

Prefiro então a medida do abraço
Com quanta alegria de faz um laço
E que a gente só conte o espaço
Entre a pele e o coração!

Não metrificar ou quantificar alegria
provar do sal e do sol na saliva
Sentir o calor da terra no pé ao tocar chão!
Andar por ai e descobrir a geografia da vida

segurando em tua mão…#

Jaci Rocha

* Mas meu amor está distante, umas sei lá, 48 horas. Quando faz falta, já diz o poema: A gente nota! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *