Poema de agora: Memorial estudantil – Júlio Miragaia (@juliomiragaia)

Não lembro o autor desse registro de 2009 em Belém, no Encontro Regional dos Estudantes de Comunicação Social (Erecom) – Júlio Miragaia.

Memorial estudantil

Guarda tambores no céu
E domingo no sol
No asfalto, canção

Guarda no peito
Pedras e ventos
Poema, panfleto
E soco no ar

Como será se Guamá
Transbordar na brancura do CAN?

Como penso na gente
Que segue do lado de cá

Guarda na foto
Chuvas de algum socialismo
Ou amor

E guarda no fundo
Desse pra sempre
Sorriso de quem
Vai chorar

Júlio Miragaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *